Menu
2019-10-04T15:24:36-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
É, não deu

Banrisul cancela oferta de ações e cita como motivo o preço estabelecido por ação

No documento, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, que é o acionista controlador, alega que o preço por ação apresentado no procedimento de bookbuilding – em que há a formação do preço – não atendia ao seu interesse

19 de setembro de 2019
9:28 - atualizado às 15:24
Banrisul
Imagem: Divulgação

A oferta subsequente de ações (follow-on) do banco estatal do Rio Grande do Sul, o Banrisul, fracassou. A instituição financeira confirmou, na manhã desta quinta-feira (19), por meio de fato relevante, o cancelamento de sua oferta.

No documento, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, que é o acionista controlador, alega que o preço por ação apresentado no procedimento de bookbuilding - em que há a formação do preço - não atendia ao seu interesse.

Antes de o banco confirmar o fracasso da oferta, o jornal "Valor Econômico" havia informado que a oferta subsequente não teria conseguido atrair investidores dispostos a pagar o preço mínimo pedido pelo acionista de R$ 19 por ação.

A publicação ainda destacou que os investidores não ficaram satisfeitos com a redução no tamanho da oferta, que foi revista na data em que estava prevista a precificação dos papéis, e que consequentemente afeta a liquidez das ações ordinárias negociadas pelo banco.

O banco já havia adiado em um dia a definição do preço das ações. Na previsão inicial, a ideia é que o preço tivesse sido apresentado na última terça-feira (17).

A oferta

Depois de anunciar na última semana que iria realizar uma oferta subsequente de ações, o conselho diretor do Programa de Reforma do Estado do Rio Grande do Sul realizou algumas mudanças nas regras da oferta de ações ordinárias do Banrisul (BRSR3), com o adiamento de etapas.

Antes, o acionista controlador tinha previsto a oferta de 96.223.426 ações, o que corresponderia a cerca de 23% do total de ações de titularidade do governo gaúcho.

Mas, na última quarta-feira, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul voltou atrás e disse que seriam ofertadas menos ações. O montante ficaria em 71.350.689 ações.

Porém, estava previsto o lançamento de um lote extra de até 24.972.240 ações e que ficaria a critério do governo gaúcho.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Cuidado com a água

Apple é multada por propaganda enganosa sobre função de iPhone

De acordo com a agência italiana, a resistência a água é apenas verdadeira em condições controladas de laboratório.

De volta para a fase amarela

Um dia após eleições, governo de SP anuncia medidas mais duras de isolamento

Até o último domingo (29), o estado de Sã Paulo acumulava uma alta de 8,9% no número de casos da doença no último mês.

IFIX

Primeiro ETF do Índice de Fundos Imobiliários começa a ser negociado nesta segunda-feira

B3 e XP lançam fundo de índice referenciado no IFIX, o Índice de Fundos Imobiliários. Trend IFIX terá taxa de administração de 0,3% ao ano

Conversão em tempo real

Banco híbrido Capitual passa a permitir saques de criptomoedas em caixas eletrônicos

O Capitual é um banco digital que oferece serviços bancários tradicionais para Pessoas Físicas e Jurídicas, a possibilidade de negociação de oito criptomoedas, quatro moedas fiduciárias e ouro

Na pandemia

Dívida bruta do governo geral fica em 90,7% do PIB em outubro, diz BC

Na esteira do aumento dos gastos dos governos para fazer frente à pandemia do novo coronavírus, a dívida pública brasileira acelerou em outubro. Dados divulgados nesta segunda-feira, 30, pelo Banco Central mostram que a Dívida Bruta do Governo Geral fechou outubro aos R$ 6,575 trilhões, o que representa 90,7% do Produto Interno Bruto (PIB). O […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies