Menu
2019-12-12T15:28:02-03:00
COM MENOS DÍVIDAS

CSN espera reduzir endividamento em quase R$ 8 bilhões

De acordo com Ribeiro, as principais medidas serão o pagamento mínimo de dividendos e a venda de ativos como a subsidiária da CSN na Alemanha. “Estamos em um processo bastante avançado de venda”, afirmou

12 de dezembro de 2019
15:27 - atualizado às 15:28
Instalações da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) na cidade de Volta Redonda
Imagem: Marcos Arcoverde/Estadão Conteúdo

O diretor executivo de Finanças da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Marcelo Ribeiro, afirmou nesta quinta-feira, 12, durante evento com investidores que a companhia está focada em reduzir seu endividamento. Nos próximos 18 a 24 meses, a siderúrgica espera diminuir o montante de R$ 27,6 bilhões para R$ 20 bilhões.

De acordo com Ribeiro, as principais medidas serão o pagamento mínimo de dividendos e a venda de ativos como a subsidiária da CSN na Alemanha. "Estamos em um processo bastante avançado de venda", afirmou.

Os planos incluem ainda emissões de debêntures para aumentar o prazo médio da dívida, que hoje está por volta de quatro anos. O objetivo é que o prazo dobre e chegue a oito anos.

O executivo defendeu que a CSN está em "um ano excepcional, em que consolidou recuperação", e ressaltou o crescimento do Ebitda ((lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) em relação a 2018, que estaria estimado em R$ 7 bilhões.

Ribeiro também afirmou que a companhia está 'otimista' com a retomada do crescimento econômico, com projeções de até 2,5% de alta do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2020. Para o executivo, a retomada deve aumentar a demanda para o aço. O mercado externo, de acordo com ele, deve se manter aquecido com as perspectivas de crescimento da China.

A companhia também anunciou que em 2020 deve concluir a desativação de três de suas cinco barragens de rejeitos de minério. O modelo que está sendo implementado é o de rejeitos secos, que chegam a 16% de umidade. Após o processo químico de desidratação, os rejeitos são levados por caminhões a depósitos e compactados, enquanto a água resultante do processo é tratada.

Um dos projetos que já será iniciado com o uso de rejeitos secos é o de Itabirito, cuja planta deve ser inaugurada em 2022 e deve empregar pelo menos 3 mil pessoas na cidade de Congonhas (MG). As projeções da companhia indicam produção anual de 10 milhões de toneladas de minério de ferro no formato pellet feed, utilizado para fabricação do aço.

A previsão é de que o Ebitda do segmento chegue a R$ 100 milhões - R$ 151 milhões em 2024. A companhia estima que o preço do minério deve seguir em 2020 por volta dos US$ 80 a tonelada, enquanto o frete marítimo está estimado em US$ 20.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

pandemia no país

Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 135 mil mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, foram registrados 858 óbitos pela covid-19, totalizando 135.793 mortes

seu dinheiro na sua noite

A bolsa consegue se sustentar sem anabolizante?

O canadense Ben Johnson assombrou o mundo ao cruzar a linha de chegada dos 100 metros rasos com a marca de 9 segundos e 79 centésimos nas Olimpíadas de 1988, recorde mundial. A consagração durou pouco. Dias depois ele foi pego no exame antidoping e perdeu a medalha de ouro conquistada nos Jogos de Seul. […]

dinheiro para o acionista

EDP Brasil paga R$ 353,5 milhões em dividendos e juros sobre capital próprio em 23 de setembro

Do total, R$ 236 milhões serão pagos na forma de juros sobre capital próprio e R$ 117,5 milhões em dividendos

follow-on na área

Oferta de ações da Suzano detidas pelo BNDESPar pode movimentar R$ 6,1 bi sem lote adicional

Data estimada da oferta é para 2 de outubro. A princípio, serão oferecidos 125,18 milhões de papéis da Suzano; lote adicional pode levar valor a R$ 7,4 bilhões

lista da forbes

Bilionário Joseph Safra desbanca Lemann em ranking dos mais ricos

Pódio dos bilionários brasileiros é completado por Eduardo Saveri, cofundador do Facebook, com fortuna estimada em R$ 68 bilhões; veja lista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements