🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela o nome da ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

2022-09-13T14:20:13-03:00
Beatriz Azevedo Pinto
BOMBOU NAS REDES

Dólar mais barato do que em casas de câmbio: estas 7 contas digitais te ajudam a ‘escapar’ de impostos absurdos e qualquer brasileiro pode ‘se dar bem’ com elas; descubra qual é a melhor

Analisamos sete contas em dólar disponíveis no mercado hoje, seus prós e contras, funcionalidades e tarifas e elegemos as melhores

13 de setembro de 2022
13:44 - atualizado às 14:20
Espiral de nota de dólares levando ao centro da tela, onde há uma moeda com a Estátua da Liberdade gravada
Imagem: Pixabay -

Existe uma forma mais barata para você comprar dólar. Estou falando de uma maneira ‘escapar’ de impostos absurdos na hora de adquirir não só a moeda norte-americana, como também o euro e outras divisas. Há alguns anos, esse serviço  era restrito somente aos endinheirados atendidos pelas áreas mais exclusivas das instituições financeiras. 

Hoje, qualquer brasileiro pode ter acesso e ‘se dar bem’ com essas vantagens. Estou falando das contas em moeda estrangeira, que são serviços gratuitos que podem reduzir com força os custos do câmbio. Isso porque as contas digitais gratuitas utilizam a cotação comercial das moedas estrangeiras e estão sujeitas a um IOF de apenas 1,1% (revelamos quais são as contas abaixo e em qual delas o câmbio fica mais barato abaixo, continue lendo, ou clique aqui para receber esse contéudo sem enrolação em nossa página do Instagram - e aproveite para nos seguir por lá)

Já no caso da compra de papel-moeda, embora o IOF também seja de 1,1%, a cotação utilizada é a turismo, normalmente mais alta que a comercial; já no caso do cartão pré-pago, além da cotação turismo, paga-se o mesmo IOF dos cartões de crédito, no valor de 6,38%.

Com isso, as contas em dólar e outras moedas estrangeiras são invariavelmente mais baratas que os cartões de crédito ou pré-pagos, e normalmente também saem mais em conta do que comprar a moeda em espécie.

Para você ter uma noção da economia que elas podem trazer na hora de comprar moedas estrangeiras, vamos aos números. 

A repórter especial do Seu Dinheiro, Julia Wiltgen, fez uma simulação do custo de carregar as contas disponíveis hoje no mercado com dólares e comparou com o custo médio de comprar essas moedas em espécie ou via cartões pré-pagos em São Paulo e no Rio de Janeiro, cidades onde, dada a alta demanda por moedas estrangeiras, a cotação turismo costuma ser mais barata que no restante do país.

O custo de US$ 1 ao comprar papel-moeda nesses dois centro urbanos fica por R$ 5,45, já no  no cartão pré-pago esse valor chega aos R$ 5,78. Nas contas digitais, esse custo chega a R$ 5,32. 

Se formos pensar em no quanto você terá em dólares se converter R$ 10 mil, os números são os seguintes: 

  • Compra de papel-moeda (São Paulo e Rio de Janeiro): US$ 1.834,86;
  • Cartão pré-pago (São Paulo e Rio de Janeiro): US$ 1.730,10;
  • Nas contas digitais esse valor chega a US$ 1.880,98 na mais barata delas.

Em qual das 7 contas disponíveis no mercado é mais barato comprar dólar? E qual delas é a melhor?

Em uma publicação na nossa página do Instagram (clique aqui para acessar), nós revelamos quais são as duas contas globais com as cotações mais baratas. Ou seja, em qual delas você consegue comprar dólar mais barato e pagando menos taxas. Além disso, nossa repórter especial, Julia Wiltgen, também elegeu qual delas é a melhor.

Para descobrir, basta clicar aqui e você verá duas publicações fixadas no começo de nossa página que dão todos os detalhes que você precisa saber para escapar de impostos assustadores e taxas na hora de comprar dólar. Também está disponível uma lista com todas as 7 contas e com os prós e contras de cada uma. 

Aproveite para nos seguir por lá (basta clicar aqui). Assim, você recebe diariamente alertas com insights de investimentos que podem ajudar a ‘salvar’ seu patrimônio da crise, análises de mercado decisivas para os seus investimentos além da opinião dos principais gestores e analistas do Brasil consultados pelos nossos repórteres especiais. 

De quebra, você também estará por dentro dos nossos principais conteúdos e apurações exclusivas sobre o mercado financeiro. Basta clicar aqui para nos seguir por lá. Tudo de graça, ou seja, seria quase um atentado ao seu patrimônio deixar de seguir e perder conteúdos com extrema relevância para o seu bolso. 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Eleições 2022

Pesquisa Ipespe/Abrapel mostra Lula oscilando para cima e Bolsonaro estável

24 de setembro de 2022 - 11:41

Pesquisa mostrou que votos brancos e nulos também subiram, assim como o número de eleitores que não souberam ou preferiram não responder

Tax the rich!

Imposto sobre heranças vai aumentar? Saiba quais candidatos à presidência são a favor de tributá-las ou de taxar grandes fortunas

24 de setembro de 2022 - 10:00

A discussão sobre o aumento de impostos sobre os ricos ou os “super-ricos” é tendência mundial, e no Brasil não é diferente. Mas nem todos os candidatos à presidência têm propostas nesse sentido

Banho mais caro

Tarifa de energia elétrica deve subir mais do que toda a inflação projetada pelo Banco Central em 2023, dizem especialistas

24 de setembro de 2022 - 9:47

Reajuste das tarifas chegaria a 5% em 2023, enquanto a projeção do Banco Central para a inflação é de 4,6%

Irregularidades

TSE vê indício de fraude em R$ 605 milhões em gastos das campanhas eleitorais

24 de setembro de 2022 - 9:22

Na lista de casos suspeitos estão gastos que teriam sido feitos por parentes e empresas de fachada, além de doações feitas por pessoas mortas

ESPECIAL SD 4 ANOS

Bolsa vai andar bem depois das eleições e sem o risco de ruptura política, diz Felipe Miranda, da Empiricus

24 de setembro de 2022 - 7:19

Fundador e estrategista-chefe da Empiricus vê Bolsonaro mais liberal caso seja reeleito ou um governo “Lula 1.3”, mais próximo do primeiro mandato do que do segundo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies