Menu
2019-10-28T06:25:34-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
nos ares

Após anunciar a compra de 20% da Latam, Delta vai encerrar parceria com a Gol

Americana hoje detém quase 10% da Gol; mercado reage de maneira intensa à movimentação: enquanto ações da Latam disparam quase 40%, os papéis da Gol recuam 12%

27 de setembro de 2019
9:04 - atualizado às 6:25
Avião da Gol
Imagem: Dilvugação

A companhia aérea Delta disse nesta sexta-feira, 27, que vai encerrar a parceria com a Gol, após anunciar a compra de 20% da Latampelo valor de US$ 1,9 bilhão.

A americana é dona de uma fatia da Gol desde dezembro de 2011. Começou com uma participação de 3% e atualmente detém 9,4%.

  • O Melhor Curso de Análise Gráfica está com INSCRIÇÕES ABERTAS. Vagas exclusivas e promocionais para leitores Seu Dinheiro, apenas por este link

O encerramento da parceria entre as duas empresas expõe uma dança das cadeiras que deve mexer bastante com o setor aéreo. Os investidores já reagem: no pré-mercado da bolsa americana, as ações da Latam (LTM) disparavam 38,15% por volta de 9h (horário de Brasília), a US$ 12,42.

Já os recibos de ações (ADRs) da Gol recuavam 12,46% no mesmo horário, a US$ 16,44. Veja com deve ser o dia dos investidores na Bula do Mercado.

O negócio entre Delta e Latam foi anunciado ontem, 26, após a segunda companhia, em parte, fracassar em um acordo comercial (joint business agreement) com a American Airlines.

As aéreas haviam fechado uma parceira em diversos países, mas no Chile a Suprema Corte rejeitou a proposta. A American Airlines emitiu uma nota dizendo que entende a decisão de Latam de buscar outra aérea americana.

A Delta anunciou que ainda vai investir US$ 350 milhões para dar suporte ao estabelecimento da parceria estratégic com a Latam. A americana vai comprar quatro aviões Airbus A350 da Latam e assumir o compromisso de aquisição de outras 10 aeronaves do mesmo tipo, com entrega prevista entre 2020 e 2025.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Dificuldades À vista?

Deputados falam em reduzir medidas de ajuste fiscal do texto da PEC do auxílio

Embora defenda celeridade na análise da proposta, Albuquerque admite que o texto pode ser enxugado

escolha da CEO

Investir no Brasil: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Confira uma seleção de matérias feita pela CEO do Seu Dinheiro, Marina Gazzoni

Efeitos da pandemia

PEC do auxílio aprovada no Senado prevê abater R$ 100 bi da dívida pública

Pelos cálculos do governo, a necessidade de financiamento da dívida pública federal (DPF) neste ano é de R$ 1,469 trilhão, valor que aumentou por causa do maior volume de títulos de curto prazo que o governo precisou emitir para conseguir captar recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies