Menu
2019-10-14T14:10:52-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Pensando longe

A mais nova (e brilhante) estratégia da Amazon para reduzir custos com logística

Clientes agora podem utilizar uma nova facilidade na hora de fazer devoluções de produtos comprados pela internet

9 de setembro de 2019
16:00 - atualizado às 14:10
Placa de loja da Amazon
Imagem: Shutterstock

A gigante de comércio eletrônico Amazon deu uma nova tacada no jogo da concorrência e os efeitos disso prometem ser muito positivos em termos de custos.

Algumas lojas físicas Amazon Go espalhadas pelo mundo passaram a aceitar devoluções de compras feitas pela internet.

No novo procedimento, para fazer qualquer retorno o cliente seleciona o produto que desejam devolver no aplicativo Amazon e vai até uma loja Amazon Go para entregá-lo. Em seguida, ele recebe um código QR no aplicativo ou por email, um funcionário da loja digitaliza o código e o retorno é processado. É gratuito e não requer nenhuma embalagem ou caixa.

A ideia pode parecer apenas uma simples facilidade, mas esconde milhares de dólares economizados com logística. Um dos maiores custos da Amazon é justamente retornar à casa dos clientes e retirar um produto adquirido e indesejado. Tudo isso sem qualquer receita adicional.

Para você ter uma ideia, os gastos com logística da empresa de Jeff Bezos em todo o mundo aumentaram quinze vezes de 2009 a 2018, enquanto as vendas líquidas aumentaram sete vezes no mesmo período.

Em geral os retornos, quando são efetuados em lojas físicas, custam a metade do valor quando comparados a devoluções feitas pelo correio. Com isso, a nova estratégia de devolução da Amazon tem tudo para reduzir os custos em meio à demanda já consolidada por devoluções gratuitas - algo que atinge entre 10% a 30% dos produtos vendidos online.

A Business Insider fez uma busca pelas redes sociais e verificou que clientes que já tiveram a experiência de devolver produtos em lojas Amazon Go em geral disseram que a conveniência de mostrar um código QR para fazer um retorno foi uma vitória. Esse também é um sinal captado por uma pesquisa da agência UPS, que mostrou que quase 60% dos norte-americanos preferem devolver as compras a uma loja física em vez de enviar seus produtos.

*Com informações da Business Insider.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Seu Dinheiro na sua noite

O grande respiro do câmbio e mais…

“Ih, vai ser uma semana daquelas”, pensei eu na segunda-feira, ao olhar a agenda de eventos previstos para os dias seguintes. Teríamos decisão do Copom e relatório de empregos nos EUA — e isso sem contar os inúmeros balanços corporativos. Em semanas assim, eu gosto de traçar alguns cenários na minha cabeça: se o BC […]

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Mudou de ideia?

Elon Musk passa a recomendar cautela com o dogecoin às vésperas de sua participação no SNL

O bilionário, que já fez a moeda-meme disparar 60% com apenas um tweet, exibiu um alerta para as limitações do mercado de criptoativos

pandemia

Estudo aponta relação entre negacionismo de Bolsonaro e evolução da pandemia no Brasil

Segundo o levantamento, em cidades onde o presidente obteve mais de 50% dos votos no segundo turno das eleições de 2018, número de mortes foi 415% maior do que nos municípios onde ele perdeu o pleito

Insistência incomoda

Ex-presidente do BC Affonso Pastore acredita que ajuste parcial da Selic é insustentável

O economista defende o reconhecimento explícito de que a instituição perseguirá o ajuste integral da taxa básica de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies