Menu
2019-12-11T19:29:15-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Jornalista formado pela Universidade de Federal do Paraná (UFPR). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros veículos.
altas do dia

Ações de Kroton e Estácio sobem forte após MEC ampliar ensino a distância no País

Medida tende a reduzir os custos de ambas as empresas; segundo um analista, entra na conta dos investidores a perspectiva de melhora da economia

11 de dezembro de 2019
13:58 - atualizado às 19:29
fachada de faculdade da Estácio
Fachada de faculdade da Estácio - Imagem: Liz Guimarães/Estadão Conteúdo

As ações da Cogna (antiga Kroton) e da Yduqs (anteriormente chamada de Estácio) lideram os ganhos do Ibovespa nesta quarta-feira (11) após o governo ampliar o ensino a distância (EAD) no País.

O Ministério da Educação (MEC) divulgou uma portaria permitindo que até 40% da carga horária dos cursos superiores presenciais no Brasil sejam ofertados na modalidade EAD. O limite anterior era de 20%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

As ações ON da Cogna (COGN3) fecharam o pregão desta quarta em alta de 7,08%, sendo negociadas a R$ 11,95. Os papéis da Yduqs (YDUQ3) avançaram 4,25%, a R$ 44,15. No ano, a alta de cada uma é de 36,32% e 89,27%, respectivamente.

A medida anunciada pelo governo tende a reduzir os custos de ambas as empresas. Segundo o analista da Guide Investimentos, Luis Sales, entram na conta dos investidores a perspectiva de melhora da economia, que avançou 0,6% no terceiro trimestre. 

"A gente começa a enxergar um momento mais favorável, passado o período de reestruturação pós-Fies [programa de financiamento estudantil do governo federal, vitrine das gestões do PT]", diz o especialista. 

O EAD foi a saída que as gestões de Cogna e Yduqs encontraram para tentar suprir a baixa do Fies. No passado, ambas cresceram embaladas por recursos do programa federal. Mas, com a crise financeira, os recursos do governo minguaram, e a inadimplência dos alunos aumentou. 

Além de investirem em EAD, Cogna e Yduqs também trocaram de nome — anteriormente se chamavam Kroton e Estácio, respectivamente. 

Não são só as medidas do governo federal que afetam os papéis dessas empresas. Em março deste ano, a ameaça do presidente Jair Bolsonaro de uma "Lava Jato da educação" fez as ações das companhias que oferecem cursos superiores caírem em torno de 2% em um dia.

Em novembro, o governo recuou da ideia de uma investigação de gestões anteriores do Ministério da Educação — que nesse meio-tempo também trocou de comando, com a entrada do economista Abraham Weintraub.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

15 notícias para você começar o dia bem informado

A temporada de balanços financeiros do quarto trimestre de 2019 começa nesta semana. As primeiras empresas a mostrar seus números serão Cielo e Santander. O Seu Dinheiro trará toda segunda-feira as expectativas do mercado para os balanços das principais empresas. É bom você saber o que os analistas estão esperando para poder identificar o que surpreendeu.  […]

um novo cenário

Após compra pela Boeing, Embraer terá de se reinventar

Fontes do mercado admitem que a Embraer remanescente será menor, mas não são pessimistas com o futuro da companhia

semiparlamentarismo?

Só um em cada cinco projetos que Câmara vota é do governo

Dos projetos votados em 2019, apenas 21% tiveram como autor o Poder Executivo – a menor parcela, no primeiro ano de mandato, desde o começo do governo Lula

focus

Mercado reduz estimativas para inflação e Selic em 2020

Segundo a publicação do Banco Central, a Selic deve terminar o ano a 4,25% – ante 4,50% da semana passada. A projeção para o IPCA passou de 3,56% para 3,47%

nova realidade

Open banking começa a ser implementado no segundo semestre de 2020

Medida é a principal bandeira do BC para modernizar o sistema financeiro brasileiro e aumentar a competição no mercado

Uma fatia pode ser sua

BNDES destina 20% de ações da Petrobras a pessoas físicas

Petrobras afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que pelo menos entre 10% e no máximo 20% das ações serão destinadas a investidores de varejo. O início das negociações, no mercado secundário, está previsto para 7 de fevereiro

expandindo horizontes

Taurus assina acordo de parceria com empresa indiana

Jindal Group é a maior fabricante de aço da Índia e uma das dez maiores do mundo, com um faturamento anual superior a US$ 24 bilhões

Esquenta dos mercados

Disseminação rápida do coronavírus assusta e doença continua pautando os negócios

Investidores seguem cautelosos com o vírus chinês. Além disso, temporada de balanços movimenta o Brasil e o exterior

novos voos

Boeing realiza voo inaugural de aeronave 777X

Início de serviço da nova aeronave está atrasado devido a problemas técnicos; possivelmente começará a realizar voos comerciais durante um período de desaceleração dos pedidos de aeronaves maiores

marque na agenda

Santander e Cielo abrem temporada de resultados do 4º trimestre de 2019; veja o que esperar

Empresas passam por movimento de adaptações, com taxas de juros a mínimas históricas, mudanças promovidas pelo governo que afetam o mercado e o avanço das fintechs

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements