Menu
2019-06-11T13:05:19-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Xi...

Não há remédio que salve… Juiz decreta falência da Brasil Pharma

Em sua justificativa, ele destacou que a “empresa autora não só comprovou, como também confessou que não possui condições para dar continuidade a sua atividade empresarial”.

11 de junho de 2019
12:59 - atualizado às 13:05
Remédio medicamento
Imagem: Shutterstock

É, não deu. Depois de o Conselho de Administração da companhia aprovar um pedido de autofalência, o juiz Marcelo Barbosa Sacramone, da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais decretou ontem (10), a quebra da Brasil Pharma (BPHA3), dona da rede Farmais

Em sua justificativa, ele destacou que a "empresa autora não só comprovou, como também confessou que não possui condições para dar continuidade a sua atividade empresarial.

E ainda acrescentou dizendo que "realmente, considerando os documentos acostados, não há como rejeitar o pleito da autora de autofalência. A pessoa jurídica deixa clara a sua incapacidade de cobrir suas despesas administrativas, pessoais, financeiras e aquelas vinculadas com seus credores".

E as ações?

Além de decretar a falência da empresa, o juiz determinou algumas medidas como a nomeação da empresa Deloitte Touche Tohmatsu Consultores para fazer a arrecadação de bens, documentos e livros, bem como a avaliação dos bens; a suspensão de ações e execuções contra a falida; e a proibição de atos de disposição ou oneração de bens da empresa.

Com isso, ao entrar no site da B3, já aparece a informação de que os negócios estão suspensos a partir do pregão de hoje (11).

Já no fechamento de ontem, as ações terminaram o dia abaixo de R$ 1, cotadas em R$ 0,62. No ano, os papéis tiveram desvalorização de 58,94%.

 

Fonte: B3

Em resposta à decisão, a Brasil Pharma disse, em comunicado publicado hoje (11), que convocará oportunamente assembleia geral extraordinária da companhia para ratificar o requerimento de falência apresentado pela sua administração, apresentando o resultado ao juízo.

A companhia ainda afirmou que "reitera seu compromisso de manter os acionistas e o mercado em geral informados acerca do andamento dos assuntos aqui tratados e de qualquer outro assunto de interesse do mercado".

Um plano que não deu certo

Assim como já havia informado o Kaype Abreu, a administração da companhia atuava desde novembro de 2018 para implementar um plano de recuperação judicial, que incluía a alienação de ativos e negócios da companhia, dentre os quais a rede Farmais.

Em comunicado, BR Pharma afirma que foi prejudicada pela deterioração do valor de mercado dos pontos comerciais, em função de inúmeras ações judiciais para retomada dos imóveis e não amparadas pelo benefício da recuperação judicial.

A empresa também culpa a suspensão do leilão da rede de drogarias “Farmais”, que aconteceria em março deste ano mas foi barrado pela Justiça.

"A administração identificou que a companhia está impossibilitada mesmo de manter o pagamento de honorários advocatícios e de acessar seus sistemas de informática e de controle contábil", disse o diretor de Relações com Investidores, Leonardo Campos.

Ele ainda lembrou que a situação atual impossibilita gerenciar as operações da empresa e o pagamento integral da folha salarial de seus colaboradores.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Entrevista

‘Desemprego alto e déficit público nos deixam cautelosos’, diz presidente da Whirlpool

CEO da fabricante das marcas Consul e Brastemp diz estar cauteloso para investir em produção e em relação à sustentabilidade da demanda, por conta de desemprego e da situação fiscal

Mercadores da noite

Bolsa, dólar e juros subindo: qual dos três está mentindo?

Quando a Bolsa, o dólar e as taxas de juros estão subindo ao mesmo tempo, um dos três está mentindo – qual deles será e o que fazer?

Infraestrutura

Novo marco legal para ferrovias vai a votação no Senado na próxima semana

Legislação promete organizar regras do setor e permitir novos formatos para a atração de investimentos privados

Telecomunicações

Operadoras cobram transparência do governo na definição da tecnologia 5G

Teles se dizem preocupadas com as “incertezas” relativas ao processo, depois de governo sinalizar banimento da chinesa Huawei

Recorde

Estrangeiros põem R$ 30 bilhões na bolsa brasileira em novembro

Trata-se de recorde de entrada de recursos estrangeiros em um mês, impulsionado pela migração de recursos para bolsas emergentes; movimento por aqui, porém, pode ser passageiro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies