2019-01-25T19:34:34-02:00
ACIDENTE DA VALE

Barragem da Vale em Brumadinho tinha capacidade para 12,7 milhões de metros cúbicos

Primeira informação veiculada era de que estrutura era menor, de até 1 milhão de metros cúbicos. Dado incorreto foi usado por analistas para estimar impacto do acidente para os negócios da Vale

25 de janeiro de 2019
19:26 - atualizado às 19:34
Desabamento de barragem da Vale em Brumadinho (MG) - Imagem: Corpo de Bombeiros/Divulgação

A barragem da Vale em Brumadinho que se rompeu nesta sexta-feira tinha capacidade para processar 12,7 milhões de metros cúbicos, segundo informações da mineradora. Trata-se de um volume maior do que foi veiculado inicialmente pela imprensa a partir de informações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que estimavam que a estrutura suportava 1 milhão de metros cúbicos.

A confusão ocorreu porque a nota técnica do Ibama se referia a barragem 6 do complexo da Vale em Brumadinho, enquanto a barragem rompida foi a número 1.

Enquanto não há informações precisas sobre a dimensão do acidente, os analistas financeiros estão usando a capacidade da barragem para estimar o impacto do desastre ambiental nos negócios da companhia e nos preços das ações. O principal referencial dos analistas é o rompimento da barragem da Samarco em Mariana, em novembro de 2015. A barragem da Samarco mantinha um volume de rejeitos de aproximadamente 55 milhões de metros cúbicos.
Alguns analistas financeiros utilizaram o número do Ibama, de 1 milhão de metros cúbicos, para minimizar o efeito do acidente nos papéis da companhia. A equipe de análise do Bank of America, por exemplo, ressaltou a diferença de porte das duas tragédias para reforçar sua recomendação de compra dos papéis da Vale.
Outra diferença da barragem da Vale é que ela não recebia mais rejeitos desde 2014, segundo informações da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad).
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

ACIONISTAS FELIZES

‘Sextou’ com dividendos: Raia Drogasil (RADL3) e MRS Logística (MRSA3B) anunciam R$ 201 milhões em proventos

Ambas as companhias detalharam o valor por ação, a data de corte para receber os proventos e quando o dinheiro deverá cair na conta dos acionistas

FECHAMENTO DA SEMANA

Em semana de alta volatilidade, Ibovespa pega carona com PEC dos precatórios e sobe 2,78%; dólar também avança, mas juros passam por alívio

Variante ômicron, PEC dos precatórios e o futuro da política monetária americana dominaram a semana do Ibovespa

Evergrande vende parte de suas ações de empresa de tecnologia e obtém US$ 145 mi

O grupo chinês da Evergrande levantou cerca de US$ 145 milhões nos últimos dias com a venda de parte de suas ações em uma produtora de filmes e empresa de mídia na internet, a HengTen Networks. Assim, a gigante imobiliária vendeu cerca de 5,7% das ações da HengTen Networks e junta mais dinheiro à medida […]

Aperto monetário

Copom deve elevar Selic para 9,25% ao ano na próxima semana, aposta JP Morgan

Para o banco, a queda de 0,1% do PIB do terceiro trimestre e o avanço da PEC dos precatórios no Congresso fizeram com que as estimativas convergissem para a manutenção do ritmo de alta de 1,5 ponto

Intervenção estatal

Sob risco de novo calote, governo chinês envia ‘socorro administrativo’ para Evergrande

O movimento ocorre após a gigante imobiliária alertar que corria o risco de não cumprir mais uma grande obrigação financeira