Menu
2019-05-07T19:33:00-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Fusões e aquisições

Em transação bilionária, Arco Educação acerta a compra do Sistema Positivo de Ensino

A Arco Educação irá desembolsar R$ 1,65 bilhão, pegando metade desta quantia já no fechamento da operação. O objetivo do grupo cearense é ganhar escala, ampliando seu alcance para mais de um milhão de estudantes

7 de maio de 2019
19:31 - atualizado às 19:33
Logo do Sistema Positivo de Ensino
Arco Educação chegou a um acordo para a compra do Sistema Positivo de Ensino, por US$ 1,65 bilhão - Imagem: Divulgação

As empresas cearenses estão abrindo a carteira nesta terça-feira. E a compradora, desta vez, é a Arco Educação: no fim da tarde, a companhia anunciou a compra do Sistema Positivo de Ensino, por R$ 1,65 bilhão.

A operação tem importância estratégica para aumentar a escala da Arco: atualmente, a empresa atende pouco mais de 500 mil alunos e ceca de 1.400 escolas privadas no país. Com a incorporação do Sistema Positivo, a Arco vai mais que dobrar de tamanho, chegando a 1,2 milhões de estudantes em 4.800 instituições parceiras.

A compra será realizada em dinheiro, com R$ 825 milhões sendo desembolsados no fechamento da transação — os 50% restantes serão pagos até 2024. A operação ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e por órgãos regulatórios.

Também nesta terça-feira, outra empresa do Ceará movimentou o setor de fusões e aquisições: a Hapvida, que acertou a compra do Grupo São Francisco, por R$ 5 bilhões.

A Arco Educação abriu seu capital na Nasdaq em setembro do ano passado — as ações fecharam o pregão de hoje em leve alta de 0,1%, a US$ 31,33, e encontram-se próximas da máxima histórica, de US$ 33,93, registrada em 16 de abril. Com a cotação atual, os papéis da empresa acumulam ganho de 33,3% desde o IPO.

Em 2018, a Arco teve receita líquida de R$ 380,9 milhões, alta de 55,9% em relação ao ano anterior. As despesas operacionais, contudo, tiveram alta expressiva — como resultado, a empresa teve prejuízo líquido de R$ 82,9 milhões no ano passado, ante lucro de R$ 43,6 milhões em 2017.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Crise política

Ministro do STF, Celso de Mello diz que “o presidente da República, embora possa muito, não pode tudo”

O decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello, afirmou em nota que considera “gravíssima” a convocação de manifestações contra o Congresso Nacional e afirmou que caso revela a “face sombria de um presidente que desconhece o valor da ordem constitucional” e que não está “à altura do altíssimo cargo que exerce’. O decano […]

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Azul, Gol, Vale e Petrobras: os destaques (negativos) da bolsa nesta quarta-feira

As ações da Azul e da Gol despencam mais de 10% e têm os piores desempenhos do Ibovespa, em meio às incertezas quanto aos impactos do coronavírus ao setor aéreo e à disparada do dólar

Climão em Brasília

Bolsonaro deu mais um passo para frear agenda de reformas, diz cientista político

Presidente divulgou vídeo em que convoca manifestações contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal

EXILE ON WALL STREET

Não tente se matar, pelo menos esta noite, não

Veja o seguinte: se até um ato grave como o suicídio depende de um método e de um contexto particular, o que dizer da decisão de compra e venda de ativos financeiros?

Hotéis respiram

Depois de quatro anos de queda, diária de hotéis volta a registrar alta em 2019

Após quatro anos seguidos de perdas, em 2019 os hotéis tiveram aumento real médio de 5,5% nos valores das diárias em 11 capitais brasileiras

impasse

TCU quer que governo comprove necessidade da retomada de obras em Angra 3

Órgão cobra transparência da União e questiona as justificativas para concluir um empreendimento que deve demandar outros R$ 15,5 bilhões, além dos R$ 8,3 bilhões já gastos,

Dia caótico

Ibovespa desaba mais de 6% e dólar sobe a R$ 4,43, ajustando-se à cautela com o coronavírus

O Ibovespa volta a operar sob intensa pressão e já marca as mínimas em 2020. A tensão global com o coronavírus, somada à cautela com o cenário político doméstico, desencadeiam um movimento forte de correção nos ativos domésticos

PIB menor

Mercado reduz projeção de alta do PIB para 2,20% em 2020, mostra Focus

Foi a segunda semana consecutiva de queda nas expectativas de analistas para o crescimento da economia, em meio à tensão que o novo coronavírus gerou nos mercados

atritos em brasília

Bolsonaro divulga vídeo para ato contra o Congresso; especialista vê crime de responsabilidade

Manifestações estão marcadas para dia 15 de março; na semana passada, o general Augusto Heleno acusou o Congresso de ‘chantagear’ governo, deflagrando uma crise

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements