Menu
2019-10-02T18:16:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
pé em novos terrenos

Arezzo aposta além da moda feminina e fecha parceria com a Vans no Brasil

Por cinco anos, brasileira ficará responsável pela distribuição da marca no país; empresa ainda investirá R$ 50 milhões em estoques de produtos, entre outras coisas

2 de outubro de 2019
11:07 - atualizado às 18:16
Vans Old Skool
Tênis icônico da marca, o Vans Old Skool. - Imagem: Shutterstock

Conhecida pelos calçados femininos, a Arezzo vai pisar em novos terrenos. A empresa fechou uma parceria com americana Vans. Com o acordo, a brasileira - líder no mercado local de calçados, bolsas e acessórios femininos - põe os pés também no segmento de moda jovem.

  • O Melhor Curso de Análise Gráfica está com INSCRIÇÕES ABERTAS. Vagas exclusivas e promocionais para leitores Seu Dinheiro, apenas por este link.

O anúncio da parceria com a Vans foi bem recebida pelo mercado. Os papéis ON da Arezzo (ARZZ3) fecharam o pregão desta quarta-feira (2) em alta de 2,96%, a R$ 51,15 — e isso num dia amplamente negativo para o mercado acionário brasileiro, com o Ibovespa recuando quase 3%. Acompanhe nossa cobertura de mercados.

A parceria com a americana dá à Arezzo o direito de licenciamento e distribuição exclusiva no Brasil da marca. A companhia passa a ser responsável pela gestão de fornecedores, logística, distribuição, franchising, e-commerce e expansão de lojas da Vans no país. O contrato é válido por cinco anos, com possibilidade de extensão por mais dois.

A brasileira informou também que investirá cerca de R$ 50 milhões na aquisição de estoques de produtos e de quatro outlets próprios Vans em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Nova vertente

Segundo o CEO da Arezzo, Alexandre Birman, a parceria com a Vans é um passo importante na estratégia de transformação da companhia em uma plataforma de gestão de marca. "Abrimos uma nova vertente de crescimento. A Vans, em conjunto com as relevantes marcas existentes em nosso portfólio, expande nossa base de clientes", diz.

Com a parceria, a empresa espera ampliar o diálogo com um novo perfil de consumidor e a atuar em novas categorias, como vestuário, infantil e masculino.

A companhia diz que, sob sua gestão, haverá a expansão da produção local dos artigos Vans. A rede de distribuição também deve ser ampliada, sobretudo por meio de lojas franqueadas. Hoje, cerca de 70% das vendas da Vans estão concentradas na região sudeste.

Há dois anos, a Arezzo iniciou seu processo de transformação digital, com progressiva integração do e-commerce e das lojas físicas de suas marcas. Até o final deste ano, a empresa diz que todas as lojas estarão integradas ao site. Hoje, o e-commerce representa cerca de 10% das vendas totais da companhia.

A Vans possui um escritório-sede em São Paulo, que será mantido, bem como uma estrutura dedicada à marca. Fundada em 1966, na Califórnia, a empresa é uma marca de tênis, vestuário e acessórios focada na cultura jovem. Em 2004, a empresa passou a fazer parte da VF Corporation, uma das maiores empresas globais de roupas, calçados e acessórios relacionados a estilo de vida.

A VF tem ações negociadas na Bolsa de Valores de Nova York e um faturamento anual de cerca de 12 bilhões de dólares. A companhia também controla marcas como Kipling, Timberland, The North Face e JanSport.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

manifestações americanas

Trump ameaça usar militares para conter atos contra racismo

EUA registraram ontem o sétimo dia seguido de manifestações antirracistas, após a morte de George Floyd, um homem negro de 46 anos, asfixiado por um policial branco

mundo pós-covid

Não podemos entrar em briga tola contra a globalização, diz Mansueto

Secretário do Tesouro afirmou que o Brasil precisa expandir a presença no mercado internacional e aumentar tanto as exportações quanto as importações

R$ 4 bi a mais

CMN amplia limite para contratação de operações de crédito sem garantia da União

Ministério da Economia afirma que os novos limites entram em vigor a partir desta segunda-feira, 1º

mudança histórica

Opportunity vai transformar Hotel Glória em residências de luxo

Inaugurado em 1922 para ser o primeiro cinco estrelas do Brasil, o Glória, em quase um século de existência, foi prestigiado por 19 chefes de Estado, além de artistas e políticos do mundo todo

Ações do mês

Vale, Magazine Luiza, Petrobras e JBS: como se comportaram as principais indicações das corretoras em maio?

As ações mais indicadas pelas corretoras tinham um perfil comum: resiliência e capacidade de adaptação. Elas foram muito testadas durante os últimos 30 dias, mas passaram com louvor

CAÇADOR DE ASSIMETRIAS

Direto ao ponto: comprar ou não comprar dólar?

A verdade é que ninguém sabe se o dólar vai cair, subir, andar de lado, dar cambalhota ou mortal carpado. Diante disso, quando me perguntam “comprar ou não comprar dólar”; eu devolvo com um segunda questionamento: “depende, você já tem dólar?”

Decisão em plenário

Toffoli marca julgamento sobre inquérito das fake news para semana que vem

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, marcou para a próxima quarta, 10, o julgamento sobre a continuidade ou não das apurações do inquérito das fake news

Ministério atualiza dados

Brasil chega a 526,4 mil casos e 29,9 mil mortes por coronavírus

Até o momento, 211.080 pacientes estão recuperados da doença

seu dinheiro na sua noite

O mundo em ebulição

Caro leitor, Não bastasse uma pandemia mundial que paralisou a economia, tensões políticas no Brasil e o retorno da troca de farpas entre Estados Unidos e China, temos assistido também, nos últimos dias, a intensos protestos nos EUA contra o racismo. No último fim de semana, às já habituais manifestações em apoio ao governo aqui […]

Cresceu 3,7% em 2019

Vendas de festa junina nos supermercados devem crescer 0,6% em SP, diz associação

A perspectiva do avanço de vendas em supermercados é bem menor do que a registrada no ano passado, um crescimento de 3,7%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements