Menu
2019-05-28T16:53:17-03:00
DÍVIDA INTERNA E EXTERNA

Dívida pública federal cai 1% e fecha abril em R$ 3,878 trilhões, diz Tesouro

Correção de juros no estoque da DPF foi de R$ 28,80 bilhões em abril, quando houve um resgate líquido de R$ 69,36 bilhões.

28 de maio de 2019
11:17 - atualizado às 16:53
Dinheiro; notas e moedas de real
Imagem: Shutterstock

O estoque da dívida pública federal (DPF) caiu 1,00% em abril, a R$ 3,878 trilhões. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 28, pelo Tesouro Nacional. Em março, o estoque estava em R$ 3,917 trilhões.

A DPF inclui a dívida interna e externa. A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) caiu 1,09% e fechou o mês passado em R$ 3,723 trilhões.

Já a Dívida Pública Federal externa (DPFe) ficou 1,03% maior, somando R$ 155,29 bilhões no quarto mês do ano.

A correção de juros no estoque da DPF foi de R$ 28,80 bilhões em abril, quando houve um resgate líquido de R$ 69,36 bilhões.

12 meses

A parcela da DPF a vencer em 12 meses subiu de 16,41% em março para 15,92% em abril, segundo o Tesouro Nacional. O prazo médio da dívida subiu de 4,15 anos em março para 4,22 anos no mês passado.

O custo médio acumulado em 12 meses da DPF passou de 9,79% ao ano em março para 9,77% ao ano em abril.

Estrangeiros

Os estrangeiros aumentaram a participação na dívida pública brasileira em abril . A fatia dos investidores não-residentes no Brasil no estoque da DPMFi subiu de 12,24% em março para 12,50% no mês passado, somando R$ 465,43 bilhões, segundo os dados divulgados pelo Tesouro Nacional. Em março , o estoque nas mãos de estrangeiros estava em R$ 460,88 bilhões.

O grupo previdência foi o maior detentor de papéis do Tesouro, com a participação passando de 24,15% em março para 25,56% no mês passado.

A parcela das instituições financeiras no estoque da DPMFi teve queda de 22,33% em março para 21,65% em abril. Os fundos de investimentos reduziram a fatia de 27,24% para 26,12% em abril. Já as seguradores tiveram aumento na participação de 3,98% para 4,02%.

Composição

A parcela de títulos prefixados na DPF caiu de 32,01% em março para 30,16% em abril. Os papéis atrelados à Selic, por sua vez, aumentaram a fatia, de 35,86% para 36,95%.

Os títulos remunerados pela inflação subiram para 28,70% do estoque da DPF em março, ante 28,01% em abril. Os papéis cambiais elevaram a participação na DPF de 4,11% em março para 4,19% no mês passado.

Os porcentuais de papéis atrelados a índices de preços e à Selic não estão cumprindo as metas do Plano Anual de Financiamento (PAF) para este ano, enquanto o restante está enquadrado.

O intervalo do objetivo perseguido pelo Tesouro para os títulos prefixados em 2019 é de 29% a 33%, enquanto os papéis remunerados pela Selic devem ficar entre 38% a 42%. No caso dos que têm índices de preço como referência, a meta é de 24% a 28% e, no de câmbio, de 3% a 7%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Negócio bilionário

Morgan Stanley compra corretora digital por US$ 13 bilhões

Acordo é uma troca de ações, no qual os acionistas da E-TRADE receberão do banco US$ 58,74 por cada papel da corretora que possuírem

no rio de janeiro

Petrobras: Justiça manda delatores pagarem R$ 1 milhão por ‘frustração’ de funcionários

Ex-gerente de serviços da Petrobras Pedro Barusco e o ex-diretor de abastecimento da petrolífera Paulo Roberto Costa vão ter de desembolsar R$ 500 mil cada

mudança no calendário

Governo adia envio da reforma administrativa ao Congresso

Proposta, que tem sido chamada de “reforma do RH do serviço público”, prevê uma série de mudanças nas carreiras e na forma de contratação dos novos servidores

Relação estremecida

Ataque de Heleno agrava tensão com Congresso

Ministro Augusto Heleno Ribeiro acusou o Congresso de “chantagear” o governo “o tempo todo”; crise política pode dificultar a votação de projetos de interesse do Palácio do Planalto

Saiba o que mudou

Receita divulga as regras do Imposto de Renda 2020; saiba quem precisa declarar e o que mudou neste ano

Prazo de entrega da declaração de IR 2020 vai de 2 de março a 30 de abril. Veja o que mudou nas regras desta ano e saiba como baixar o programa para preencher a declaração.

Ajuste fiscal

Mercado questiona governo por causa de indefinições na agenda econômica

Investidores voltaram a bater na porta da equipe econômica para pedir esclarecimentos sobre os rumos da política fiscal

olho no balanço

Gol tem lucro de R$ 648 milhões em 2019 e redução no endividamento

Empresa informou um lucro depois da participação minoritária e de ajustes cambial e monetário de R$ 344,7 milhões no quarto trimestre

novidade da estatal

Caixa lança nova modalidade de crédito imobiliário, com taxa fixa a partir de 8%

Condições são válidas para imóveis residenciais novos e usados, com quota de financiamento de até 80%. As contratações estarão vigentes a partir da sexta-feira, 21

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Impostos bombam

Arrecadação de impostos é recorde para janeiro e soma R$ 175 bilhões, diz Receita

De acordo com a Receita Federal, a alta tem relação com o crescimento de 16,45% na arrecadação do IRPJ/CSLL e de arrecadação atípicas de R$ 2,8 bilhões, além do aumento da arrecadação do Imposto de Renda Pessoa Física

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements