Menu
2019-04-04T14:14:24-03:00
Estadão Conteúdo
Voando

Amazon registra lucro líquido recorde de US$ 3,02 bilhões no 4º trimestre de 2018

Companhia registrou forte avanço em relação ao ganho de US$ 1,856 bilhão registrado no mesmo período do ano anterior

31 de janeiro de 2019
20:13 - atualizado às 14:14
Placa de loja da Amazon
Resultados surpreenderam os analistas de mercadoImagem: Shutterstock

A Amazon apresentou lucro líquido de US$ 3,027 bilhões no quarto trimestre de 2018, o equivalente a US$ 6,04 por ação. Com isso, a companhia registrou avanço em relação ao ganho líquido de US$ 1,856 bilhão visto no mesmo período do ano anterior, ultrapassando a marca de US$ 3 bilhões pela primeira vez em sua história. Os resultados também vieram acima do esperado por analistas consultados pela FactSet, que projetavam lucro de US$ 5,65 por ação.

As vendas líquidas, por sua vez, aumentaram 20% em relação ao quarto trimestre de 2017, para US$ 72,383 bilhões. As vendas ficaram levemente acima das expectativas de analistas ouvidos pela FactSet, que estimavam vendas de US$ 71,88 bilhões no período. Excluindo o impacto de US$ 801 milhões nas taxas de câmbio ao longo do trimestre, as vendas líquidas aumentaram 21% na comparação anual do quarto trimestre.

O lucro da Amazon ficou dentro da projeção da própria empresa, que, em outubro, previa ganho entre US$ 2,1 bilhões e US$ 3,6 bilhões. As vendas também vieram em linha com as estimativas da Amazon, que estimava receita entre US$ 66,5 bilhões e US$ 72,5 bilhões. Para o trimestre a ser encerrado em março, a companhia prevê que o lucro operacional ficará entre US$ 2,3 bilhões e US$ 3,3 bilhões, enquanto as vendas devem oscilar entre US$ 56 bilhões e US$ 60 bilhões.

Após a divulgação dos resultados, a Amazon viu suas ações subirem mais de 3% no after hours em Nova York, após terem fechado o pregão regular em alta de 2,89%. No entanto, apesar do lucro recorde, os papéis perderam fôlego e, às 19h17 (de Brasília), caíam 0,75%.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies