Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-29T11:02:00-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Investimentos à vista

Mubadala, fundo bilionário dos Emirados Árabes, está de olho no Brasil para investir pelos próximos 10 anos

Entre os setores em que o grupo Mubadala está mais interessado estão o de infraestrutura, energia e imobiliário, que podem ajudar a impulsionar e muito o PIB nos próximos anos

29 de outubro de 2019
10:38 - atualizado às 11:02
shutterstock_380407672
Imagem: Shutterstock

Uma das maiores empresas de investimento global do mundo, com mais de US$ 229 bilhões em valor total de ativos dos Emirados Árabes está de olho no Brasil. Quem diz isso é Waleed Al Muhairi, que é o vice-presidente executivo do grupo Mubadala.

Segundo ele, o país será um dos principais destinos dos investimentos da companhia nos próximos cinco a 10 anos. As informações são do site The National e foram reafirmadas hoje (29) pelo presidente Jair Bolsonaro em sua conta no Twitter.

O motivo para o interesse está nas reformas que o país passa, como a Previdência e as discussões sobre mudanças tributárias que podem impulsionar a economia, de acordo com o alto executivo do grupo.

"Estamos vendo uma transição no Brasil para um ambiente de investimentos incrivelmente mais amigável ao investidor e isso tem nos animado muito", afirma Al Muhairi.

Entre os setores em que o grupo Mubadala está mais interessado estão o de infraestrutura, energia e imobiliário, que podem ajudar a impulsionar e muito o PIB nos próximos anos.

Apesar de estar positivo com o país, o vice-presidente do grupo pontuou que teve grandes perdas por conta da falta de velocidade, ou, às vezes, falta de entendimento do lado brasileiro.

Mas finalizou dizendo que isso deve ser melhorado e que espera que o ambiente de negócios fique ainda mais atrativo adiante.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

dinheiro no caixa

Petrobras vende participação em companhias de energia por R$ 160 milhões

Estatal assinou contratos para a venda de suas participações de 20% na Termelétrica Potiguar (TEP) e de 40% na Companhia Energética Manauara (CEM) para a Global Participações Energia S.A. (GPE)

seu dinheiro na sua noite

Mais micro, menos macro: quando os balanços são o destaque na bolsa

Como investidores, sabemos que os mercados estão sujeitos às mudanças no cenário macroeconômico – e, no caso do Brasil e outros países emergentes, os pregões são particularmente suscetíveis também ao noticiário político. Mas, no fim do dia, a bolsa reflete o desempenho das companhias que ali são negociadas. Nas temporadas de balanços trimestrais, analistas e […]

cardápio do dia

Fleury, EcoRodovias e Localiza: os balanços que mexem com o mercado nesta sexta

Companhias registram forte aumento no lucro, confirmando tendência entre empresas do Ibovespa

Fechamento do dia

Bolsa, dólar e juros fecham o dia no vermelho, com balanços no radar e Wall Street em alta

Em movimento raro, bolsa, dólar e juros fecharam o dia no vermelho. É que enquanto o apetite por risco reinava no exterior, os balanços levaram o Ibovespa a um movimento de correção

Vídeos

Elon Musk volta a falar sobre Bitcoin – Confira as últimas notícias sobre o mercado de criptoativos com André Franco, analista da Empiricus

André Franco comenta sobre as principais notícias que estão movimentando esse mercado. Fique por dentro agora

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies