Menu
2019-08-30T13:31:26-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
PARCERIA ESTRATÉGICA

Lojas Americanas nos postos da BR Distribuidora? ‘Namoro’ está em curso e o mercado aprova

As duas empresas anunciaram nesta sexta-feira (30) que assinaram um memorando de entendimentos para avaliar uma parceria estratégica na gestão das lojas de conveniências dos postos. 

30 de agosto de 2019
11:27 - atualizado às 13:31
Posto de gasolina da BR Distribuidora;
Posto de gasolina da BR Distribuidora; Lojas Americana pode assumir gestão de área de conveniência - Imagem: Divulgação/Petrobras

Quando você parar para abastecer o seu carro em um posto da BR Distribuidora pode ser que encontre uma Lojas Americanas na área de "conveniência". As duas empresas anunciaram nesta sexta-feira (30) que assinaram um memorando de entendimentos para avaliar uma parceria estratégica na gestão das lojas de conveniências dos postos.

Trata-se ainda de um acordo preliminar e os detalhes ainda não estão fechados. "Não obstante a celebração do memorando de entendimentos, as discussões entre a Lojas Americanas e a BR
Distribuidora encontram-se em estágio preliminar e não vinculante, permanecendo indefinidos quaisquer termos ou condições relevantes dessa possível Parceria Estratégica, incluindo estrutura,
prazo e valores", disse a Lojas Americanas em comunicado aos investidores.

Já a BR Distribuidora destacou que o memorando é uma etapa na definição de um novo modelo de negócios para o segmento de conveniência, pensando para maximizar a geração de valor para a companhia. "Destacamos que o processo competitivo para definição do parceiro está sendo conduzido pela BR Partners e conta, ainda, com a participação de outros potenciais candidatos. Vale ressaltar que a decisão sobre o modelo de negócio e escolha do parceiro está condicionada à aprovação dos órgãos de governança de ambas as partes."

Namoro aprovado

O mercado aprovou o "namoro" entre as empresas. Por volta das 11h, as ações da Lojas Americanas sobem mais de 3% e despontavam como a segunda maior alta do Ibovespa. Já as ações da BR Distribuidora subiam cerca de 0,3%. Confira a cobertura completa dos mercados nesta sexta-feira.

Um gestor de uma asset de São Paulo disse ao Seu Dinheiro que o negócio é positivo para ambas as empresas. "A Lojas Americanas compra um ativo com grande penetração geográfica, e bastante mal administrado, e BR Distribuidora consegue atrair um operador focado em lojas de conveniência com experiência no mercado local", explicou o gestor.

A BR Distribuidora possui cerca de 30% do mercado de distribuição de combustível no país e cerca de 1.300 lojas de conveniência na sua rede.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

executivo de carreira

Vice-presidente do BB, Walter Malieni, morre aos 50 anos

Executivo de carreira do BB, com mais de 35 anos de casa, Malieni completaria 51 anos em novembro

números da covid

Covid-19: Brasil tem 2,96 milhões de casos e 99,5 mil mortes

Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.079 óbitos, segundo o balanço diário do Ministério da Saúde divulgado hoje (7)

Reserva de R$ 1,3 bi para gastos

Iguatemi vai recomprar até 1,3 milhão de ações

Quantidade representa 1,5% dos papéis em circulação da companhia. Ações acumulam queda de mais de 30% no acumulado de 2020

seu dinheiro na sua noite

Uma conversa sobre investimentos para o meu pai

O primeiro salário que recebi na vida foi em julho de 1994, mês inaugural do Plano Real. Foi com esse dinheiro que saí pelas lojas do bairro do Gonzaga, em Santos, em busca de um presente para dar no Dia dos Pais. Desde então, esse sempre foi um problema para mim, porque meu pai não […]

Preferência

Oi fecha acordo de exclusividade com Vivo, Claro e Tim para venda de operação móvel, diz jornal

Após fim da exclusividade da Highline, que desistiu de fazer nova oferta, teles brasileiras passam à frente, com oferta de R$ 16,5 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements