Menu
2019-10-14T14:10:52-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Pensando longe

A mais nova (e brilhante) estratégia da Amazon para reduzir custos com logística

Clientes agora podem utilizar uma nova facilidade na hora de fazer devoluções de produtos comprados pela internet

9 de setembro de 2019
16:00 - atualizado às 14:10
Placa de loja da Amazon
Imagem: Shutterstock

A gigante de comércio eletrônico Amazon deu uma nova tacada no jogo da concorrência e os efeitos disso prometem ser muito positivos em termos de custos.

Algumas lojas físicas Amazon Go espalhadas pelo mundo passaram a aceitar devoluções de compras feitas pela internet.

No novo procedimento, para fazer qualquer retorno o cliente seleciona o produto que desejam devolver no aplicativo Amazon e vai até uma loja Amazon Go para entregá-lo. Em seguida, ele recebe um código QR no aplicativo ou por email, um funcionário da loja digitaliza o código e o retorno é processado. É gratuito e não requer nenhuma embalagem ou caixa.

A ideia pode parecer apenas uma simples facilidade, mas esconde milhares de dólares economizados com logística. Um dos maiores custos da Amazon é justamente retornar à casa dos clientes e retirar um produto adquirido e indesejado. Tudo isso sem qualquer receita adicional.

Para você ter uma ideia, os gastos com logística da empresa de Jeff Bezos em todo o mundo aumentaram quinze vezes de 2009 a 2018, enquanto as vendas líquidas aumentaram sete vezes no mesmo período.

Em geral os retornos, quando são efetuados em lojas físicas, custam a metade do valor quando comparados a devoluções feitas pelo correio. Com isso, a nova estratégia de devolução da Amazon tem tudo para reduzir os custos em meio à demanda já consolidada por devoluções gratuitas - algo que atinge entre 10% a 30% dos produtos vendidos online.

A Business Insider fez uma busca pelas redes sociais e verificou que clientes que já tiveram a experiência de devolver produtos em lojas Amazon Go em geral disseram que a conveniência de mostrar um código QR para fazer um retorno foi uma vitória. Esse também é um sinal captado por uma pesquisa da agência UPS, que mostrou que quase 60% dos norte-americanos preferem devolver as compras a uma loja física em vez de enviar seus produtos.

*Com informações da Business Insider.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

coronavírus no brasil

Brasil passa da marca de 1,5 milhão de casos confirmados de covid-19

Do total de infectados até o momento, 868.372 já se recuperaram

ministro da Economia

Presidente está determinado a seguir em frente com reformas, diz Guedes

Guedes voltou a traçar um prognóstico positivo para a recuperação da atividade econômica após o momento mais dramático dos efeitos da pandemia do novo coronavírus

seu dinheiro na sua noite

Aqui, ali, em qualquer lugar

Os protestos surgiram logo no primeiro dia da quarentena aqui em casa. O André, meu filho mais velho, reclamou de tédio, e não demorou até ganhar a adesão da Helena. A situação se acalmou depois que a escola adotou as aulas virtuais. Mas com as férias a partir desta semana já começo a temer por novas “manifestações”. […]

gigante estatal

Petrobras aguarda autorização da ANP para avançar com diesel vegetal

A Petrobras está em fase final de desenvolvimento da tecnologia que permitirá a produção de óleo diesel de origem vegetal em suas refinarias, afirmou o diretor de Relacionamento Institucional da estatal, Roberto Ardenghy

Semana positiva

Ibovespa sobe mais de 3% na semana e dólar cai a R$ 5,31; dados positivos se sobrepõem à cautela

Indicadores econômicos mais fortes no mundo, somados a novas injeções de recursos pelos BCs e governos, levaram o Ibovespa às máximas em quase um mês e permitiram um alívio no dólar à vista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements