Menu
2019-12-03T18:54:09-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.

MRV, Banco do Brasil e Smiles: os destaques do Ibovespa nesta terça-feira

As ações da MRV sobem forte após o resultado do PIB mostrar uma expansão firme da construção civil; Já a Smiles tem a maior queda do Ibovespa

3 de dezembro de 2019
16:50 - atualizado às 18:54
Fachada do edifício sede do Banco do Brasil em Brasília.
Fachada do edifício sede do Banco do Brasil em Brasília. - Imagem: Fernando Bizerra/Agência Senado

As ações do setor de construção civil apareceram entre os destaques positivos da bolsa brasileira nesta terça-feira (3), especialmente os ativos da MRV. O mercado mostrou entusiasmo com o segmento, em meio à forte contribuição da indústria para a expansão de 0,6% no PIB do país no terceiro trimestre deste ano.

De acordo com o IBGE, a construção civil cresceu 4,4% em relação ao mesmo período do ano passado — o melhor resultado para o setor desde 2014. E, com esse dado em mente, os investidores apostaram suas fichas nos ativos das construtoras e incorporadoras.

É o caso de MRV ON (MRVE3), que disparou 7,16% e liderou os ganhos do Ibovespa, e de Cyrela ON (CYRE3), com ganho de 2,33%. Fora do índice, EZTec ON (EZTC3) teve alta de 5,43%, Direcional ON (DIRR3) avançou 4,08% e Tenda ON (TEND3) valorizou 5,58%.

Vai vender?

Outro destaque desta terça-feira foi Banco do Brasil ON (BBAS3), em alta de 2,02%. O mercado mostrou animação com a notícia de que a equipe econômica liderada pelo ministro Paulo Guedes estaria analisando a privatização da empresa — a missão, agora, seria convencer o presidente Jair Bolsonaro.

O desempenho dos papéis do Banco do Brasil chamou a atenção porque as demais ações do setor bancário tiveram performances bem mais discretas. É o caso de Itaú Unibanco PN (ITUB4), em alta de 0,03%; Bradesco PN (BBDC4), com ganho de 0,36%; e Santander Brasil units (SANB11), com perda de 0,34%.

Perda de confiança

Na ponta oposta do Ibovespa, atenção para Smiles ON (SMLS3), que despencou 8,85% e teve o pior desempenho do índice. A empresa divulgou projeções bastante fracas para 2019 e 2020, o que desagradou o mercado e gerou desconfiança em relação ao futuro da companhia.

Em relatório, o analista Vitor Mizusaki, do Bradesco BBI, cortou o preço-alvo dos papéis do Smiles ao fim de 2020, de R$ 44,00 para R$ 35,00, mantendo a recomendação neutra para os ativos.

Queda das siderúrgicas

Os papéis de mineradoras e siderúrgicas também tiveram um dia ruim, em meio às tensões no front da guerra comercial — mais cedo, o presidente americano, Donald Trump, disse que um acerto com a China pode ficar para depois das eleições de 2020.

Considerando a importância do mercado chinês para o setor, o atraso no fechamento do acordo comercial entre as potências pode implicar numa desaceleração econômica mais intensa do gigante asiático — o que, consequentemente, afetaria a demanda por aço e minério de ferro.

Obedecendo a essa lógica, CSN ON (CSNA3) caiu 3,77%, Gerdau PN (GGBR4) recuou 2,29%, Usiminas PNA (USIM5) teve perda de 0,92% e Vale ON (VALE3) fechou em queda de 1,79%.

Top 5

Veja as cinco ações de melhor desempenho do Ibovespa nesta terça-feira:

  • MRV ON (MRVE3): +7,16%
  • Gol PN (GOLL4): +4,01%
  • BB Seguridade ON (BBSE3): +3,88%
  • Marfrig ON (MRFG3): +3,87%
  • Via Varejo ON (VVAR3): +3,60%

Confira também as cinco maiores perdas do índice:

  • Smiles ON (SMLS3): -8,85%
  • CSN ON (CSNA3): -3,77%
  • Metalúrgica Gerdau PN (GOAU4): -2,48%
  • Gerdau PN (GGBR4): -2,29%
  • Hypera ON (HYPE3): -2,05%
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

demandas da crise

Câmara aprova adiamento das eleições municipais para novembro

Alteração é motivada pela pandemia do novo coronavírus e, com a postergação para novembro, a expectativa é que a incidência e o risco de contaminação pela doença entre eleitores sejam menores no País

Mercado de capitais

Como você pode ajudar a financiar as pequenas empresas e ganhar dinheiro (se o governo deixar)

De um lado, temos 12 milhões de pequenas e médias empresas, boa parte sem acesso a crédito. Do outro, mais de R$ 3 trilhões remunerados com as taxas de juros mais baixas da história e em busca de alternativas mais rentáveis. Como juntar as duas pontas?

coronavírus no interior de sp

Aliansce Sonae fecha temporariamente 4 shoppings por aumento de casos de covid

A Aliansce Sonae teve que fechar temporariamente quatro shopping centers que administra por conta do aumento na ocupação de leitos nas redes de saúde das cidades onde estão localizados

crédito na crise

BTG abre linha de microcrédito para empreendedores, a partir de R$ 500

Mesmo que bilhões de reais tenham sido injetados na economia brasileira para mitigar os efeitos da crise, micro e pequenas empresas acabaram ficando sem crédito em meio à pandemia

o coronavírus por aqui

Brasil atinge platô nas mortes por covid, diz Ministério da Saúde

Mas contágio de covid-19 continua aumentando no país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements