Menu
2019-10-14T14:31:12-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Aproveita que está barato

Bradesco entra na onda do “investindo em mim mesmo” e anuncia nova recompra de ações

Plano aprovado pelo Conselho de Administração do banco prevê adquirir até 15 milhões de ações, sendo até 7,5 milhões de ordinárias e até 7,5 milhões de preferenciais.

25 de junho de 2019
19:50 - atualizado às 14:31
Logo do Bradesco
Imagem: Shutterstock

Seguindo a onda do Itaú Unibanco, o Bradesco também decidiu "investir nele mesmo" ao anunciar a renovação de seu programa de recompra de ações. O movimento visa a permanência em tesouraria e posterior alienação ou cancelamento, sem redução do capital social.

De acordo com um comunicado divulgado pelo banco via Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o plano aprovado pelo Conselho de Administração nesta terça-feira (25) prevê adquirir até 15.000.000 ações, sendo até 7.500.000 ordinárias e até 7.500.000 preferenciais. O período de vigência do programa será de 27 de junho a 27 de dezembro de 2020.

Vale notar que o número de ações anunciado representa uma parcela muito pequena do tamanho do Bradesco na bolsa. O banco tem em circulação atualmente 1.139.475.741 ações ordinárias e 3.873.796.286 PNs. Em tesouraria possui 6.642.963 ONs e 24.889.584 preferenciais.

Tá barato, então compre!

Assim como fez o Itaú, ao anunciar a renovação de recompra de ações o Bradesco sinaliza para os investidores que o melhor investimento a ser feito no momento é adquirir suas próprias ações. Trocando palavras, o banco tenta mostrar que seus papéis na bolsa estão baratos e que o momento é bom para compra.

Nesta quinta-feira, as ações ordinárias do Bradesco fecharam em queda de 2,01%, negociadas a R$ 33,17. Já os papéis preferenciais (que estão fora do Ibovespa), fecharam em queda de 1,40%, cotados a R$ 37,40.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Vêm proventos por aí

B3 anuncia quase R$ 2 bi em dividendos, além de recompra e desdobramento de ações

Conselho de administração da companhia aprovou pagamento de dividendos do quarto trimestre e dividendos extraordinários referentes a 2020

Cenário pandêmico

B3 lucra R$ 4,2 bilhões em 2020, alta de 53%, com volatilidade dos mercados, ofertas de ações e juros baixos no Brasil

Cenário pandêmico acabou beneficiando os resultados da companhia, resultando em volatilidade e juros baixos que impulsionaram investidores e empresas a recorrerem ao mercado de capitais

O melhor do seu dinheiro

A semana que vem, enfim, chegou

Depois de uma série de adiamentos, a PEC Emergencial enfim foi aprovada em dois turnos pelo Senado. A medida permitirá o retorno do auxílio emergencial, que ficará limitado ao teto de R$ 44 bilhões, que quase foi derrubado, mas acabou ficando. O texto segue agora para a Câmara dos Deputados. O avanço foi comemorado pelo […]

FECHAMENTO

Aprovação da PEC emergencial garante recuperação do Ibovespa enquanto NY amarga perdas

A fala de Powell fez o Ibovespa reduzir os ganhos, mas ainda assim o principal índice da bolsa avançou 1,35%; dólar teve queda de 0,11%, a R$ 5,6582

Petróleo

Evitar volatilidade nos preços serve a consumidores e produtores, afirma ministro árabe na Opep+

Quanto aos elementos que vêm sendo observados na demanda para as decisões do grupo, o saudita apontou o retorno da mobilidade como uma prioridade.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies