Menu
2020-04-08T11:46:17-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
bê-á-bá do fundo de garantia

Afinal, o que é o FGTS?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é um direito dos trabalhadores registrados sob o regime CLT. Nesta semana, o governo anunciou a liberação de saques de até R$ 500 das contas. Mas você sabe o que é o FGTS?

25 de julho de 2019
14:35 - atualizado às 11:46
FGTS
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Nas últimas semanas, muito tem se falado sobre o FGTS. A expectativa foi criada em torno da bolada de até R$ 30 bilhões que o governo liberou para estimular a economia e fazer a roda do consumo voltar a girar.

Mas ontem, no lançamento oficial da medida, o governo acabou estragando a festa de quem já havia feito grandes planos para o dinheiro extra, ao anunciar o limite de R$ 500 para o resgate por conta. Entre animação e decepção, os internautas reagiram ao anúncio de forma bem humorada.

Mas você sabe o que é FGTS?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço entrou em vigor em 1967 durante o governo Castelo Branco. O FGTS surgiu com um objetivo claro: proteger o trabalhador da iniciativa privada em caso de demissão.

Com o fundo, o trabalhador começa a formar um patrimônio, que só pode ser resgatado em casos específicos, como a aquisição de imóveis novos ou usados, construir uma moradia ou liquidar financiamentos habitacionais.

O governo anunciou agora uma nova forma de resgate, o saque-aniversário, que como diz o nome permitirá a retirada de parte do valor depositado nas contas do fundo todos os anos. Saiba mais como vai funcionar a nova modalidade.

Além de ajudar a financiar o setor imobiliário, os recursos do FGTS são utilizados no setor de habitação popular, saneamento básico e infraestrutura.

Como funciona o FGTS?

O fundo é composto por depósitos mensais feitos pelo empregador em uma conta em nome do empregado. O valor depositado é de 8% do salário de cada funcionário. No caso de menores aprendizes, o percentual é de 2%.

O FGTS é uma responsabilidade do empregador. O depósito deve ser feito até o dia 7 de cada mês e não é descontado do salário do trabalhador. Em caso de demissão sem justa causa, o empresa precisa pagar uma multa equivalente a 40% do saldo da conta. Confira o passo a passo de como consultar o seu saldo do FGTS.

Quanto rende?

É muito comum encontrar críticas ao baixo rendimento do fundo de garantia, o que atrapalharia a sua função inicial de ajudar o trabalhador a construir um patrimônio que o proteja em caso de imprevistos.

O FGTS passa por correção monetária todo dia 10 de cada mês. As atualizações são feitas com base nos parâmetros fixados para atualização da poupança e capitalização, com juros de 3% ​ao ano mais a variação da taxa referencial (TR).

Além disso, anualmente os trabalhadores recebem parte dos resultados do fundo, o que incrementa um pouco a sua rentabilidade, embora esses resultados variem de um ano para outro.

Junto com a liberação dos recursos, o governo chegou a anunciar que passaria a incorporar 100% dos resultados do fundo na rentabilidade, o que tornaria o FGTS finalmente uma aplicação interessante. Porém, em dezembro de 2019, o governo voltou atrás. Assim, tornou a vigorar a regra antiga, de distribuição de apenas "parte" dos recursos. 

Se você tem dinheiro a receber na nova leva de saques aprovado pelo governo, a Julia Wiltgen traz algumas opções do que fazer com os recursos.

Quem tem direito?

Todos os trabalhadores com contratos de trabalho firmados em regime CLT a partir de 05/10/1988 têm o direito ao FGTS garantido. Antes disso, o depósito feito pelo empregador era facultativo.

Além dos funcionários com carteira assinada, outros trabalhadores também podem usufruir do fundo de garantia.

Confira quem têm direito ao FGTS:

- Trabalhadores rurais
- Trabalhadores intermitentes
- Trabalhadores temporários
- Trabalhadores avulsos
- Operários rurais, que trabalham apenas no período de colheita
- Atletas profissionais
- Diretor não-empregado poderá ser equiparado aos demais trabalhadores sujeitos ao regime do FGTS
- Empregado doméstico

Administração

Você pode estar se perguntando, mas quem cuida de todo esse dinheiro?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é gerido e administrado por um Conselho Curador, composto por entidades representantes dos trabalhadores, empregadores e do governo federal.

Quem preside esse conselho (CCFGTS) é o representante da Secretaria Especial de Fazenda do Ministério da Economia. Entre outras atribuições, o órgão comanda a fiscalização do recolhimento das contribuições.

A Caixa Econômica Federal é o agente operador dos recursos do FGTS. O banco estatal centraliza todos os recolhimentos e controla as contas vinculadas, além de estabelecer as diretrizes administrativas operacionais de acesso ao fundo.

*Matéria atualizada após a desistência do governo de incorporar 100% dos resultados do FGTS à rentabilidade dos trabalhadores.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

decisão judicial

Justiça ordena religação de internet do governo do RJ; Oi alega inadimplência

Empresa acusa o governo do Estado de ter uma dívida com a empresa desde 2017 – hoje ela está em R$ 300 milhões

promessa de ipo

Locaweb compra ConnectPlug por R$ 18 milhões e avança em segmento de alimentação

Empresa comprada começou em food services mas hoje também atende outros segmentos, com foco em pequenas e médias empresas

seu dinheiro na sua noite

Mais fácil falar que fazer

Hoje foi um daqueles dias em que as falas dos detentores do poder no cenário doméstico até repercutiram no mercado, mas foram sobrepostas pelos fatos e pelo que aconteceu no exterior. O mercado local começou o dia animado com as apresentações do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, no badalado evento […]

perspectivas

Para Verde e SPX, auxílio emergencial por mais três meses não é preocupante

Luis Stuhlberger e Rogério Xavier dizem que a medida pode ser necessária, caso a vacinação demore demais; ambos veem 2021 positivo para os mercados

FECHAMENTO

Aceno liberal do governo não convence e bolsa fecha o dia no vermelho; na contramão, dólar cai mais de 3%

Em evento do Credit Suisse, Bolsonaro e Guedes reafirmaram o compromisso com o andamento das reformas e das privatizações, mas o mercado espera ações mais concretas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies