Menu
2019-10-08T14:23:03-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Menos alunos na sala

Kroton sofre queda de 44% no lucro trimestral e ações desabam

Cifra foi de R$ 266,7 milhões no segundo trimestre de 2019; parte da baixa é justificada pela aquisição da Somos, mas cenário econômico contribuiu

14 de agosto de 2019
11:34 - atualizado às 14:23
kroton sala de aula universidade
Imagem: Shutterstock

As ações da Kroton abriram em queda vertiginosa no pregão desta quarta-feira, 14, após a divulgação do balanço do segundo trimestre da empresa. Os papéis KROT3 fecharam em baixa de 11,78%, a R$ 11,38. Acompanhe também nossa cobertura de mercados.

A companhia do ramo educacional registrou queda de 44,2% no lucro líquido trimestral, que foi de R$ 266,7 milhões. A cifra está alinhada com aquela apontada por analistas ouvidos pela Bloomberg, que esperavam lucro de R$ 259 milhões.

Segundo a empresa, a queda no lucro é em parte justificada pelas despesas financeiras decorrentes da aquisição da Somos - assim como o aumento na receita, que cresceu 14,2% no trimestre, para R$ 1,742 bilhão.

A Kroton adquiriu o grupo de educação básica em abril do ano passado, por R$ 4,6 bilhões.

FIES e desemprego

O número de alunos da Kroton no ensino superior, incluindo graduação e pós-graduação, caiu 5,2% no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano passado: de 936,8 mil para 888,4 mil.

A variação é reflexo das fortes safras de captação em 2013 e 2014 - sendo assim, mais alunos se formaram no último período. A companhia informa uma mudança do perfil da base: com menos alunos do FIES matriculados, a evasão também é maior.

O cenário econômico atual também teve um peso nos indicadores de evasão.

Ao final do segundo semestre de 2019, a Kroton possuía 64.531 alunos matriculados com contratos de FIES - redução de 43,1% em relação ao mesmo período de 2018.

De acordo com a companhia, essa queda segue a tendência apresentada em trimestres anteriores, com captações cada vez menos relevantes e um aumento no nível de formaturas nesse segmento.

Entre 2014 e o final de 2019, a redução de alunos do FIES será superior a 75%, o que, segundo a Kroton, demonstra que a base continua sendo substituída por alunos sem o financiamento.

A partir de 2020, a empresa estima que menos de 14% de sua base presencial utilizará FIES. Na base total de alunos, a projeção é de que apenas 5,8% utilize o financiamento.

Outros números

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em R$ 624,767 milhões, 4,3% menor, e com margem de 35,9%, ante 42,8% há um ano.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Fundo de cripto

Vai perder? Termina hoje o prazo de reserva do ETF de criptomoedas da Hashdex

Por causa do feriado de Tiradentes de amanhã (21), não haverá pregão na bolsa de valores brasileira. Dessa forma, termina hoje o prazo para reserva de oferta do ETF

MERCADOS HOJE

Saída encontrada para o Orçamento preocupa e bolsa opera em queda; dólar também recua

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado trazendo uma maior cautela ao cenário, os investidores devem repercutir o acordo para a sanção do Orçamento

Exile on Wall Street

Expectativas e julgamentos: o que esperar do próximo ciclo de altas, segundo o ‘guru’ de Warren Buffett

Da tarde de ontem até o momento em que os dedos encontram o sistema QWERT para a escrita deste Day One, estive dividido entre elogios e críticas à conversa desta segunda com Howard Marks. Felizmente, os comentários positivos vieram de quem conseguiu assistir ao papo, encontrando um material de muita qualidade — graças a ele, […]

quem segura?

Entre aquisição do Big e crescimento de vendas, Carrefour Brasil começa 2021 com tudo

Apesar de cenário adverso no primeiro trimestre, vendas brutas sobem 15,1%, novamente puxadas pelo Atacadão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies