Menu
2019-09-28T16:55:24-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Vai atrasar?

O lançamento da Libra, o bitcoin do Facebook, pode ficar para depois de 2020

O presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, foi evasivo ao ser questionado sobre o lançamento da criptomoeda Libra, dizendo apenas não querer que o processo leve muito tempo

28 de setembro de 2019
15:24 - atualizado às 16:55
Montagem do logo da Libra (Criptomoeda do Facebook Libra) em uma criptomoeda
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Desde seu anúncio, em junho deste ano, a Libra tem movimentado as cotações do bitcoin e do mercado global de criptomoedas. Afinal, ter um nome como Facebook por trás da criação de uma moeda digital traz amplo respaldo e visibilidade para o segmento das moedas digitais.

  • Pela primeira vez em 42 anos, um dos maiores grafistas do Brasil vai revelar seus segredos para ganhar no mercado de criptomoedas. Leia mais aqui

Originalmente, a empresa comandada por Mark Zuckerberg estabeleceu o ano de 2020 como meta para que a Libra — uma espécie de bitcoin do Facebook — entrasse em funcionamento. No entanto, recentes declarações do executivo trouxeram dúvidas quanto ao cumprimento desse cronograma.

Em entrevista ao jornal japonês Nikkei Asian Review, Zuckerberg assumiu uma postura evasiva ao ser questionado sobre a estreia da Libra em 2020. "Obviamente, queremos avançar em algum momento em breve e não levar muito tempo para o lançamento", disse ele. "Agora estou realmente focado em garantir que façamos isso tudo com qualidade".

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Zuckerberg tem defendido que a Libra ajudaria as pessoas em países emergentes a fazer parte do sistema financeiro. No entanto, os planos do Facebook têm gerado desconfiança por parte das autoridades, que questionam os efeitos que a criptomoeda poderia trazer à economia global — e o executivo mostrou-se aberto a dialogar com os órgãos regulatórios.

"Muitas pessoas têm dúvidas e questões, e estamos comprometidos em garantir que vamos trabalhar em todos esses pontos antes de prosseguirmos", disse o executivo, na entrevista à publicação japonesa.

Esse tom mais cauteloso possui relação com as recentes polêmicas em que o Facebook esteve envolvido nos últimos anos. Falhas de segurança e vazamentos de dados pessoais dos usuários minaram danificaram a imagem da empresa — assim, Zuckerberg diz preferir fazer as coisas "com calma".

"Essa é uma abordagem muito diferente da que nós teríamos adotado há cinco anos. Mas eu acho que é o caminho certo a seguir, considerando a escala em que estamos operando", concluiu Zuckerberg.

As declarações vagas do presidente do Facebook quanto ao lançamento da Libra coincidem com uma semana bastante ruim para o bitcoin: a criptomoeda, que era negociada perto dos R$ 42.000 na segunda-feira (23), passou por uma forte queda nos últimos dias, chegando ao nível de R$ 34.000 na sexta-feira (27).

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Aval do presidente

Bolsonaro aprova fundo eleitoral de R$ 2 bilhões em orçamento para 2020

O presidente Jair Bolsonaro aprovou a inclusão do fundo eleitoral no Orçamento do governo de 2020 — um mecanismo que prevê gastos de R$ 2 bilhões para as campanhas das eleições municipais

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

MAIS LIDAS: Bolha? Que bolha?

A matéria que discute uma suposta bolha nos fundos imobiliários foi a mais lida desta semana. Oi, aposentadoria e bolsa também estiveram entre os assuntos de destaque

Em busca de investidores

Guedes vai a Davos para ‘vender’ o Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, será a principal autoridade brasileira no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça

LIÇÕES DO PAI RICO, PAI POBRE

Ganhando bem, mas longe de ser rico?

Robert Kiyosaki, autor do best seller Pai Rico, Pai Pobre, escreve aos sábados sobre suas lições de finanças

DE OLHO NOS EMPRÉSTIMOS

BNDES aprova empréstimos a exportações de Embraer, Marcopolo, Mercedes e Scania

A maior das operações foi para a fabricante de aviões Embraer, que tomou empréstimo de US$ 285 milhões para financiar a exportação de 11 aeronaves modelo E175 para a American Airlines, nos Estados Unidos

FUNDOS DE PENSÃO

Assessores de Guedes e mais 28 viram réus por rombo em fundos de pensão

“O Ministério Público Federal produziu e apresentou a este Juízo peça acusatória formalmente apta, acompanhada de vasto material probatório, contendo a descrição pormenorizada contra todos os denunciados”, anotou Vallisney.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

De volta para o futuro

Quando escrevi aqui na newsletter que não é possível prever o futuro, um leitor me corrigiu. Em alguns casos podemos sim antecipar com razoável grau de precisão o que vai acontecer: que o diga a previsão do tempo. Ele tem razão, mas a mesma premissa válida para a meteorologia não se aplica ao mercado financeiro. […]

Bolsa forte

Otimismo externo se sobrepõe à hesitação local e Ibovespa sobe 2,58% na semana

Apesar do viés “misto” dos mais recentes dados da atividade doméstica, o otimismo em relação ao acordo EUA-China e a força mostrada pela economia chinesa sustentaram o bom desempenho do Ibovespa

É HORA DE TER CALMA

Estágio atual recomenda cautela na política monetária, repete presidente do BC

Esta avaliação já constou nos documentos mais recentes do BC, inclusive na comunicação de dezembro do colegiado, quando a Selic (a taxa básica de juros) recuou de 5,00% para 4,50% ao ano

O QUE BOMBOU NA SEMANA

Podcast Touros e Ursos: A economia brasileira no centro das atenções

A equipe do Seu Dinheiro comenta as principais notícias da semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements