Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-22T16:06:20-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Fundo sustentável

Este robô de investimentos investe em Tesla, Beyond Meat e outras empresas “verdes” para você

Gestora Warren, que monta carteiras de investimento para pessoas físicas com base em inteligência artificial, acaba de lançar fundo de investimento em ações de empresas sustentáveis no Brasil e no exterior

22 de novembro de 2019
13:01 - atualizado às 16:06
Hambúrguer vegano da Beyond Meat
Beyond Meat, uma das empresas do portfólio do fundo, fabrica alimentos de base vegetal que procuram se aproximar do sabor e consistência da carne. Imagem: Shutterstock

O robô de investimentos Warren lançou um novo fundo de ações que vai agradar aos investidores preocupados em não apenas rentabilizar suas economias como também incentivar empresas social e ambientalmente responsáveis.

Trata-se do fundo Warren Green, que investe em ações de empresas que implementam boas práticas sociais, ambientais e de governança, além de ETFs (fundos de índices de mercado) que replicam o desempenho de índices de ações de empresas consideradas sustentáveis, como o Vegan Climate ET.

Vinte por cento do patrimônio do fundo é investido em ações e ETF no exterior, como a fabricante de carros elétricos Tesla, a fabricante de "carne" feita de vegetais Beyond Meat, além de Johnson & Johnson, Microsoft e a varejista on-line Etsy, que comercializa produtos feitos à mão, itens usados e material para artesanato.

Outros 10% são alocados em BDRs (Brazilian Depositary Receipts) recibos de ações estrangeiras negociados na bolsa brasileira. O investimento direto em certos BDRs é restrito a investidores qualificados (com mais de R$ 1 milhão para investir).

O restante (70% do patrimônio) é alocado em ações brasileiras, como Natura, Cielo, TIM, Lojas Renner e Lojas Americanas.

Critérios de seleção dos ativos

Para comporem o portfólio do Warren Green, as ações brasileiras devem compor os índices de sustentabilidade da B3 - Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), Índice de Governança Corporativa (IGC) e Índice Carbono Eficiente (ICO2) - e da própria plataforma, o Índice Warren Green.

Já os ativos estrangeiros precisam ser ETFs sustentáveis ou ações com alta pontuação em Environmental, Social and Governance (ESG) da Reuters.

Como investir no Warren Green

O fundo Warren Green, assim como todos os fundos da Warren, é exclusivo para os clientes da gestora, especializada em montar carteiras diversificadas com fundos próprios de baixo custo para clientes pessoas físicas, com base em inteligência artificial.

Qualquer pessoa pode ser cliente da Warren. Um fundo como esse, portanto, é uma boa oportunidade para investidores pessoas físicas de qualquer porte investirem no exterior com gestão profissional, sem restrições ao tamanho de patrimônio.

Para que o cliente tenha acesso ao Warren Green, é preciso que seu perfil de investidor e objetivo comportem o investimento em fundos de ações com liquidez superior a 17 dias. Em caso positivo, o fundo é incluído automaticamente na sua carteira de renda variável assim que o investidor fizer um novo aporte.

O valor mínimo de aplicação é de R$ 100, e o pagamento do resgate ocorre em 12 dias úteis após a solicitação (D+12). Assim como todos os demais fundos da Warren, o Warren Green não cobra taxa de administração.

Os clientes do robô de investimentos pagam uma taxa única pela gestão dos ativos de 0,5% ao ano, independentemente da quantidade e perfil dos fundos que compõem sua carteira.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

ampliação dos negócios

Cosan (CSAN3) paga R$ 1,5 bilhão por fatia na Radar, gestora de propriedades agrícolas

Companhia já detinha uma participação na Radar; após a conclusão da operação e uma reorganização societária, a Cosan será dona de mais de 50% do capital social

o melhor do seu dinheiro

Caso Lehman Brothers: não vale a pena ver de novo

Se tem um roteiro que o mercado financeiro não quer ver se repetindo, é o de uma crise financeira desencadeada pela quebra de uma grande empresa, como foi o caso da falência do banco Lehman Brothers em 2008, que marcou o início da grave crise dos subprime. Nem mesmo em uma escala menor, como é […]

força do esg

Environmental ESG, da Ambipar, busca IPO de R$ 3 bilhões para dar gás às aquisições

Preço da faixa indicativa está entre R$ 15,50 e R$ 20,50; após IPO, 43,8% do capital social estará em circulação no mercado com as ações

MERCADOS HOJE

Evergrande injeta temor no mercado global e bolsas têm dia de fortes perdas; Ibovespa fecha no menor nível desde novembro

Temor de que os problemas da incorporadora chinesa gerem uma reação em cadeia no mercado global afundou as bolsas nesta segunda-feira (20)

Ruído político

Congresso não participou de debate sobre aumento no IOF, revela presidente da Câmara

Arthur Lira também declarou que quer avançar com a reforma administrativa e uma solução para a questão dos precatórios ainda nesta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies