Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-21T11:51:50-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Desce uma gelada?

Budweiser asiática pede para lançar ações na bolsa de Hong Kong e pode levantar US$ 5 bilhões

IPO da Budweiser Brewing Company, braço da cervejaria AB InBev que atua na Ásia-Pacífico, deve arrecadar no mínimo US$ 5 bilhões em julho

10 de maio de 2019
13:11 - atualizado às 11:51
Budweiser
Embalagem de Budweiser - Imagem: Shutterstock

A abertura de capital do braço asiático da maior cervejaria do mundo, a AB InBev, promete movimentar a bolsa de Hong Kong e o mercado local nos próximos meses.

A belga Anheuser-Busch InBev entrou com um pedido de IPO (oferta inicial de ações) para a sua subsidiária asiática, a Budweiser Brewing Company APAC Limited e pretende oferecer uma parcela minoritária de suas ações. A meta é que o plano se concretize até julho deste ano. Segundo estimativa de especialistas, a operação deve arrecadar pelo menos US$ 5 bilhões.

Hoje, a subsidiária Budweiser Brewing Company atua na China, Austrália, Coréia do Sul, India e Vietnam. A empresa produz e comercializa marcas mundialmente famosas como Budweiser, Stella Artois, Corona, Howegaarden e mais 50 outros nomes.

Embora as expectativas estejam altas, a empresa afirma que não há garantias de que a transação seja realmente concluída e que levará em conta fatores como condições econômicas locais e valor de mercado da empresa para sua concretização. A matriz belga pretende uma valorização de US$ 40 bilhões a US$ 70 bilhões para a sua base de operações na Ásia .

Caso o plano inicial se concretize, Hong Kong pode ver o seu maior IPO sem o apoio chinês desde 2010. Atualmente, a bolsa local sofre com o declínio de novas listagens de companhias estrangeiras.

O valor arrecadado na operação seria muito bem vindo aos cofres da AB InBev.  Desde 2016 a companhia acumula um débito de US$ 102,5 bilhões, quando adquiriu sua rival direta, a SABMiller, e vem tentando diminuir o número desde então.

O comunicado da companhia informou ainda que a J.P Morgan Securities e Morgan Stanley Asia Limited são os potenciais patrocinadores do IPO e não especificava maiores detalhes como data e valor médio para as ações ofertadas.

De olho no crescimento

O mercado chinês de cervejas ainda é dominado por marcas populares, mas o cenário vem mudando nos últimos anos.  A região vem mostrando um rápido crescimento do consumo de cervejas premium, mostrando uma tendência contrária ao observado no resto do mundo. o braço asiático da Ab InBev registrou um lucro de US$ 1,4 bilhões em 2018.

A Heineken, outra gigante do segmento, também mantém o mercado premium local aquecido. Este ano, a empresa holandesa já havia feito uma parceria de US$ 3,1 bilhões com a China Resources Beer Holdings, maior produtora de cervejas da China.

A expectativa é que o setor de cervejas premium tenha um crescimento de 21% na região, saltando para US$ 106 bilhões em apenas quatro anos.

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Polêmica

Reserva de emergência e aplicações de curto prazo: CDB 100% do CDI pode ser melhor que Tesouro Selic?

Com a Selic mais alta, vale a pena voltar a discutir qual a opção ideal para a reserva de emergência; e, nesse sentido, os CDBs que pagam 100% do CDI com liquidez diária podem sim ser uma boa pedida

De volta ao jogo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 6,25%

Renda fixa “voltou ao jogo”, mas ainda não dá para ficar rico. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

entrevista

BC briga para recuperar a credibilidade e poderia ter acelerado alta da Selic, diz economista-chefe da gestora Garde

Para Daniel Weeks, BC passou mais tempo do que o necessário com a sinalização de que manteria taxa de juros muito baixas; ele avalia que aumento poderia ter sido de 1,25 ponto e que discussão sobre fim do ciclo de ajustes ainda não acabou

Seu Dinheiro na sua noite

Seguindo a rota planejada

Decisão da Selic pelo Copom, juros nos Estados Unidos, dólar em alta e muitas outras notícias que mexeram com o mercado hoje

Vai mudar

Ultrapar (UGPA3): Marcos Lutz, ex-presidente da Cosan, assumirá como CEO em janeiro de 2022

Lutz já era membro do conselho de administração da Ultrapar (UGPA3) e, após o período como CEO, deve virar presidente do colegiado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies