Menu
2019-06-20T09:32:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Ações

Bolsas da Ásia fecham em alta com Fed e otimismo com comércio EUA-China

Sinalização de queda dos juros e possibilidade de uma nova rodada de negociações entre Estados Unidos e China ajudaram mercados asiáticos

20 de junho de 2019
9:32
Tela mostra cotações de bolsa de valores e gráficos de mercado
Imagem: Shutterstock

Com a sinalização de queda dos juros adotada por grandes bancos centrais, como o dos Estados Unidos e o do Japão, as bolsas da Ásia fecharam em alta na sessão desta quinta-feira. Os índices acionários da região também reagiram à possibilidade de uma nova rodada de negociações comerciais entre China e EUA.

Entre os mercados chineses, o índice Xangai Composto fechou em alta de 2,38%, para 2.987,12 pontos. Por lá, repercutiram comentários do representante comercial americano, Robert Lighthizer, de que há em curso um plano de entrar em contato com o vice-premiê chinês Liu He antes do encontro, na próxima semana, entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o presidente da China, Xi Jinping, no âmbito da cúpula de líderes do G20.

No front monetário, os investidores reagiram à decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), que, apesar de manter os juros inalterados, indicou que cortes nas taxas podem ser efetuados ainda este ano. Na avaliação de sete dirigentes da autoridade monetária dos EUA, as taxas de juros devem sofrer cortes de 50 pontos-base até o fim do ano e terminar 2019 na faixa entre 1,75% e 2,00%.

Na Ásia, o Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) adotou postura semelhante ao dizer que, se for necessário, pode haver mais compras de bônus do governo japonês (JGBs, na sigla em inglês) e cortes na taxa de depósito, que, na madrugada, foi mantida inalterada em -0,1%. O índice Nikkei, da Bolsa de Tóquio, fechou em alta de 0,60%, para 21.462,86 pontos. Já em Seul, o Kospi avançou 0,31%, para 2.131,29 pontos, enquanto o Hang Seng, em Hong Kong, subiu 1,23%, para 28.550,43 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana renovou máxima em 11 anos e meio, com o índice S&P/ASX 200 em alta de 0,59%, a 6.687,40 pontos.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

em encontro com investidores

Arthur Lira sinaliza que Orçamento será resolvido ‘sem rupturas’

Presidente da Câmara mencionou ainda o posterior encaminhamento da reforma administrativa e ainda o início das discussões sobre a privatização da Eletrobras

Conheça as novatas

A hora da biotecnologia: empresas do setor disparam até 78% após IPOs na Nasdaq

Três estreantes do segmento atraíram a atenção dos investidores e chegaram com tudo à bolsa norte-americana

rearranjo no segmento

Dona da Farm negocia fusão com a Shoulder, de moda feminina

Empresas mantém conversa “em fase preliminar”, em um momento de rearranjo do segmento; Grupo Soma comprou recentemente a NV e a Lauf

Meme bilionário

O que está por trás da valorização de 500% do Dogecoin em uma semana?

O projeto levou várias pessoas a ficarem milionárias, mas pode fazer muita gente perder dinheiro daqui para frente

Chama o doutor

Após desconto em IPO, ações da Mater Dei estreiam em queda na B3

A situação atual do mercado e a fila de companhias de saúde prontas para abrirem o capital prejudica a rede de hospitais

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies