Menu
2019-10-14T14:25:11-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
questão de privacidade

Facebook pagou por transcrição de arquivos de áudio de usuários

Caso foi revelado pela Bloomberg; empresa diz que usuários afetados teriam escolhido a opção de ter seus áudios transcritos

14 de agosto de 2019
7:20 - atualizado às 14:25
mark-zuckerberg
CEO Mark Zuckerberg chegou a negar a prática em depoimento do Congresso do Estados Unidos, em abril de 2018. - Imagem: Shutterstock

O Facebook pagou centenas de terceirizados para transcrever arquivos de áudios de usuários de seus serviços, disse a agência Bloomberg nesta terça-feira, 13.

De acordo com o texto, as pessoas contratadas não foram informadas sobre onde os áudios foram gravados e nem como foram obtidos.

À reportagem o Facebook confirmou que estava transcrevendo os áudios dos usuários. "Assim como a Apple e o Google, paramos a análise humana do áudio há mais de uma semana", disse a companhia.

O Facebook disse que usuários afetados teriam escolhido, no aplicativo de mensagens, a opção de ter seus áudios transcritos. Os terceirizados tinha de verificar se a inteligência artificial do Facebook interpretava corretamente as mensagens, que chegam aos funcionários como anônimas.

Baque financeiro

O Facebook sofre um escrutínio público nos últimos meses por conta do uso indevido de informações pessoais de usuários. Em julho, a empresa teve de fechar um acordo de US$ 5 bilhões com a Comissão Federal de Comércio - órgão de defesa do consumidor dos Estados Unidos.

A cifra impactou no lucro líquido do segundo trimestre deste ano da empresa, que caiu 49%, para US$ 2,6 bilhões. Por outro lado, o Facebook teve expansão na receita, em 28%, e na base de usuários, 8%.

Na tarde desta quarta-feira, as ações do Facebook negociadas na Nasdaq sofriam uma queda de mais de 4%, sendo cotadas a US$ 181. Acompanhe a cobertura de mercados de hoje do Seu Dinheiro.

Longa lista

Grandes empresas de tecnologia, incluindo a Amazon e a Apple, vêm sendo criticadas por coletar trechos de áudio de dispositivos e submetê-los a críticas humanas. A prática, segundo críticos, invade a privacidade.

A Bloomberg disse que informou pela primeira vez em abril que a Amazon tinha uma equipe de milhares de trabalhadores em todo o mundo ouvindo as solicitações de áudio do Alexa com o objetivo de melhorar o software.

Análise humana semelhante foi usada para o Assistente do Google da Siri e da Alphabet.

Desde então, Apple e o Google dizem que não estão mais envolvidos na prática, e a Amazon disse que permitirá que os usuários desativem a revisão humana.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Caixa vai fazer “road show” de IPO da Caixa Seguridade em todos os Estados

O banco pretende fazer a abertura de capital das subsidiárias de seguridade e de cartões neste ano. As outras duas unidades – loterias e gestora de fundos – devem demorar um pouco mais

martelo batido

CVM fecha acordo de R$ 450 mil em caso envolvendo executivos da Biosev

Processo era movido contra três ex-executivos da processadora de cana-de-açúcar; cada um vai ter que pagar R$ 150 mil

pingos os is

Investigação não encontrou irregularidades e não há mais nada a esclarecer, diz presidente do BNDES

Auditoria custou R$ 42,7 milhões; investigações internas do banco não encontraram nenhuma irregularidade nas operações

hora do balanço

Bancos liberam mais crédito no Brasil, mas custo segue elevado

Taxas de juros cobradas de empresas e famílias seguiram em níveis elevados. segundo dados do BC

Painel com gestores

Stuhlberger vê bolha se formando na bolsa, mas segue aplicado

Lendário gestor da Verde Asset diz que “olha porta de saída” da bolsa, mas vê boas perspectivas com avanço do PIB de consumo

olho nos números

Taxa do cheque especial cai para 302,5% em dezembro

Desde julho de 2018, os bancos estão oferecendo um parcelamento para dívidas no cheque especial. A opção vale para débitos superiores a R$ 200.

balanço

Crise do 737 Max faz Boeing ter o primeiro ano de prejuízo desde 1997

Empresa perdeu US$ 636 milhões em 2019, após apresentar prejuízo de US$ 1,01 bilhão no quarto trimestre – analistas esperavam por lucro de US$ 636 milhões no período

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Expectativa

Ibovespa cai e acompanha a cautela global antes da decisão de juros nos EUA; dólar sobe a R$ 4,20

Sem tirar o coronavírus do radar, o Ibovespa acompanha o exterior e opera em leve alta, aguardando o parecer do Federal Reserve em relação à taxa de juros nos EUA

no balanço

Santander Brasil tem lucro de R$ 14,5 bilhões em 2019, e aumenta a participação nos ganhos do grupo

Filial brasileira divulgou resultados do quarto trimestre; lucro chegou a R$ 3,7 bilhões, avançando 9,49%; retorno sobre patrimônio bate 21,3%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements