Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-12-06T08:24:19-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
atenção acionista

Copel paga R$ 643 milhões em juros sobre capital próprio

Data do pagamento será definida em assembleia até abril de 2020. Recebem os benefícios acionistas com posição em 23 de dezembro

6 de dezembro de 2019
8:00 - atualizado às 8:24
Prédio da Copel em Curitiba
Prédio da Copel em Curitiba - Imagem: Divulgação/Copel

A Copel Paranaense de Energia (Copel) informou nesta quinta-feira (5) que aprovou a distribuição de Juros sobre o Capital Próprio (JCP) no valor bruto de R$ 643 milhões.

A operação é uma forma de distribuir lucros, mas beneficiando a empresa. O provento é considerado uma despesa financeira, contribuindo para reduzir a base tributária da companhia, que paga menos imposto. Acionistas são tributados na fonte a uma alíquota de 15%.

Segundo a Copel, o pagamento é de R$ 2,24234788 por ação ON, R$ 3,94656966 por PNA e R$ 2,46691920 por PNB. As ações da Copel terminaram o pregão desta quinta-feira cotadas a R$ 66,70 (ON), R$25,05 (PNA) e R$ 63 (PNB).

A data do pagamento será definida em assembleia até abril de 2020. Recebem os benefícios, por meio de conta corrente, acionistas com posição em 23 de dezembro. A ação será negociada ex-juros sobre capital próprio em 26 de dezembro.

Números da Copel

No terceiro trimestre de 2019, a Copel informou um lucro líquido de R$ 613,5 milhões — aumento de 42,4% em relação ao mesmo período do ano passado e praticamente o dobro do esperado por analistas consultados pela Bloomberg, que apontavam R$ 308,5 milhões.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou R$ 1,201 bilhão, numa alta de 40,5%. O resultado também superou as estimativas em 51%. A receita operacional líquida atingiu R$ 4,253 bilhões, numa baixa de 1,3%.

À época da divulgação dos resultados, em novembro, os analistas do Itaú BBA chamaram a atenção para geração de caixa da empresa, que bateu R$ 500 milhões.

Os especialistas do banco disseram ainda ver com otimismo a possível venda de ativos (Copel Telecom e Compagás). "Acreditamos que a empresa se tornou muito mais eficiente - notadamente na frente de distribuição", escreveram.

Analistas do Banco Safra elogiaram o desempenho da Copel, destacando as provisões relacionadas a processos trabalhistas, que vieram abaixo do esperado (R$ 40 milhões, enquanto a expectativa era de R$ 82 milhões).

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Debandada no Ministério

Três membros da equipe econômica pedem demissão após Guedes lavar as mãos para furo no teto de gastos

Segundo o Ministério da Economia, os funcionários alegaram motivos pessoais, mas o timing das saídas aponta que a insatisfação com a postura do ministro pode ser o real motivo por trás da debandada

Presente de grego

Bolsonaro está dando presente para os mais pobres com o Auxílio Brasil? Para o relator do benefício na Câmara, ele está apenas emprestando até ganhar a eleição

O deputado Marcelo Aro diz que a solução encontrada pelo presidente é claramente eleitoreira e pode prejudicar os beneficiários após o fim das eleições

INVESTIR EM CANNABIS

Dividendos em Cannabis: como ganhar uma renda recorrente investindo em um dos segmentos mais promissores dos próximos anos

O analista Enzo Pacheco explica as oportunidades desse mercado que tem ganhado cada vez mais espaço nos Estados Unidos

US$ 1 = R$ 5,70

Dólar flerta com o maior patamar em seis meses, mas desacelera alta após relatório da PEC dos precatórios e moeda se afasta dos R$ 5,70

Em 2021, o dólar chegou a atingir o patamar de R$ 5,883, em março, um dos piores momentos da crise causada pela pandemia de covid-19

TAPANDO O SOL COM A PENEIRA

Bolsonaro recorre a suposta sensibilidade com mais pobres para negar que esteja furando teto

Comentários do presidente vêm à tona um dia depois de o ministro da Economia, Paulo Guedes, ter admitido a necessidade de uma ‘licença para gastar’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies