Menu
2019-09-25T12:08:41-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
olhos no futuro

Facebook avança em planos para o cérebro do usuário em negócio bilionário

Empresa comprou a startup CTRL-Labs, que desenvolve um software para medir a atividade neural de uma pessoa e determinar o movimento que o usuário pensa em fazer

25 de setembro de 2019
12:02 - atualizado às 12:08
Mark Zuckerberg
Mark Zuckerberg, CEO do Facebook - Imagem: Shutterstock

O Facebook avançou em seus planos para o cérebro do usuário. O vice-presidente da divisão de Realidade Virtual e Realidade Aumentada do Facebook, Andrew Bosworth, anunciou em seu perfil na rede social que a empresa comprou a startup CTRL-Labs.

  •  LEIA HOJE: Estão oficialmente abertas (por tempo limitado ou enquanto durarem as vagas) as inscrições para o melhor curso de análise gráfica para enriquecer em qualquer mercado. Entre aqui e aproveite!

A iniciativa desenvolve um software que permite ao usuário controlar dispositivos apenas com o pensamento. Com uma pulseira, é startup hoje consegue medir a atividade neural de uma pessoa e determinar o movimento que o usuário está pensando em fazer. A atividade neural é então "traduzida" em um movimento não físico, mas na tela de um computador, por exemplo.

Segundo a Bloomberg, a rede social desembolsou entre US$ 500 milhões e US$ 1 bilhão (o equivalente a R$ 4,1, pela cotação de ontem) pela empresa, que tem quatro anos de existência e capital fechado. À publicação, a empresa não quis comentar o negócio.

Mas as ações do Facebook nesta terça-feira, no primeiro dia de pregão pós-anúncio, tiveram queda de 2,97%, a US$ 181, 28. Nesta quarta, os papeis da companhia também operavam em baixa: por volta das 12h, eram negociados a 179,73. Veja nossa cobertura de mercados.

Aquisição importante

A imprensa americana diz que a compra a CTRL-Labs pode um dia ser uma parte essencial por conta da chamada realidade aumentada. Com a tecnologia aplicada a um óculos, por exemplo, seria importante que o usuário pudesse controlar sua atividade online sem uma ferramenta física.

O próprio Facebook tem trabalhado em sua própria tecnologia de realidade aumentada. Em 2017, conforme lembra a publicação, a empresa anunciou uma interface casando a atividade entre cérebro e computador que pode um dia permitir que as pessoas transforme pensamentos em textos na tela. A tecnologia da CTRL-Labs resolveria um problema similar, disse a Bloomberg.

"A pulseira decodificará esses sinais [dos neurônios] e os converterá em um sinal digital, que seu dispositivo poderá entender, dando a você o controle sobre sua vida digital", escreveu Bosworth em seu perfil.

A aquisição da CTRL-Labs é feita um momento especialmente desafiador para o Facebook. A empresa passa por um um escrutínio público nos últimos meses por conta do uso indevido de informações pessoais de usuários.

A questão tem um impacto não só na imagem, mas também financeiro. Em julho, a empresa teve de fechar um acordo de US$ 5 bilhões com a Comissão Federal de Comércio - órgão de defesa do consumidor dos Estados Unidos.

A cifra impactou no lucro líquido do segundo trimestre deste ano da empresa, que caiu 49%, para US$ 2,6 bilhões. Por outro lado, o Facebook teve expansão na receita, em 28%, e na base de usuários, 8%.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

em diário oficial

Bolsonaro sanciona nova Embratur e veta incetivos fiscais para setor do turismo

Texto está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira e resultou da aprovação de projeto de lei de conversão da Medida Provisória 907/2019

modelos possíveis

IPO minoritário de projeto em infraestrutura por ente público é erro, diz Albuquerque, do BNDES

Chefe do Departamento de Estruturação de Parcerias do BNDES disse que o mercado não tem recursos para entrar nesses projetos

decisão no Comitê RenovaBio

Governo recusa pedido de elevar mistura de biodiesel para 13% a partir de julho

Demanda visava ajudar a indústria do biocombustível durante a crise da pandemia, que reduziu a demanda por diesel e, com isso, diminuiu a venda dos produtores de biodiesel

diz anp

Três novas empresas são inscritas na oferta permanente de campos de petróleo

Essa uma modalidade de concessão que funciona como um banco de ofertas ininterruptas de campos e blocos devolvidos à ANP e de blocos exploratórios ofertados em licitações anteriores e não arrematados

ficará de licença

Após internação, novo exame de Toffoli dá negativo para covid-19

De acordo com o boletim, Toffoli apresentou “melhora considerável” em seu quadro respiratório, depois de ter sido internado no sábado (23) com sintomas

Forte alívio

Ibovespa sobe forte e dólar cai a R$ 5,46, refletindo o alívio no risco político

O Ibovespa já se aproxima dos 85 mil pontos e o dólar fica abaixo de R$ 5,50. O mercado reage positivamente ao vídeo da reunião ministerial e aproveita o feriado nos EUA para ter um dia tranquilo

Exile On wall street

Ganha-ganha ou tango à beira do precipício?

Na eventualidade de uma surpresa negativa, o mercado vai desafiar o BCB, questionando sua capacidade de conter uma disparada de câmbio, até o limite de sofrermos um ataque especulativo

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta segunda-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

13 notícias para começar o dia bem informado

A semana começa com um feriado lá fora e um “feriadinho” meia boca no estado de São Paulo. Enquanto Wall Street permanece fechado, a bolsa brasileira opera normalmente. O feriado antecipado pelo governo de São Paulo não colou no mercado financeiro. Recebi inúmeros comunicados de empresas e bancos informando que terão expediente normal. Os investidores […]

efeito coronavírus

Confiança do comércio sobe 6,2 pontos em maio, afirma FGV

Nos dois meses anteriores, o índice tinha acumulado uma perda de 38,6 pontos e descido ao menor nível da série histórica

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements