Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-12T12:25:57-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Câmbio

Quer entender a alta do dólar por aqui? Dê uma olhada no Chile

Dólar opera em alta, na linha de R$ 4,18, refletindo movimento de aversão ao risco regional puxada pelo Chile, onde o peso cai mais de 4%

12 de novembro de 2019
12:25
Dólar em alta
Dólar em alta - Imagem: Shutterstock

Na dúvida, compre dólar. Essa máxima de mercado dita a formação de preço das taxas de câmbio na América Latina nesta terça-feira. Quem puxa a fila é o Chile, onde o peso cai quase 5%, prestes a romper a linha de 800 pesos por dólar, cotação nunca vista antes.

Essa onda compradora também acontece, em menor proporção, no México, Colômbia e, claro, no mercado brasileiro, o mais líquido de toda a região. Por volta das 12h15, o dólar comercial tinha alta de 0,88%, a R$ 4,179, depois de fazer máxima a R$ 4,1875, cotação não vista desde a máxima histórica nominal de 13 de setembro de 2018. Quem escapa, por ora, é o peso argentino, com leve alta.

O peso perde valor de forma mais acentuada desde ontem, conforme os protestos contra o governo chileno seguem em marcha em meio à convocação de uma greve geral, mesmo depois do anúncio de uma assembleia constituinte.

Além do Chile, essa onda de aversão ao risco regional também encontra suporte na Bolívia, onde Evo Morales renunciou à presidência no fim de semana e ainda há indefinição sobre a ocorrência de novas eleições no país.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Tensão EUA-China

Executiva da Huawei detida no Canadá em 2018 volta à China após acordo com os EUA

Confinada à cidade de Vancouver há quase três anos, onde havia sido presa sob acusação de fraude, CFO da Huawei, Meng Wangzhou, protagonizou incidente diplomático entre Canadá, EUA e China

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: O destino da Evergrande, uma análise da Vale e seis ações indicadas por analistas

A semana que termina nos mercados foi marcada pela incerteza quanto ao futuro da incorporadora chinesa Evergrande e seus desdobramentos sobre a economia global. A crise na empresa, que tem um passivo oscilando à beira da insolvência, é consequência do aperto monetário e regulatório sobre o setor promovido pelo governo chinês desde o final do […]

Estimativas

Carrefour (CRFB3) divulga projeção para Atacadão e estima R$ 100 bi em vendas em 2024

A projeção de vendas brutas da rede no exercício social que se encerrará em 31 de dezembro de 2021 é de R$ 60 bilhões

PODCAST MESA PRA QUATRO

Da Conga até o Tik Tok: Gretchen conta de sua carreira artística e como administra seu dinheiro

Aos 60 anos, Gretchen relata sobre sua independência financeira e histórias de família e de carreira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies