Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-09-28T16:55:24-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Vai atrasar?

O lançamento da Libra, o bitcoin do Facebook, pode ficar para depois de 2020

O presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, foi evasivo ao ser questionado sobre o lançamento da criptomoeda Libra, dizendo apenas não querer que o processo leve muito tempo

28 de setembro de 2019
15:24 - atualizado às 16:55
Montagem do logo da Libra (Criptomoeda do Facebook Libra) em uma criptomoeda
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Desde seu anúncio, em junho deste ano, a Libra tem movimentado as cotações do bitcoin e do mercado global de criptomoedas. Afinal, ter um nome como Facebook por trás da criação de uma moeda digital traz amplo respaldo e visibilidade para o segmento das moedas digitais.

  • Pela primeira vez em 42 anos, um dos maiores grafistas do Brasil vai revelar seus segredos para ganhar no mercado de criptomoedas. Leia mais aqui

Originalmente, a empresa comandada por Mark Zuckerberg estabeleceu o ano de 2020 como meta para que a Libra — uma espécie de bitcoin do Facebook — entrasse em funcionamento. No entanto, recentes declarações do executivo trouxeram dúvidas quanto ao cumprimento desse cronograma.

Em entrevista ao jornal japonês Nikkei Asian Review, Zuckerberg assumiu uma postura evasiva ao ser questionado sobre a estreia da Libra em 2020. "Obviamente, queremos avançar em algum momento em breve e não levar muito tempo para o lançamento", disse ele. "Agora estou realmente focado em garantir que façamos isso tudo com qualidade".

Zuckerberg tem defendido que a Libra ajudaria as pessoas em países emergentes a fazer parte do sistema financeiro. No entanto, os planos do Facebook têm gerado desconfiança por parte das autoridades, que questionam os efeitos que a criptomoeda poderia trazer à economia global — e o executivo mostrou-se aberto a dialogar com os órgãos regulatórios.

"Muitas pessoas têm dúvidas e questões, e estamos comprometidos em garantir que vamos trabalhar em todos esses pontos antes de prosseguirmos", disse o executivo, na entrevista à publicação japonesa.

Esse tom mais cauteloso possui relação com as recentes polêmicas em que o Facebook esteve envolvido nos últimos anos. Falhas de segurança e vazamentos de dados pessoais dos usuários minaram danificaram a imagem da empresa — assim, Zuckerberg diz preferir fazer as coisas "com calma".

"Essa é uma abordagem muito diferente da que nós teríamos adotado há cinco anos. Mas eu acho que é o caminho certo a seguir, considerando a escala em que estamos operando", concluiu Zuckerberg.

As declarações vagas do presidente do Facebook quanto ao lançamento da Libra coincidem com uma semana bastante ruim para o bitcoin: a criptomoeda, que era negociada perto dos R$ 42.000 na segunda-feira (23), passou por uma forte queda nos últimos dias, chegando ao nível de R$ 34.000 na sexta-feira (27).

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

GETT11 chega à bolsa com o pé direito, novo auxílio emergencial no horizonte e outros destaques do dia

Com as duas maiores economias do mundo frustrando as expectativas dos investidores e o futuro das contas públicas em um limbo, o Ibovespa não teve muito fôlego para escapar do vermelho e encerrou o dia em queda de 0,19%, aos 114.428 pontos. O Produto Interno Bruto (PIB) chinês, que cresceu 4,9% no terceiro trimestre, veio […]

Arrumando a mala

Locaweb (LWSA3) vai deixar a B3? Empresa estuda listagem nos Estados Unidos, afirma portal

Avaliada em R$ 13,5 bilhões, a empresa estreou na B3 em fevereiro do ano passado, mas pode estar prestes a abrir capital em outro país

FECHAMENTO DO DIA

Getnet (GETT11) e Lojas Americanas (LAME4) sobem forte, mas Ibovespa derrapa e dólar avança 1%

Dados econômicos na China e nos EUA decepcionaram os mercados, indicando desaceleração nas duas principais economias do mundo

Três vezes sem juros

CPFL Energia (CPFE3) parcela pagamento de R$ 1,7 bilhão em dividendos; primeira fatia cai na conta dos acionista ainda neste mês

O pagamento das primeiras duas prestações está marcado para os dias 22 de outubro e 16 de novembro, enquanto a terceira e última fatia cairá na conta dos acionistas até 31 de dezembro

MagaLu fora das urnas

Luiza Trajano confirma que não disputará as eleições, mas reforça que é uma ‘pessoa política’; entenda o posicionamento da empresária

A presidente do conselho de administração do MagaLu pretende assumir uma posição política apartidária ‘para defender causas que sejam boas para o Brasil’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies