Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-10-29T09:29:58-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Mercados

Posição comprada de US$ 39 bilhões do estrangeiro será colocada à prova

Confirmadas as sinalizações da abertura do mercado, o dia deve ser de acentuados ajustes no mercado futuro de dólar e Ibovespa

29 de outubro de 2018
9:16 - atualizado às 9:29
dólares nota
Imagem: Shutterstock

Os investidores estrangeiros elevaram a posição comprada em moeda americana na sexta-feira e abrem a semana com uma “aposta” de alta do dólar de US$ 39,1 bilhões em contratos futuros e de cupom cambial (DDI – juro em dólar no mercado local). Maior posição do mês e entre as maiores já registradas.

O pregão tem contorno positivo com os investidores dando continuidade ao ajuste de posições em câmbio, dólar e juros com o fim da eleição e confirmação da vitória de Jair Bolsonaro. O dólar abre o pregão em firme queda, caindo mais de 1,6%, abaixo dos R$ 3,60.

Essa posição do não residente está dividida da seguinte maneira. São US$ 29,9 bilhões em cupom cambial e outros US$ 9,174 bilhões em dólar futuro.

Na ponta de venda, os fundos de investimento têm US$ 23 bilhões, sendo US$ 21,7 bilhões em cupom cambial e US$ 1,245 bilhão em dólar futuro. Os bancos tinham uma posição vendida de US$ 18,2 bilhões, mas com divisão mais equilibrada, sendo US$ 9,574 bilhões em cupom cambial e US$ 8,623 bilhões em dólar futuro.

Em tese, o comprado ganha com a alta do dólar e o vendido com a desvalorização da moeda americana. Sempre vale a ressalva de que a avaliação sobre possíveis perdas e ganhos com as posições é feita em tese, pois não sabemos a que preço a compra ou venda foi feita. Além disso, esses agentes podem ter posições em moeda estrangeira no mercado à vista e em derivativos de balcão. Bancos, por regra, não podem ter exposição cambial direcional.

Ibovespa futuro

No mercado de índice futuro do Ibovespa, principal índice de ações da B3, tínhamos no fechamento do pregão de sexta-feira os estrangeiros vendidos em 98.315 contratos. Os fundos de investimento estavam comprados em 87.859 contratos. Tais posições estão entre as maiores do ano.

Uma forma de ler as posições no Ibovespa futuro é como uma proteção (hedge) às oscilações no mercado à vista. Por exemplo. O investidor está comprado em bolsa no mercado à vista e vai proteger essa exposição no mercado futuro vendendo contratos de Ibovespa.

No entanto, o mercado também opera o Ibovespa futuro com um ativo em si, podendo montar apostas de alta (comprado) ou de queda (vendido) no Ibovespa.

Até o começo de outubro o estrangeiro vinha carregando posição comprada em Ibovespa, enquanto os fundos estavam vendidos. Eles trocaram de mão no meio do mês e estão acumulando novas posições desde então.

Leia mais sobre como você pode investir com a eleição de Bolsonaro:

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

COMO ESPERADO

Evergrande paga credores locais; estrangeiros seguem a ver navios

Apesar da perspectiva de calote aos credores externos, reação à notícia foi positiva nos mercados de bônus chineses

bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin (BTC) se aproxima das máximas históricas após estreia do primeiro ETF em criptomoeda nos EUA; acompanhe

Nos primeiros minutos de negociação, o ETF da ProShares movimentou cerca de US$ 280 milhões de acordo com o analista de fundos de índice da Bloomberg

NA ESTEIRA DA VACINA

Beneficiada por venda de imunizante contra covid-19, Johnson & Johnson lucra mais que o esperado no 3º trimestre

Depois dos grandes bancos, agora é a vez de a J&J surpreender positivamente o mercado, impulsionada por sua divisão farmacêutica

MERCADOS HOJE

Auxílio emergencial ‘turbinado’ e fora do teto pesa e faz Ibovespa perder os 113 mil pontos; dólar avança mesmo com leilão do BC

A agenda local está esvaziada neste início de semana, mas os investidores aguardam ansiosamente por um desfecho para a PEC dos precatórios.

RadioCash

Com cenário macroeconômico instável, não dá pra ser Warren Buffet no Brasil, diz Paolo Di Sora, fundador da RPS Capital

Para o megainvestidor e CEO da Berkshire Hathaway, que compra ações de empresas na maior economia do mundo, é fácil se concentrar na análise microeconômica. Já o investidor brasileiro, por sua vez, está sempre sujeito a instabilidades e crises domésticas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies