Menu
2018-09-25T18:05:44-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Alvo de investimentos

Fundo gigante do Reino Unido diz que Brasil está muito barato e mudará sua recomendação

Maior fundo de pensão do Reino Unido pretende mudar a classificação de investimentos do Brasil depois das eleições

25 de setembro de 2018
15:34 - atualizado às 18:05
Brasil em promoção
Investidores estrangeiros sinalizam interesse no Brasil pós-eleiçãoImagem: Shutterstock

A forma como os gringos enxergam o Brasil dá sinais de mudança. Um dos maiores fundos de pensão do Reino Unido, o Universities Superannuation Scheme (USS), vai mudar a classificação de investimentos no Brasil de "underweight" para "neutro" depois das eleições. A percepção dos dirigentes é de que o país tem potencial subestimado e está muito barato. O USS tem sob seu domínio 60,5 bilhões de libras em ativos.

Para a chefe global para mercados emergentes do USS, Carmel Peters, os ativos dos países emergentes estão subavaliados. A princípio, a decisão de alterar a nota do Brasil independe de quem vença as eleições presidenciais.

Mas as coisas ainda podem mudar. Durante o seminário FT Investment Management Summit, realizado nesta terça-feira, 25, em Londres, Peters enfatizou que o cenário político no Brasil é "muito estranho" e trouxe três grandes preocupações para o país: a corrupção, a recessão econômica e a violência.

Para ela, os preços de investimentos no Brasil estão tão baratos por causa das indefinições eleitorais. "É impossível saber quem será o próximo presidente".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Apertem os cintos

Segredos da bolsa: Termina mais um trimestre que valeu por um ano

Semana traz agenda intensa de indicadores tanto no Brasil quanto nos EUA; cautela e volatilidade tendem a seguir em cena

EUA X China

Trump X TikTok: empresa chinesa tenta impedir proibição de downloads

Decisão judicial pode barrar restrição, que passaria a valer a partir de meia-noite deste domingo nos Estados Unidos.

A 38 dias da eleição

Trump anuncia nomeação de Barrett para a Suprema Corte

Nomeação ainda precisa ser confirmada pelo Senado, que hoje tem maioria Republicana.

Últimos ajustes

Guedes se reúne com líder do governo na Câmara para discutir Reforma Tributária

Segundo o deputado Ricardo Barros, na segunda-feira a proposta já estará fechada para uma rodada de discussão com os líderes da base governista no Congresso.

Em 2020

Pandemia tira R$ 12 bilhões em investimentos

Investimentos públicos em infraestrutura deverão ser 10% menores em relação ao estimado antes da pandemia de covid-19.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements