Menu
2019-05-30T15:50:25-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Apostando alto

Bradesco BBI aumenta as apostas na construtora Even e recomenda ações como acima da média do mercado

Na visão dos analistas, a estimativa de alta está relacionada a alguns como a expectativa de aumento da margem bruta, ou seja, da eficiência de produção e do poder competitivo da companhia

30 de maio de 2019
14:53 - atualizado às 15:50
shutterstock_752076598
Imagem: Shutterstock

Ainda que a economia esteja caminhando a passos mais lentos, há quem consiga enxergar potenciais pechinchas no setor de construção. E uma delas pode ser a Even (EVEN3). Para os analistas do Bradesco BBI, as ações da companhia representam uma boa oportunidade dentro do setor.

Não é à toa que elevaram em relatório divulgado ontem (29), a recomendação dos papéis da companhia para acima da média de mercado (outperform). Para os analistas, o preço-alvo das ações agora está em R$ 8. Antes era de R$ 6.

Na visão deles, a estimativa de alta está relacionada a alguns fatores, como expectativa de aumento da margem bruta, ou seja, da eficiência de produção e do poder competitivo da companhia e uma estratégia mais efetiva de estoque de terrenos disponíveis para desenvolvimento e incorporação de novas unidades imobiliárias (banco de terrenos).

Outros pontos de destaque são o melhor alinhamento da remuneração dos minoritários, que está relacionado ao novo plano de ações da companhia. Nele, a expectativa é que sejam feitos os ajustes necessários para resolver a falta de incentivos da empresa para esses acionistas a partir de 2021.

E por último, os analistas estimam que haverá maior fluxo de caixa livre no curto prazo. Segundo eles, os compradores de edifícios como o Fasano e Teená pagaram de forma adiantada para conseguir melhores preços, o que deve gerar um fluxo de caixa livre maior em 2019 e 2021.

De olho nos indicadores

No caso da margem bruta, a expectativa de aumento é em razão da margem bruta mais baixa em relação aos concorrentes. Segundo os especialistas do Bradesco, a margem bruta média da companhia entre os anos de 2009 e 2014 da companhia foi de 27,9%, enquanto que a Cyrela (um dos seus maiores concorrentes) obteve margem bruta média de 31,9% no mesmo período.

Já entre 2015 e 2018, a margem bruta média da empresa ficou em 17,8% e a da Cyrela ficou em 30,5%.

Agora, nas estimativas dos especialistas, a margem bruta da Even deve aumentar e ficar em 24% em 2019 e em 28% no próximo ano.

Ainda segundo os especialistas, se forem feitas tais melhorias necessárias na companhia, a empresa poderá alcançar um retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) que pode chegar a 15% em 2021.

A medida do ROE é importante para o acionista porque calcula o percentual que o lucro líquido tem sobre o patrimônio líquido da companhia, o que dá uma ideia do retorno sobre o capital investido pelos acionistas.

Animação no mercado

E a notícia parece ter atraído a atenção para os papéis da Even na bolsa. Por volta das 14h06, as ações ordinárias da companhia estavam cotadas em R$ 6,75, o que representa uma alta de 5,47%.

Já no acumulado do ano, os papéis apresentam alta de 12,50%.

E quem é a Even?

A construtora e incorporadora atua principalmente na aquisição, construção, desenvolvimento e venda de bens imobiliários, além de investir em outras empresas.

O foco da companhia está em atender os segmentos de média e alta rendas. Alguns dos seus principais concorrentes são a Cyrela e a Tenda. Um dos grandes empreendimentos da marca agora é a construção da primeira torre residencial com a marca Fasano, sinônimo de luxo nos mercados de hotéis e restaurantes.

Em apenas um mês, a companhia vendeu mais da metade dos 70 apartamentos do prédio, sendo que cada um custa em média R$ 10 milhões.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

seu dinheiro na sua noite

No mundo corporativo, quem não diversifica, se trumbica

De uns tempos para cá, uma antiga fala de Warren Buffett tem pipocado nas minhas redes. Nela, o megainvestidor diz que “diversificação não faz sentido para quem sabe o que está fazendo” — e ele, naturalmente, se coloca como um sábio. Longe de mim querer contrariar o oráculo do mercado financeiro, mas é preciso tomar […]

nos ares

Boeing realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes

Empresa vem trabalhando para superar acidentes aéreos envolvendo a família de aviões 737 MAX. No Brasil, a Gol tem um pedido firme do 737-10

pix questionado

Procon-SP notifica bancos por brechas exploradas por ladrões de celulares

São requisitados esclarecimentos sobre dispositivos de segurança, bloqueio, exclusão de dados de forma remota e rastreamento de operações financeiras disponibilizados aos clientes vítimas de furto ou roubo

FECHAMENTO DA SEMANA

Juros futuros são grandes protagonistas da semana e ainda prometem mais emoção; dólar recua 1% e bolsa fica no vermelho

Com Copom duro e a sinalização de uma possível elevação nas taxas de juros nos EUA, os principais contratos de DI dispararam. Na semana, o dólar recuou com o forte fluxo estrangeiro e a bolsa seguiu o ritmo das commodities (mais uma vez)

Calendário completo

Banco Central: veja as datas das reuniões do Copom em 2022

O Copom é o órgão do BC responsável por definir, a cada 45 dias, a taxa básica de juros da economia brasileira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies