Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-14T14:10:50-03:00
Estadão Conteúdo
Ampliando o negócio

Amazon estuda abrir novos centros de distribuição no Brasil

Diretoria da empresa no Brasil diz que a experiência obtida com o CD de Cajamar já mostrou necessidade de ampliação da capacidade

29 de agosto de 2019
16:04 - atualizado às 14:10
Placa de loja da Amazon
Imagem: Shutterstock

Após inaugurar um Centro de Distribuição de 47 mil metros quadrados em Cajamar, na Grande São Paulo, em janeiro, a Amazon já estuda expandir o espaço ou até abrir novos pontos em outras cidades do País. De acordo com o diretor de Varejo da Amazon no Brasil, Daniel Mazini, a experiência obtida com o CD de Cajamar já mostrou necessidade de ampliação da capacidade.

"Foi a capacidade que a gente achou que era suficiente para esse primeiro momento. A gente está aprendendo desde já que talvez essa capacidade não seja suficiente. Temos a opção de ampliar o próprio CD ou ir para outros. Estamos analisando", disse Mazini em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Os dados obtidos com os primeiros meses de operação do CD de Cajamar possibilitaram à Amazon analisar onde o cliente está e, com isso, definir com mais assertividade os locais de abertura de CDs futuros. Mazini não revelou quais cidades estão sendo cogitadas.

Até o momento, já são mais de 200 mil produtos vendidos e entregues pela Amazon Brasil distribuídos em mais de 20 categorias, entre livros, esportes e casa e jardim.

A expansão da operação no Brasil também atraiu revendedores, os chamados "sellers", que utilizam o marketplace da Amazon para fazer negócio. Sem citar um número exato, Mazini contabiliza dezenas de milhares de fornecedores e empresas na plataforma da americana no Brasil. O número mundial chega a 2 milhões.

"Tem dois tipos: as grandes empresas, como Mobly, e os menores. Desde que a gente anunciou nossa expansão em varejo, em janeiro, o crescimento dos sellers aumentou demais. Estamos muito animados", afirmou Mazini.

A título de comparação, entre as concorrentes da Amazon com capital aberto no Brasil, a B2W possui mais de 30 mil revendedores em seu marketplace. Já o Magazine Luiza anunciou em seu último balanço trimestral que ultrapassou 8 mil revendedores, enquanto a Via Varejo chegou a 4,5 mil.

Correios

Questionado sobre possível interesse da empresa nos Correios diante do anúncio de intenção do governo federal de privatizar a empresa estatal, Mazini disse apenas que não comenta rumores. O executivo afirmou que os Correios são parceiros da Amazon e que a empresa também tem contratos com outras oito transportadoras no Brasil. "Não temos nada para anunciar", afirmou.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

VAREJO DECEPCIONADO?

Black Friday supera prévias, mas vendas do fim de semana ainda ainda perdem para os números registrados em 2019

Segundo índice calculado pela Cielo, as vendas cresceram 6,9% em relação ao ano passado, mas foram 3,8% inferiores ao período pré-pandemia

Adeus ano velho

Ano novo, impostos novos! Reforma do IR fica para 2022, confirma presidente do Senado

O governo Bolsonaro pressionava pela aprovação da proposta para financiar o Auxílio Brasil, mas não conseguiu apoio na Casa

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Bitcoin e bolsa se recuperam após susto com nova variante, Azul e Latam sobem o tom e outros destaques do dia

Pouco se sabe ainda sobre a nova variante do coronavírus detectada na África do Sul, mas o que veio à público até agora é muito melhor do que o mercado financeiro precificou na última sexta-feira (26). Sem o pânico visto na semana passada, o Ibovespa encontrou forças para abrir a semana em alta.  Um estudo […]

Fechamento do dia

Mercado supera susto com ômicron, e bolsas globais engatam recuperação; Ibovespa sobe com menos força, de olho na PEC dos precatórios

Pesando os desafios fiscais brasileiros, o Ibovespa fechou longe das máximas, mas se recuperou parcialmente do tombo de sexta-feira

UM ÚLTIMO TUÍTE

Do Twitter para o bitcoin? Jack Dorsey deixa comando da rede social e reacende rumores sobre projeto em criptomoedas

O fundador da rede social passará o cargo para Parag Agrawal, um veterano da empresa, depois de comandá-la de 2006 a 2008 e de 2015 até hoje

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies