A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-10-10T18:07:43-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Maior alta do Ibovespa

Ações da Yduqs (ex-Estácio) disparam com resultado surpreendente de captação de alunos

A Yduqs reportou um crescimento forte na captação de alunos no semestre, tanto no EAD quanto no presencial, o que dá força às ações nesta quinta-feira

10 de outubro de 2019
13:11 - atualizado às 18:07
fachada de faculdade da Estácio
Fachada de faculdade da Estácio - Imagem: Liz Guimarães/Estadão Conteúdo

De uns tempos para cá, a Yduqs — antiga Estácio, para quem ainda não se acostumou com o novo nome da empresa — associou fortemente sua marca ao ensino a distância. A modalidade presencial ainda é bastante representativa, mas a companhia vem apostando cada vez mais na expansão do EAD para turbinar seus resultados.

Nesse contexto, a gigante do setor de educação divulgou mais cedo seus números de captação de alunos ao longo do primeiro semestre, mostrando um salto no segmento de ensino a distância — conforme já era esperado. No entanto, o saldo surpreendentemente forte de captação na divisão presencial pegou o mercado de surpresa.

E qual o tamanho da surpresa? As ações ON da companhia (YDUQ3) dispararam 6,39% e fecharam cotadas a R$ 36,28, liderando a ponta positiva do Ibovespa nesta quinta-feira (10) — o índice terminou o dia em alta de 0,56%, aos 101.817,13 pontos.

Ao todo, a Yduqs captou 132.353 novos alunos nos primeiros seis meses desse ano, montante 45% maior que o volume registrado no mesmo intervalo de 2018. Desse montante, 86.616 estudantes foram matriculados em cursos de EAD ou da modalidade flex — uma alta de 62% na mesma base de comparação.

No entanto, o que chamou a atenção foi a recuperação no segmento presencial, que teve um crescimento de 20% no total de alunos captados em um ano, totalizando 45.737 novos estudantes. "A captação cresceu em todas as geografias, com resultados relevantes vindos de novos cursos e de uma postura comercial mais agressiva em mercados específicos", disse a Yduqs, em comunicado.

Essa estratégia mais competitiva, por outro lado, resultou numa queda do ticket médio do período, conforme levantamento preliminar realizado pela própria empresa — os dados oficiais dessa métrica, no entanto, só serão conhecidos junto com o balanço da Yduqs no terceiro trimestre do ano.

A companhia ainda divulgou que a base total de alunos de graduação ao fim de setembro chegava a 495.293 estudantes, um aumento de 10% em relação ao mesmo período do ano passado. Nesse dado, destaque para a influência cada vez menor do Fies nos números da Yduqs.

A gigante do setor educacional ainda possui 40.769 alunos matriculados pelo Fies em sua base, uma queda de 37% em um ano. Por outro lado, os estudantes de cursos presenciais que não usam o programa de financiamento subiu 6% na mesma base de comparação, para 237.154 pessoas — os matriculados nas modalidades EAD e flex chegam a 217.370, um salto de 34% em um ano.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

IMPASSE CONTINUA

Vitória do governo ameaçada? FUP vai à Justiça para anular resultado de assembleia que elegeu novo conselho da Petrobras (PETR4)

19 de agosto de 2022 - 20:20

A FUP vai centrar argumentação contra a eleição a conselheiros de dois nomes barrados pelo Comitê de Elegibilidade da estatal

1ª troca em 20 anos

Americanas (AMER3) anuncia Sergio Rial, ex-CEO do Santander, para o comando da companhia no lugar de Miguel Gutierrez

19 de agosto de 2022 - 19:17

Trata-se da primeira troca no cargo de diretor presidente da varejista em 20 anos; Rial assumirá cargo no início do ano que vem

Acionistas felizes

Dividendos: Telefônica (VIVT3) e Marfrig (MRFG3) pagam nova rodada de proventos. Veja as condições para receber

19 de agosto de 2022 - 19:14

A Telefônica não fixou data para o pagamento dos dividendos, mas segundo a companhia, os créditos serão realizados até 31 de julho de 2023

VAI DISPARAR?

Polo Capital aumenta participação na Tenda (TEND3) e se aproxima do gatilho para “poison pill”; construtora discutirá fim do mecanismo em assembleia

19 de agosto de 2022 - 18:36

O movimento ocorre poucos dias após a companhia anunciar que, atendendo a um pedido da gestora, vai convocar uma Assembleia Geral Extraordinária para discutir a exclusão da “poison pill” de seu estatuto social

FECHAMENTO DO DIA

Frente fria chega ao Ibovespa e índice recua 1,12% na semana; dólar vai a R$ 5,16

19 de agosto de 2022 - 18:33

Apesar da semana calma, o Ibovespa refletiu a cautela com os juros americanos e a queda das commodities

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies