Menu
2019-06-13T13:11:08-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ao infinito e além

Por que Jeff Bezos, o CEO da Amazon, está tentando colonizar a Lua

O bilionário resolveu explicar a razão de uma das suas empresas, a Blue Origin, estar trabalhando numa sonda lunar para transportar mercadorias entre a Terra, a Lua e o espaço

11 de junho de 2019
15:41 - atualizado às 13:11
blueorigin-bluemoon-lander-reveal
O fundador da Amazon, Jeff Bezos, e o módulo lunar Blue Moon. - Imagem: Blue Origin

O famoso fundador da Amazon, Jeff Bezos, tem um plano nada simples: enviar uma missão à Lua. O bilionário promete o feito até 2024. "É hora de voltar para a lua. Desta vez para ficar", chegou a dizer Bezos numa das ocasiões em que comentava o assunto.

Pois na quinta-feira, 6, conforme relata o site Business Insider, o bilionário resolveu explicar a razão de uma das suas empresas, a Blue Origin, estar também trabalhando numa sonda lunar para transportar mercadorias entre a Terra, a Lua e o espaço: ele quer que a indústria vá além de nossa atmosfera.

Bezos disse que a sonda faz parte de sua visão de salvar a humanidade e a Terra, ao mesmo tempo em que avança para com seus empreendimentos pelo espaço. E mais, para ele a própria sobrevivência da humanidade depende da colonização, que deve começar pela Lua.

O veículo lunar, batizado de Blue Moon, é projetado para entregar uma variedade de cargas à Lua visando ajudar os humanos a estabelecer sua presença lá. "A razão pela qual temos que ir ao espaço, na minha opinião, é salvar a Terra", disse ele.

Para Bezos, a lua é "ponto de aterrissagem perfeito" para nossas eventuais necessidades espaciais por uma variedade de razões: tem água em forma de gelo, está perto da Terra, há acesso a energia solar, entre outras coisas. "Se vamos continuar a cultivar nossa civilização, precisamos nos mover", disse.

O bilionário ainda continuou sua argumentação dizendo que se a civilização humana continuar crescendo, não teremos escolha a não ser transferir nossas necessidades de produção para o espaço, a fim de proteger a Terra.

"A Amazon foi fácil de começar em 1994 com uma pequena quantia de capital porque o sistema de transporte já existia", disse ele. "Já havia um sistema financeiro, cartões de crédito e um sistema de comunicação. Se uma empresa tivesse que construir tudo isso do zero, teria custado bilhões de dólares".

O desafio, com o projeto lunar, estaria então em criar uma infra-estrutura, explica Bezos. "Minha missão com a Blue Origin é ajudar a construir essa infra-estrutura, fazer esse trabalho pesado, para que outros possam se apoiar nessas bases da mesma maneira que eu me apoiei no serviço postal dos EUA".

*Com informações do site Business Insider

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

seu dinheiro na sua noite

A chance do Pão de Açúcar de focar no seu negócio principal

Nessa nova experiência de home office que muitos de nós estamos vivendo, parcial ou integralmente, um dos desafios é conseguir manter o foco durante todo o expediente. Algumas pessoas dizem conseguir se concentrar muito melhor trabalhando de casa, onde é mais silencioso e confortável. Outras, como eu, encontraram bastante dificuldade para não procrastinar e acabar […]

Falta só a sanção

Câmara aprova prorrogação do prazo de entrega do Imposto de Renda até 31 de julho

Além de dar mais 90 dias de prazo, o texto também limitou o pagamento do imposto a, no máximo, seis parcelas

FECHAMENTO

Ibovespa engata segunda alta consecutiva, mas tempo segue fechado em Brasília

O Orçamento segue empacado e a situação fiscal preocupa, mas NY e as commodities vieram para salvar o dia e fazer o Ibovespa fechar a sessão no azul

Clássicos repaginados

Hasbro se une à plataforma de games Roblox para lançar novos produtos

A gigante dos brinquedos anunciou uma série de itens das linhas Nerf e Monopoly em parceria com a novata Roblox

Bom momento

Construtoras apresentam prévias operacionais fortes, apesar de restrições por causa da pandemia

Apesar dos lançamentos fracos, Cyrela viu crescimento nas vendas líquidas em comparação ao mesmo período do ano anterior; Direcional e Moura Dubeux bateram recordes de vendas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies