Menu
2019-02-01T20:22:45-02:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Renda fixa

Confira o quanto a Petrobras vai pagar em captação de R$ 3,6 bilhões em debêntures incentivadas

Títulos vão render abaixo dos títulos públicos, mas como contam com isenção de imposto de renda, rentabilidade final para o investidor será maior

1 de fevereiro de 2019
20:10 - atualizado às 20:22
Petrobras
Petrobras - Imagem: Shutterstock

A Petrobras fechou hoje uma captação de R$ 3,6 bilhões com a emissão de debêntures, títulos emitidos por empresas que rendem juros ao investidor. O volume ficou acima dos R$ 3 bilhões pretendidos inicialmente pela estatal, um sinal de que a procura pelos papéis foi grande. Eu te contei sobre essa emissão nesta reportagem.

A emissão foi feita em três séries, sendo que duas delas foram enquadradas na lei que concedeu isenção de imposto de renda para pessoas físicas e investidores estrangeiros.

Na primeira série, com vencimento em sete anos, a taxa de juros ficou 0,20% abaixo do título público com correção pela inflação (Tesouro IPCA+) com vencimento em 2026, ou 4,046% ao ano. O volume alocado nessa série foi de R$ 898 milhões.

Originalmente, a Petrobras ofereceu pagar um prêmio de até 0,10% acima dos papéis do governo, mas a taxa caiu em razão da demanda dos investidores.

A estatal captou R$ 1,694 bilhão na segunda série das debêntures. A remuneração ficou 0,10% abaixo do rendimento do Tesouro IPCA+ com vencimento em 2028, o equivalente a 4,2186% ao ano. O teto para essa série, que tem prazo de dez anos, era de 0,35% acima do título público.

Embora a taxa das debêntures tenha ficado abaixo dos títulos públicos, o rendimento final para o investidor será maior, graças à isenção de IR.

Uma forma simples de calcular esse ganho é dividir a taxa de juros da debênture por 0,85, que equivale a incorporar no rendimento o imposto de 15% cobrado para investimentos em renda fixa acima de dois anos.

A Petrobras emitiu ainda uma terceira série, que não conta com o incentivo fiscal, a 106,25% do CDI - também abaixo do teto, que era de 110,5% do CDI. O volume colocado em debêntures nessa série foi de R$ 1,008 bilhão.

Para onde vai o dinheiro?

A Petrobras pretende usar os recursos captados com a emissão de debêntures nas atividades de exploração e avaliação na área dos blocos de Franco, Florim, Nordeste de Tupi e Entorno de Iara. Eles fazem parte do contrato de cessão onerosa firmado entre a estatal e a União. Outra parte do dinheiro será usada no desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural nos campos de Búzios, Itapu, Sépia e Atapu.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Número de casos do novo coronavírus no Brasil ultrapassa 510 mil

Com 480 mortes registradas nas últimas 24 horas, o número de óbitos pela covid-19 chega a 29.314

governo diante da crise

Bolsonaro atrasa promessas contra covid-19

Foram 17 compromissos sobre medidas de combate à pandemia entre 17 de março e 21 de abril. Dessas, 41% não foram cumpridas integralmente

crise em debate

Na China, preço do minério de ferro dispara 24%

Negociadores temem que a situação da pandemia por aqui provoque interrupções na cadeia de fornecimento do material

em meio à pandemia

Em Brasília, Bolsonaro vai a manifestação contra STF; São Paulo tem ato pró-democracia

Supremo tem sido alvo de ataques por parte do presidente após a Corte autorizar o cumprimento de mandados de busca e apreensão de aliados

conflito entre poderes

Ministro do STF compara Brasil à Alemanha de Hitler e diz que bolsonaristas querem ditadura

Em mensagem a ministros da corte, Celso de Melo diz que “é preciso resistir à destruição da ordem democrática”, segundo informações obtidas pela Folha de S. Paulo

histórico

SpaceX, de Elon Musk, chega à Estação Espacial; veja vídeo

Empresa finalizou primeira parte da missão espacial com astronautas da Nasa; operação deve abrir caminho para futuras viagens, inclusive turísticas

caos no país

EUA têm quinta noite seguida de protestos; ao menos 20 cidades declaram toque de recolher

Manifestações insurgiram após a morte de um homem negro de 46 anos, asfixiado por um policial branco no último dia 25; total de prisões é de 1,7 mil

DE OLHO NO LONGO PRAZO

Ouro ou imóveis: qual o melhor investimento para defender seu patrimônio?

Na hora da crise, os dois investimentos são considerados capazes de salvar seu dinheiro do derretimento dos mercados no longo prazo.

crise de saúde

Brasil tem 28.834 mortes por covid-19

Foram incluídas nas estatísticas 33.274 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 498.440 casos confirmados

conflito entre poderes

‘Tudo aponta para uma crise’, diz Bolsonaro sobre decisões do STF e e TSE

Decisões recentes de Cortes miram a família, aliados e a sua campanha presidencial em 2018

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements