O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2021-06-28T19:24:53-03:00
Estadão Conteúdo

Marfrig fará emissão de R$ 1,2 bilhão em debêntures em até duas séries

Com vencimento em 7 anos, contados da data de emissão, os títulos da primeira série devem pagar a taxa interna de retorno do Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B), com vencimento em 2028, acrescida de sobretaxa (spread) de 0,85% ao ano

28 de junho de 2021
19:24
Frigorífico Marfrig JBS BRF carne
A BRF ganhou o selo de "zero waste" na última sexta feira, o que anima o setor de frigoríficos; commodities também são destaque da bolsa - Imagem: Shutterstock

O Conselho de Administração do frigorífico Marfrig aprovou em reunião, nesta segunda-feira, a oitava emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações em até duas séries com sistema de vasos comunicantes, no valor de R$ 1,2 bilhão.

Segundo a ata de reunião enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), as debêntures e os direitos creditórios do agronegócio delas decorrentes serão vinculados aos CRA objeto da primeira e da segunda série.

Com vencimento em 7 anos, contados da data de emissão, os títulos da primeira série devem pagar a taxa interna de retorno do Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B), com vencimento em 2028, acrescida de sobretaxa (spread) de 0,85% ao ano.

Já as debêntures da segunda série, com vencimento em 10 anos, devem pagar juros limitados à maior taxa entre a taxa interna de retorno do Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B), com vencimento em 2030, acrescida de sobretaxa (spread) de 0,85% e 4,95% ao ano.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SOBE E DESCE

IRB (IRBR3) lidera pelotão de altas do Ibovespa e Méliuz (CASH3) vai na direção oposta — veja o que foi destaque na bolsa na semana

Lá fora, as negociações da semana foram marcadas pela entrada do S&P 500 no chamado bear market, ou território de queda; por aqui, o principal índice da B3 acumulou ganhou de 1,46%

NOITE CRIPTO

Não deu para o bitcoin (BTC): maior criptomoeda do mundo tenta, mas patamar de US$ 30 mil escapa; confira cotações

Agora, os investidores devem permanecer tentando sustentar esse suporte psicológico importante e entrar na próxima semana no “zero a zero”, antes de tentar buscar novas altas

REVISÃO CUSTOU CARO

B3 (B3SA3) volta a corrigir erro nos dados e revela que 2021 terminou com fluxo estrangeiro negativo após R$ 77,9 bilhões em dinheiro gringo “sumirem” da conta

Vale lembrar que a entrada de capital estrangeiro ajuda na performance do mercado acionário e de câmbio. Por isso, a nova cifra não pinta um quadro positivo para o país

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa ignora tensão em Nova York, os planos de Elon Musk para o Brasil e o salto da GetNet; confira os destaques do dia

Por enquanto, o Ibovespa segue avançando, apesar do desempenho ruim das bolsas pelo mundo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies