Menu
2018-10-04T12:26:14-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Esquenta dos mercados

Depois do Ibope de ontem teremos ressaca na bolsa?

Pesquisa mostrou avanço marginal de Bolsonaro e Haddad, com empate técnico no segundo turno, porém com vantagem para petista; mercados podem não reagir bem nesta quinta

4 de outubro de 2018
7:34 - atualizado às 12:26

Bom dia, investidor! Os resultados da pesquisa Ibope divulgados ontem à noite podem ter deixado os brasileiros confusos. A coisa está polarizada pra caramba, e justo com os candidatos de maior rejeição. A festa vista nos mercados locais nos últimos dias, com alta da bolsa, disparada das estatais e dos bancos e queda forte do dólar, pode não se repetir nesta quinta (04). Em compasso de espera, o investidor estará só pelo Datafolha hoje à noite. Ah, e também tem debate na "Globo", às 22h05.

Nos últimos dois dias, o avanço de Bolsonaro e o recuo de Haddad nas pesquisas animaram os mercados, que apostam na agenda pretensamente liberal do capitão reformado do Exército, ou simplesmente ecoam um sentimento antipetista.

Só que o Ibope de ontem voltou a mostrar um cenário embolado. Os dois líderes nas pesquisas cresceram apenas na margem de erro: Bolsonaro subiu de 31% para 32% das intenções de voto, enquanto Haddad passou de 21% para 23%. Ambos estão isolados na liderança e todos os outros candidatos permaneceram estagnados, algo como terceiras vias inviáveis.

Com apenas 38% dos votos válidos, a chance de vitória de Bolsonaro em primeiro turno parece baixa. Favorece a sua candidatura o fato de que candidatos a governador mais à direita e líderes da bancada evangélica e da "bancada da bala", no Congresso, tenham declarado seu apoio a ele, o que melhora suas chances de governabilidade.

Pesa contra o candidato do PSL o fato de que Haddad cresceu de 13% para 18% no Sudeste e o empate técnico entre os dois no segundo turno, porém com vantagem para Haddad (43% a 41%). A rejeição aos dois também caiu dentro da margem de erro. Tudo isso segundo o Ibope.

Dois dias de euforia

Os mercados locais viveram dois dias de festa na terça e na quarta devido aos resultados das pesquisas. Ontem, os investidores chegaram a apostar numa vitória de Bolsonaro ainda no primeiro turno, o que levou o Ibovespa a ultrapassar os 85 mil pontos e derrubou o dólar para R$ 3,82 logo no início do pregão.

Mas ao longo do dia, dados fortes de criação de empregos e do setor de serviços nos Estados Unidos levaram os juros dos títulos americanos lá para cima, numa expectativa de que o Fed precise realizar um aperto monetário ainda maior para conter uma inflação potencialmente mais elevada com uma economia tão aquecida. No fim da tarde, Jerome Powell, o presidente do Fed, minimizou a possibilidade disso ocorrer.

Resultado: com a maior atratividade dos títulos do governo dos EUA, o dólar subiu frente a boa parte das moedas internacionais, limitando as perdas da moeda americana por aqui. O dólar fechou a R$ 3,88, queda de 1,28%, e o Ibovespa com recuo de 2,04%, aos 83.273 pontos.

Estatais mais uma vez se destacaram nas altas, notadamente Eletrobrás e BB, com a redução do medo de ingerência de um novo governo do PT. Petrobras também subiu, ajudada pelos preços do petróleo. Na outra ponta, exportadoras caíram pelo enfraquecimento do dólar, o que incluiu a Vale.

Hoje, a euforia pode não se repetir, e lá fora os mercados já parecem pessimistas em relação ao Brasil. Logo após a divulgação da pesquisa Ibope, os recibos de ações brasileiras negociadas em Nova York operavam em baixa no "after hours". O iShare MCSI Capped ETF (EWZ) caia cerca de 2%, depois de fechar o pregão regular com alta de 3,2%.

Dia fraco

Por aqui, teremos apenas os dados de setembro da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), às 11 horas. Nos Estados Unidos, os investidores estarão atentos à possibilidade de o Fed ter que subir os juros mais rapidamente, monitorando a fala do dirigente do Fed Randal Quarles, às 10h15.

Ainda nos EUA, saem os indicadores de auxílio-desemprego às 9h30 e os dados de encomendas à indústria às 11 horas.

*Com informações do Bom Dia Mercado, de Rosa Riscala. Para ler o Bom Dia Mercado na íntegra, acesse www.bomdiamercado.com.br

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

NOVAS NORMAS

Nova norma sobre lavagem de dinheiro influencia entrada do Brasil na OCDE, diz BC

A Circular nº 3.978 busca modernizar os procedimentos de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento ao Terrorismo (PLDFT) no Brasil

DE OLHO NO PIB

Nova grade de parâmetros pode trazer previsão de PIB maior que 2,4%, diz Waldery

Por outro lado, Waldery admitiu a possibilidade de retirada da projeção de receitas com a descotização de hidrelétricas da Eletrobras, que depende da privatização da companhia

VEM GRINGO

Bolsonaro autoriza entrada do Brasil em acordo que abre licitação a estrangeiros

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já havia dito na terça-feira, 21, durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, que o Brasil entraria no acordo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Nada como um minuto após o outro

Quem disse que o futebol é uma caixinha de surpresas não conhece a bolsa de valores. Quando deixei a redação do Seu Dinheiro no começo da tarde para fazer uma entrevista, o dia estava azedo nos mercados. Na mínima, o Ibovespa chegou a ficar abaixo dos 117 mil pontos. Não faltavam razões para o mau humor. Pela […]

Eye of the tiger

Ibovespa Balboa: índice leva uma surra no começo do dia, mas vira a luta e crava uma nova máxima

Os temores quanto à disseminação do coronavírus colocaram o Ibovespa nas cordas durante a manhã. Mas, ajudado pelo bom desempenho das ações dos bancos, o índice partiu para cima e fechou em alta, chegando pela primeira vez aos 119 mil pontos

CURSO DO SEU DINHEIRO

Qual é a REAL sobre a aposentadoria aos 40 anos?

O Seu Dinheiro lançou nesta semana um projeto para acelerar a sua aposentadoria. Recebi diversos e-mails de leitores com dúvidas sobre o projeto. Aqui está tudo que você precisa saber.

NOVO IMPOSTO NO RADAR

Paulo Guedes está de olho em criar “imposto do pecado” sobre bebidas, cigarros e açúcar

Tal medida poderia impactar no futuro ações de empresas de bebidas como Ambev, além de sucroenergéticas, como São Martinho, Biosev e Cosan

POLÍTICOS NA MIRA

BC aperta cerco contra políticos e familiares envolvidos em transações suspeitas

Atualmente, políticos como deputados federais, senadores e ministros já são considerados politicamente expostos, assim como seus parentes de primeiro grau

NADA DE VÍRUS POR AQUI

Ministério da Saúde afasta suspeita de casos de coronavírus no Brasil

Segundo o secretário, o Brasil está preparado para lidar com uma eventual epidemia da doença

Olho na Linx

Credit Suisse mantém recomendação de compra para Linx, mas reduz preço-alvo para ações

Em relatório divulgado hoje (23), os analistas Daniel Federle, Felipe Cheng e Juan Pablo Alba disseram que o corte tem a ver com as estimativas mais baixas para o volume de compras (TPV) dentro do Linx Pay e com a taxa que é cobrada pelo uso do sistema de pagamentos, que é conhecida como MDR

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements