Menu
2019-11-22T16:06:20-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Fundo sustentável

Este robô de investimentos investe em Tesla, Beyond Meat e outras empresas “verdes” para você

Gestora Warren, que monta carteiras de investimento para pessoas físicas com base em inteligência artificial, acaba de lançar fundo de investimento em ações de empresas sustentáveis no Brasil e no exterior

22 de novembro de 2019
13:01 - atualizado às 16:06
Hambúrguer vegano da Beyond Meat
Beyond Meat, uma das empresas do portfólio do fundo, fabrica alimentos de base vegetal que procuram se aproximar do sabor e consistência da carne. Imagem: Shutterstock

O robô de investimentos Warren lançou um novo fundo de ações que vai agradar aos investidores preocupados em não apenas rentabilizar suas economias como também incentivar empresas social e ambientalmente responsáveis.

Trata-se do fundo Warren Green, que investe em ações de empresas que implementam boas práticas sociais, ambientais e de governança, além de ETFs (fundos de índices de mercado) que replicam o desempenho de índices de ações de empresas consideradas sustentáveis, como o Vegan Climate ET.

Vinte por cento do patrimônio do fundo é investido em ações e ETF no exterior, como a fabricante de carros elétricos Tesla, a fabricante de "carne" feita de vegetais Beyond Meat, além de Johnson & Johnson, Microsoft e a varejista on-line Etsy, que comercializa produtos feitos à mão, itens usados e material para artesanato.

Outros 10% são alocados em BDRs (Brazilian Depositary Receipts) recibos de ações estrangeiras negociados na bolsa brasileira. O investimento direto em certos BDRs é restrito a investidores qualificados (com mais de R$ 1 milhão para investir).

O restante (70% do patrimônio) é alocado em ações brasileiras, como Natura, Cielo, TIM, Lojas Renner e Lojas Americanas.

Critérios de seleção dos ativos

Para comporem o portfólio do Warren Green, as ações brasileiras devem compor os índices de sustentabilidade da B3 - Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), Índice de Governança Corporativa (IGC) e Índice Carbono Eficiente (ICO2) - e da própria plataforma, o Índice Warren Green.

Já os ativos estrangeiros precisam ser ETFs sustentáveis ou ações com alta pontuação em Environmental, Social and Governance (ESG) da Reuters.

Como investir no Warren Green

O fundo Warren Green, assim como todos os fundos da Warren, é exclusivo para os clientes da gestora, especializada em montar carteiras diversificadas com fundos próprios de baixo custo para clientes pessoas físicas, com base em inteligência artificial.

Qualquer pessoa pode ser cliente da Warren. Um fundo como esse, portanto, é uma boa oportunidade para investidores pessoas físicas de qualquer porte investirem no exterior com gestão profissional, sem restrições ao tamanho de patrimônio.

Para que o cliente tenha acesso ao Warren Green, é preciso que seu perfil de investidor e objetivo comportem o investimento em fundos de ações com liquidez superior a 17 dias. Em caso positivo, o fundo é incluído automaticamente na sua carteira de renda variável assim que o investidor fizer um novo aporte.

O valor mínimo de aplicação é de R$ 100, e o pagamento do resgate ocorre em 12 dias úteis após a solicitação (D+12). Assim como todos os demais fundos da Warren, o Warren Green não cobra taxa de administração.

Os clientes do robô de investimentos pagam uma taxa única pela gestão dos ativos de 0,5% ao ano, independentemente da quantidade e perfil dos fundos que compõem sua carteira.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Substituto do Bolsa Família

Renda Brasil terá R$ 51,7 bilhões e vai pagar benefício médio de R$ 232, prevê governo

Hoje, o Bolsa Família inclui 13,2 milhões de famílias, o que alcança 41 milhões de pessoas a um custo de cerca de R$ 32 bilhões ao ano

Mais lidas Seu Dinheiro

MAIS LIDAS: Os 10 anos bem vividos da Tesla na bolsa

Nos dez anos que separam a abertura de capital da Tesla na Nasdaq e o último dia 29 de junho, as ações da companhia subiram vertiginosos 4.125%, enquanto o principal índice da bolsa americana de tecnologia teve alta de “apenas” 345%. E a companhia do bilionário Elon Musk pôde comemorar o aniversário de uma década […]

Avião-problema

Fabricante de aviões trilha novo caminho: Boeing aposta no MAX

Mesmo começando a ficar otimista com relação ao futuro do Max, acredito que comprar ações da Boeing continua sendo mau negócio

ranking

Os títulos públicos mais rentáveis do 1º semestre; indicações do Seu Dinheiro estiveram entre eles

Em março, levantamos a bola para uma oportunidade aberta no Tesouro Direto com a alta dos juros no mês, e alguns dos títulos indicados ficaram entre os mais rentáveis do semestre. Confira a lista completa dos melhores e piores títulos públicos do ano até agora

Recuperação mais lenta

Ipea diz que efeitos da pandemia tendem a persistir sobre mercado de trabalho

“É provável que a taxa de desemprego continue alta, mas não por uma piora do mercado de trabalho, e sim pela melhora da percepção das pessoas sobre o ambiente para procurar emprego”, diz diretor da instituição

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements