Menu
2019-12-10T20:37:05-03:00
PRIVATIZAÇÃO

Privatização da Eletrobras será discutida no 1º semestre, diz Ferreira Júnior

“É a primeira vez que o Brasil vai fazer uma operação desse tamanho, temos que ir com calma”, disse durante palestra na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).

10 de dezembro de 2019
20:37
Sede da Eletrobras no Rio de Janeiro
Sede da Eletrobras no Rio de Janeiro - Imagem: Divulgação

O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior, disse nesta terça-feira, 10, confiar que o Congresso Nacional vai aprovar a privatização da Eletrobras no primeiro semestre do ano e a operação de capitalização na B3 será feita no segundo semestre de 2020.

"Levaram sete meses para aprovar a Previdência, que é mais difícil. A discussão termina no primeiro semestre e no segundo semestre fazemos a venda. É a primeira vez que o Brasil vai fazer uma operação desse tamanho, temos que ir com calma", disse durante palestra na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).

Segundo Ferreira, a privatização vai permitir à Eletrobras investir mais e arrecadar recursos para o governo.

Em evento no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na última sexta-feira, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a Eletrobras "está condenada à morte" se não for privatizada.

Cautela de Maia

De acordo com Ferreira, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, ainda não escolheu o relator que irá instalar a comissão para estudar a privatização da Eletrobras porque está sendo cauteloso. Segundo ele, Maia procura alguém que consiga fazer andar o projeto na Câmara.

"Ele está tomando o cuidado necessário para colocar o relator que faça de fato deslanchar o projeto. Nós tivemos como parte do processo várias interações com ele (Maia), ele só está sendo cauteloso", disse Ferreira, já depois da palestra na ACRJ.

De acordo com o executivo, a expectativa é de que o relator seja escolhido por Maia ainda este ano.

Ele descartou obstáculos para aprovação da privatização por se tratar de um ano eleitoral, afirmando que a venda da estatal e a eleição para prefeitos "não vão se misturar", disse, alegando que a aprovação no Congresso deverá ocorrer no primeiro semestre e a venda no segundo semestre.

Participação do governo na capitalização

O governo deverá ficar com cerca de 45% das ações da Eletrobras no processo de capitalização da companhia na B3, e posteriormente poderá vender mais algum lote, como ocorreu na BR Distribuidora, disse Ferreira Júnior.

Segundo ele, a tendência é de que as ações que ficarão com o governo valham o dobro do valor atual em uma eventual nova oferta de ações. "Vamos fazer um aumento de capital de R$ 15 bilhões e o governo será diluído, mas ficará com 45% do capital e esperamos que com o tempo isso valha o dobro", afirmou.

Ebitda

O presidente da Eletrobras informou ainda que a empresa vai registrar este ano Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de mais de R$ 10 bilhões, cinco vezes a mais do que a estatal fazia há três anos, quando o executivo entrou na companhia. "Passados esses três anos a companhia vem tendo lucro, era uma média de R$ 2 bilhões de Ebtida e vamos bater R$ 10 bilhões este ano", disse.

Em pleno processo de privatização, que encontra resistência no Congresso Nacional, a Eletrobras enxugou seu quadro de pessoal, de 26 mil para 12,5 mil na gestão de Ferreira.

Ele anunciou ainda, que irão entrar em operação 250 megawatts provenientes de parques eólicos que serão inaugurados por Furnas e Chesf, subsidiárias da Eletrobras entre dezembro deste ano e janeiro 2020. "Não conseguimos reverter o passado, mas as perspectivas são muito boas", disse aos empresários.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

conversa vai avançar

União Europeia visita EUA em fevereiro para negociar acordo, diz presidente do BCE

Trump chegou a ameaçar tarifar carros e outros produtos da UE se os dois lados não conseguirem fechar um novo acordo

na agenda americana

EUA começaram a trabalhar no corte de impostos ‘2.0’, diz secretário

Casa Branca planeja implementar um segundo corte de impostos para a classe média e “outros incentivos” para impulsionar o crescimento da economia

dados da receita

Arrecadação federal de impostos em 2019 é a maior em cinco anos

Crescimento é explicado pelo comportamento dos principais indicadores macroeconômicos, especialmente os relacionados com o consumo, produção industrial e importações

SIGA O 'BUY AND HOLD'

A estratégia de comprar ações para acelerar sua aposentadoria; entenda

Um dos maiores erros dos investidores que poupam para a aposentadoria é colocar todo o seu dinheiro na renda fixa. O investimento em ações é o gás que você precisa para acelerar o seu plano. O Seu Dinheiro lançou nesta semana o curso “Aposente-se aos 40 (ou o quanto antes)” para ajudar os leitores a […]

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Alívio no caixa?

Ações da Oi sobem forte com notícia de venda da Unitel

A participação da Oi na tele angolana foi vendida para a Sonangol por US$ 1 bilhão, de acordo com notícia publicada pelo colunista Lauro Jardim, de O Globo

solução?

Decreto sobre contratação de militares para INSS deve sair esta semana, diz Bolsonaro

TCU já avisou o governo de que terá de ser elaborada uma solução ampla para o recrutamento de pessoal, abrindo a possibilidade de contratação também para civis

primeira reunião do ano

BCE mantém política monetária inalterada, mas lança revisão de estratégia

Como previam analistas, o BCE manteve a taxa de refinanciamento em 0% e a de depósito em -0,50%

Cautela

Ibovespa opera em queda, reagindo à tensão global com o coronavírus; IPCA-15 mexe com dólar e juros

O Ibovespa exibe um tom negativo nesta quinta-feira, preocupado com a disseminação do coronavírus às vésperas do feriado na China. Os dados de inflação no país também são monitorados

levantamento do boa vista

Abertura de empresas cresce 18% em 2019

Setor de serviços foi destaque, com 61,8% de representatividade; em contrapartida, o comércio diminuiu essa parcela

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements