Menu
2019-08-03T10:41:12-03:00
Mudando de mãos

Negócio fechado! BRMalls vende sua participação em sete shoppings por R$ 700 milhões

Um fundo imobiliário administrado pelo BTG Pactual será o novo dono da fatia detida pela BRMalls em sete shoppings. O valor integral da transação será distribuído aos acionistas

3 de agosto de 2019
10:41
Shopping center
Imagem: Shutterstock

A operadora de shoppings centers BRMalls já tinha avisado: estava em "tratativas avançadas" para vender sua participação em sete ativos de seu portfólio para um fundo imobiliário administrado pelo BTG Pactual. E, na noite desta sexta-feira (2), o negociação foi concluída.

A transação envolve as fatias detidas pela BRMalls em três shoppings no Rio de Janeiro (Ilha Plaza, Casa & Gourmet e Plaza Macaé), um no Paraná (Londrina Norte), um em São Paulo (Osasco Plaza), um em Minas Gerais (Contagem) e um no Tocantins (Capim Dourado), pelo valor total de R$ 696,4 milhões — a cifra já foi liquidada.

"Os ativos alienados são shoppings sólidos, mas dentro de um portfólio maior, recebiam menor priorização e poderão receber mais investimentos e atenção pelo novo comprador", diz a BRMalls, em mensagem aos acionistas. A companhia ainda afirma que pretende vender sua fatia em outros dois empreendimentos — os shoppings São Luis (MA) e Via Brasil (RJ) — nos próximos trimestres.

A companhia possuía 100% de participação em apenas três dos empreendimentos negociados com o fundo imobiliário do BTG Pactual: os shoppings Casa & Gourmet, Londrina Norte e Capim Dourado. Com a venda da fatia detida nos sete estabelecimentos, a BRMalls ficará com 29 ativos em seu portfólio.

"Acreditamos que a correta alocação de capital é uma variável crítica de sucesso no nosso setor, que possui natureza capital-intensiva", afirma a companhia. "Manteremos nossa disciplina nos investimentos e continuaremos perseguindo a nossa estrutura ótima de capital".

A operadora ainda diz que o valor integral dessa transação será distribuído aos acionistas, tendo como base a posição do dia 7 de agosto. Dos R$ 696,4 milhões, R$ 526,4 milhões serão repassados sob a forma de dividendos — os R$ 170 milhões restantes serão pagos em juros sobre o capital próprio (JCP).

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

projeções da corretora

XP Investimentos amplia cobertura e recomenda compra para dois FIIs de lajes corporativas

Cotas dos fundos PVBI11 e RECT11 têm potencial de alta de no mínimo 12% e oferecem rendimento de dividendo de até 8,4%

pandemia no país

Covid-19: Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 134,9 mil mortes

O Brasil chegou a 4.455.386 casos de covid-19 desde o início da pandemia. Em 24 horas desde o boletim de ontem (16), foram registrados 36.303 novos diagnósticos positivos

seu dinheiro na sua noite

A inflação da Helena

Na semana passada, minha filha veio me perguntar sobre o aumento do preço do arroz. Ou melhor, bem ao estilo dela, nem me deu tempo de responder e trouxe na ponta da língua as razões para a disparada, incluindo a alta do dólar. A conversa me pegou de surpresa. A Helena completa 10 anos nesta […]

Bluechips salvam o dia

Ibovespa descola-se de ressaca global pós-overdose de bancos centrais e fecha em leve alta; dólar cai

Apesar da melhora pontual na bolsa brasileira, os investidores mantiveram um pé atrás pela ausência de sinalização de novas medidas de estímulo pelo Fed

larry kudlow

Casa Branca pede estímulos do Congresso para pequenos negócios nos EUA

“Um estímulo do Congresso aos pequenos negócios seria ainda melhor” para a recuperação econômica, afirmou o conselheiro econômico da Casa Branca, Larry Kudlow

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements