Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-12-04T19:46:43-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Altas e baixas

Petrobras, Itaú Unibanco e CSN: os destaques do Ibovespa nesta quarta-feira

As ações da Petrobras fecharamem alta, puxadas pela valorização do petróleo. Os papéis do Itaú e dos demais bancos também subiram, em meio ao otimismo local

4 de dezembro de 2019
14:57 - atualizado às 19:46
Letreiro da Petrobras em frente a prédio
Letreiro da Petrobras em frente a prédio - Imagem: Shutterstock

As ações da Petrobras fecharam em alta nesta quarta-feira (4) e ajudaram a empurrar o Ibovespa aos 110 mil pontos pela primeira vez na história. Papéis do setor bancário — em especial Itaú Unibanco PN (ITUB4) — e de siderúrgicas, como CSN ON (CSNA3), também apareceram entre os destaques positivos.

Dois fatores ajudam a explicar o comportamento desses ativos: o bom humor externo, que deu forças às commodities, e o otimismo dos agentes financeiros em relação à economia local — você pode ler mais sobre a influência desses pontos na sessão de hoje em nossa cobertura completa dos mercados.

Os papéis da Petrobras, por exemplo, foram beneficiados pela alta firme do petróleo no exterior. O contrato do Brent com vencimento em fevereiro avançou 3,58%, e o WTI para janeiro valorizou 4,15%. Nesse cenário, as ações PN da estatal (PETR4) subiram 2,35%, enquanto as ONs (PETR3) tiveram ganho de 1,22%.

Essa alta expressiva do petróleo é influenciada pela percepção de que Estados Unidos e China estão mais próximos de uma certo no front da guerra comercial, mas não só isso. A reunião semanal da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados — grupo conhecido como Opep+ — teve início hoje, e há a expectativa quanto a um acerto para o corte na oferta da commodity. A Petrobras, assim, pega carona nesse contexto.

Siderurgia e mineração em alta

Ações das siderúrgicas e mineradoras também tiveram uma sessão positiva, influenciadas pela melhora nos dados referentes à indústria e ao setor de serviços da China, o principal consumidor global de minério de ferro e aço. E, com a evolução nos números, há a leitura de que a demanda por tais produtos tende a aumentar.

Assim, CSN ON (CSNA3) subiu 2,74%, Usiminas PNA (USIM5) teve ganho de 2,44% e Gerdau PN (GGBR4) avançou 1,23%. Vale ON (VALE3) teve um desempenho mais modesto: ganho de 0,99%.

O ambiente benéfico para as siderúrgicas também foi gerado pela notícia, publicada pelo Valor Econômico, de que a CSN irá promover aumentos de 10% nos preços do aço a partir de 2020 — a Gerdau já havia anunciado elevações nos valores do aço longo.

Recuperação dos bancos

Outro setor entre os destaques do Ibovespa foi o de bancos, impulsionado pelo otimismo dos investidores em relação às perspectivas para a economia doméstica. Nesta manhã, foi revelado que a produção industrial do país subiu 0,8% em outubro, dado que se soma à expansão de 0,6% no PIB do terceiro trimestre.

Nesse segmento, os papéis PN do Itaú Unibanco (ITUB4) apresentaram o melhor desempenho nesta quarta-feira, com ganho de 3,60%. Bradesco PN (BBDC4) subiu 2,58%, Banco do Brasil ON (BBAS3) teve alta de 1,45% e as units do Santander Brasil (SANB11) valorizaram 1,74%.

Destaques

Veja as cinco ações de melhor desempenho do Ibovespa nesta quarta-feira:

  • BTG Pactual units (BPAC11): +4,42%
  • Weg ON (WEGE3): +3,61%
  • Itaú Unibanco PN (ITUB4): +3,60%
  • Tim ON (TIMP3): +2,77%
  • CSN ON (CSNA3): +2,74%

Confira também os papéis com as maiores quedas do índice:

  • Raia Drogasil ON (RADL3): -2,93%
  • JBS ON (JBSS3): -2,82%
  • Suzano ON (SUZB3): -2,67%
  • Marfrig ON (MRFG3): -2,57%
  • BR Distribuidora ON (BRDT3): -2,15%
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

em busca de recursos

AES Brasil (AESB3) aprova oferta pública e pode captar até R$ 1,8 bilhão

De acordo com a AES Brasil, o objetivo da oferta é acelerar seu plano de crescimento, com foco na diversificação do portfólio por meio de fontes complementares à hídrica, além de potencializar a criação de valor para os acionistas

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: mais imposto, indefinição sobre dívidas e desaceleração na China

O Ibovespa acumulou uma perda de 2,5% na semana que termina e o dólar à vista avançou 0,28%, para R$ 5,28.  Foram três os principais fatores que impactaram os mercados: o anúncio de aumento de impostos, a indefinição sobre os precatórios — dívidas do governo com sentença judicial definitiva — e uma possível desaceleração da […]

Podcast Mesa Pra Quatro

De corretor de investimentos a árbitro e comentarista de futebol: conheça a trajetória de Arnaldo Cézar Coelho

O ex-árbitro e ex-comentarista de futebol é o convidado do podcast Mesa Pra Quatro. Ele conta como sua mãe influenciou a investir em imóveis e fala sobre a sua trajetória no mercado financeiro, um lado que poucos conhecem – confira agora

nome limpo na praça

Boa Vista (BOAS3): Itaú BBA inicia cobertura com ‘compra’ e potencial de alta de 27%

Preço-alvo para 2022 foi estabelecido em R$ 15,50, apoiado na tese de crescimento da companhia e do mercado de serviço de informações de crédito

de olho na inovação

Bitcoin é ineficiente como moeda e bom apenas para especulação, diz ‘Papa’ do valuation

Damodaran disse que a importância que tem sido dada ao bitcoin é desproporcional em relação ao seu papel na economia e minimizou a adoção da criptomoeda por El Salvador

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies