Menu
2019-12-23T17:46:31-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Vai um drink?

Gin Tônica, Spritz e Vodka: a Coca-Cola chega ao mercado de bebidas alcoólicas no Brasil

A Coca-Cola lançou três novos produtos da linha Schweppes com 5% de teor alcoólico, marcando a estreia da empresa no setor de bebidas alcoólicas no Brasil

23 de dezembro de 2019
17:46
Schweppes Gin Tônica, da Coca-Cola
Schweppes Gin Tônica, da Coca-Cola - Imagem: Coca-Cola

A Coca-Cola preparou uma surpresa de Natal para os consumidores brasileiros, com um lançamento exclusivo para o mercado nacional. Mas não estamos falando de algum refrigerante feito sob medida para o país ou alguma nova linha de sucos.

A empresa já começou a vender três novos sabores da marca Schweppes: Gin Tônica, Spritz e Vodka & Citrus, com 5% de teor alcoólico — e que tendem a rivalizar com outras bebidas "mistas", como a Smirnoff Ice ou a 51 Ice.

Mais que isso: a novidade marca a estreia da Coca-Cola no segmento de produtos alcoólicos no Brasil. O lançamento da nova linha da Schweppes — batizada de "Premium Drinks" — dá continuidade à estratégia de imersão gradual da empresa nesse universo.

Em julho deste ano, a Coca-Cola lançou a primeira bebida alcoólica de sua história: a Lemon-Do, um produto fermentado sabor limão que é vendido apenas no Japão. O Brasil, assim, é apenas o segundo mercado global a receber uma empreitada do tipo.

Schweppes Vodka & Citrus, da Coca-Cola

Vendas restritas

Por enquanto, ainda não dá para encontrar as novas Schweppes em qualquer lugar. O jeito mais fácil é através da loja virtual da Coca-Cola: por lá, cada garrafa com 250 ml custa R$ 7,99, com entregas em todo o Brasil. Se preferir, algumas lojas da rede AMPM em São Paulo já estão vendendo as bebidas, mas por um preço maior: R$ 9,90.

Apenas como base de comparação, veja os preços — e teores alcoólicos — de algumas bebidas semelhantes que já estão no mercado. Os valores foram todos retirados do site do supermercado Pão de Açúcar:

  • Smirnoff Ice, garrafa com 275 ml: R$ 4,99 (6% de teor);
  • 51 Ice, garrafa com 275 ml: R$ 4,59 (5,5% de teor);
  • Askov Ice, garrafa com 275 ml: R$ 4,59 (5,5% de teor);
  • Skol beats senses, garrafa com 313 ml: R$ 5,69 (8% de teor);

Diversificação

Nos últimos anos, a Coca-Cola tem buscado diversificar sua linha de produtos, de modo a reduzir a dependência do mercado de refrigerantes — bebidas cujo consumo têm diminuído em escala global.

Atualmente, a Coca-Cola divide suas operações em quatro grandes áreas: refrigerantes, sucos, águas e cafés. A empresa não abre os volumes comercializados de cada uma dessas divisões, mas, no terceiro trimestre deste ano, reportou crescimento em todos eles — o destaque foi o segmento de cafés e chás, que cresceu 4% na base anual.

“Schweppes é uma marca mundialmente reconhecida em coquetelaria. Então, vemos a nova linha como uma extensão natural da marca no Brasil”, diz Renato Shiratsu, diretor de inovação da Coca-Cola no país.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Coronavírus

Brasil atinge 100 mil mortos por covid-19; STF decreta luto de 3 dias

Enquanto isso, Bolsonaro destaca 2 milhões de recuperados

Balanço

Lucro da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, sobe 87% no 2º trimestre

Recuperação do mercado de ações teve bons reflexos no balanço da companhia do megainvestidor Warren Buffett, mas no ano a empresa ainda amarga prejuízo

Às vésperas do orçamento

Ministros pedem mais recursos a Guedes

Sob pressão interna para ampliar os gastos como forma de combater os efeitos econômicos da covid-19, o ministro da Economia, Paulo Guedes, precisa entregar o Orçamento do ano que vem até o dia 31 deste mês

Entrevista

Meirelles: ‘A raiz da pressão por aumento de gastos é sempre a mesma, eleição’

Em entrevista ao Estadão, Henrique Meirelles lembra que o País tem pouca memória e que quebrar o teto levaria a uma crise muito maior do que a de 2015

Confirmação

Acordo de exclusividade das teles com a Oi terá renovação automática

Acordo entra em vigor no dia 11 de agosto e foi confirmado por Tim e Vivo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements