Menu
2019-10-28T14:28:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
em busca da joia

Ações da joalheria Tiffany disparam após proposta de US$ 14,5 bilhões de dona da Louis Vuitton

A oferta avalia a Tiffany em US$ 120 por ação, cifra 22% superior ao valor do pregão da sexta; papeis da companhia subiam quase 30% na manhã desta segunda

28 de outubro de 2019
11:17 - atualizado às 14:28
A atriz Audrey Hepburn no filme "Bonequinha de Luxo" ("Breakfast at Tiffany's")
A atriz Audrey Hepburn no filme "Bonequinha de Luxo" ("Breakfast at Tiffany's") - Imagem: Divulgação

As ações da Tiffany & Co negociadas na bolsa de Nova York abriram em alta brusca nesta segunda-feira (28) após a gigante LVMH, dona da marca Louis Vuitton, oferecer US$ 14,5 bilhões pela empresa. O valor equivale a R$ 58 bilhões, considerando a cotação de sexta-feira.

A oferta avalia a Tiffany em US$ 120 por ação, cifra 22% superior ao valor do pregão da sexta-feira (25%). Por volta das 11h, os papeis da Tiffany eram negociados a US$ 127,54, numa alta de 29,42%

No ano, os ativos da companhia tem alta da ordem de 24% - considerando o valor do fechamento do pregão de sexta-feira. Acompanhe nossa cobertura de mercados.

A proposta da dona da Louis Vuitton surgiu no início de outubro, numa tentativa de expansão no mercado de luxo dos Estados Unidos, segundo a Bloomberg - mas foi confirmada pela companhia apenas segunda-feira, em fato relevante.

No entanto, a Tiffany deve rejeitar a oferta por considerá-la subvalorizada, disse o Financial Times.

Relevância

A companhia que recebeu a proposta da dona da Louis Vuitton tem quase 200 anos. Foi fundada em 1837 por Charles Lewis Tiffany, em Nova York.

De lá para cá, a marca se tornou sinônimo de elegância, inovação e criatividade - passando por um processo de expansão e consolidação durante o século XX.

A partir de 1961, a Tiffany ficou marcada na cultura pop com o lançamento do filme "Bonequinha de Luxo" ("Breakfast at Tiffany's").

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

programa emergencial

Bolsonaro veta ampliação da desoneração da folha em sanção da MP do emprego

Para vetar a proposta, a Presidência alegou que “as medidas acarretam renúncia de receita, sem o cancelamento equivalente de outra despesa obrigatória e sem que esteja acompanhada de estimativa do seu impacto orçamentário e financeiro”

O melhor do seu dinheiro

11 notícias para começar o dia bem informado

Seguimos em crise, parcialmente isolados, sem previsão de volta à normalidade (se é que um dia vamos voltar ou o home office e o pijama serão o tal do “novo normal”). Mesmo assim, o Ibovespa se reaproxima dos 100 mil pontos, um marco tão comemorado nos bons tempos do mercado. É bem verdade que os […]

crise do setor aéreo

CVC aumenta estimativa com erro contábil e projeta perdas de R$ 660 milhões com pandemia

Operadora de viagens havia adiado a divulgação dos resultados do quarto trimestre de 2019; ainda sem balanço, empresa revelou os primeiros impactos da crise do coronavírus

esquenta dos mercados

Após ganhos recentes, incertezas com covid-19 e economia voltam a pesar nos mercados

Com avanço do coronavírus nos EUA e dados mais fracos na Europa, expectativa por recuperação em V dá lugar à cautela

crise no setor

Azul inicia demissões e sindicato afirma que já são mais de mil em todo o País

Empresa informa estar buscando soluções para enfrentar a crise decorrente da pandemia da covid-19

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements