Menu
2018-10-02T10:51:20-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Esquenta dos mercados

Resultado do Ibope deve deixar mercados mais felizinhos nesta terça

Avanço de Jair Bolsonaro e mau desempenho de Haddad na pesquisa divulgada nesta segunda devem se refletir num otimismo maior, sobretudo nas ações de estatais

2 de outubro de 2018
7:30 - atualizado às 10:51
cotações em painel de bolsa de valores
Bolsa caiu na segunda devido à ansiedade eleitoral, mas pode ver retomada nesta terça - Imagem: Shutterstock

Depois de fechar ontem em queda, na contramão das bolsas no exterior, a bolsa brasileira deve ver bom desempenho nesta terça (02). O motivo: o avanço do candidato preferido do mercado, Jair Bolsonaro, na pesquisa Ibope divulgada ontem à noite, no "Jornal Nacional".

O Ibovespa abriu a semana em queda de 0,91%, aos 78.623 pontos, enquanto as bolsas americanas subiam em razão do acordo comercial selado por EUA, México e Canadá, mantendo este último no Nafta.

Com o alívio provocado pelo tratado, o dólar perdeu valor frente a diversas moedas, incluindo emergentes, mas no Brasil caiu apenas 0,52%, a R$ 4,0299. Por aqui, os mercados ainda seguiam cautelosos em razão das expectativas em torno da eleição e, sobretudo, da pesquisa Ibope a ser divulgada à noite.

Mercados devem se animar com Ibope

A última pesquisa Ibope mostrou um avanço de Jair Bolsonaro e uma piora de Haddad. Os protestos do fim de semana contra o capitão reformado do Exército parecem não ter tido o efeito desejado.

Enquanto isso, a campanha do petista sofre com a proibição da Justiça à entrevista de Lula pela "Folha" e com a delação premiada de Palocci, que afirmou que Lula sabia do "petrolão" desde 2007 e que esteve envolvido diretamente no esquema de loteamento de cargos entre 2003 e 2004.

Segundo o Ibope, Bolsonaro saltou de 27% para 31% nas intenções de voto e empatou com Haddad no segundo turno, aos 42%. Na pesquisa anterior, perdia por 42% a 38%.

Bolsonaro cresceu mais entre as mulheres do que entre os homens, sobretudo as de maior escolaridade, mas 51% delas ainda não votaria nele de jeito nenhum. Sua rejeição se manteve em 44%, enquanto a de Haddad cresceu para 38%. No primeiro turno, o ex-prefeito de São Paulo não esboçou crescimento, mantendo-se com 21% das intenções de voto.

O avanço do candidato do PSL deve animar os mercados nesta terça (02), já que suas promessas liberais agradam investidores. O impacto maior deve ser sentido nas ações de estatais, que sofreram na segunda-feira diante do temor de ingerência de um eventual governo petista.

E o que mais?

Hoje à noite será divulgado o resultado da pesquisa da Datafolha. No último levantamento, em 28 de setembro, Bolsonaro tinha 28% das intenções de voto contra 22% de Haddad, seguidos de Ciro (11%), Alckmin (10%) e Marina (5%). No segundo turno, Bolsonaro perdia de Haddad por 45%a 39%.

Às 9h, temos a divulgação da produção industrial de agosto, para a qual é esperada ligeira melhora de 0,3%, segundo a mediana das projeções do Broadcast, serviço de notícias do Estadão.

Às 11h serão divulgados os dados de setembro da Anfavea, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, que também pode ser encarado como um indicador de atividade.

Às 17h, ocorre a divulgação do IPC-Fipe, índice de inflação de que deve vir em 0,40%, segundo as projeções do Broadcast, próximo ao índice de agosto, que foi de 0,41%.

Lá fora, poucos eventos, com destaque para os dados de vendas de veículos nos EUA e o índice ISM de condições empresariais em Nova York (com previsão de forte piora para 56,8 em setembro, frente a 76,5 em agosto), e os dados de inflação de agosto na zona do euro pelo Producer Price Index (PPI).

*Com informações do Bom Dia Mercado, de Rosa Riscala. Para ler o Bom Dia Mercado na íntegra, acesse www.bomdiamercado.com.br

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Vítima da guerra das maquininhas

Lucro da Cielo cai pela metade em 2019 e despenca 68% no 4º trimestre

A estratégia deliberada da empresa controlada por Banco do Brasil e Bradesco é sacrificar as margens de lucro para defender a liderança do mercado de maquininhas de cartão. Os números refletem bem esse esforço, para o bem e para o mal

POLÍTICA

Moro diz que quem vai decidir o vice (em 2022) é o presidente; mas ideal é o vice Mourão

O ministro considerou que “pode ser que no futuro lá distante volte a se cogitar isso” e defendeu: “Não acho uma boa ideia”. “Os ministérios juntos são mais fortes.”

APROVADA SEM RESTRIÇÕES

Cade aprova compra da Embraer pela Boeing

A operação analisada pelo Cade prevê duas transações. Uma delas consiste na aquisição pela Boeing de 80% do capital do negócio de aviação comercial da Embraer, que engloba a produção de aeronaves regionais e comerciais de grande porte (operação comercial)

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Bolsa contaminada pelo coronavírus

Caro leitor, A semana começou mal para as bolsas do mundo todo. O avanço do coronavírus na China durante o fim de semana colocou os mercados de molho nesta segunda. Já foram confirmados quase 3 mil casos em mais de dez países, sendo a maioria deles na China. Até agora, foram computadas 82 mortes. Os […]

Cautela elevada

Em dia de queda de 3% do Ibovespa com alerta sobre coronavírus, ações de drogaria sobem

A disseminação do coronavírus elevou a aversão ao risco nos mercados financeiros, derrubando o Ibovespa e fazendo o dólar romper a marca de R$ 4,20. Apenas cinco ações do índice subiram, incluindo Raia Drogasil

DE OLHO NO CORONAVÍRUS

‘Índice do medo’ atinge patamar visto no auge da guerra comercial e sobe mais de 25%

Na máxima intradiária, o indicador chegou a bater a casa dos 19,02 pontos, valor que não era visto desde outubro do ano passado quando ele atingiu a marca dos 19,28 pontos

CONCESSÕES

Maia definirá até dia 30 quando lei de concessões vai a plenário, dizem deputados

“Se ele (presidente da Câmara) estiver convencido de que esse texto é um texto bom, que atende a sociedade, eu acho que a gente vota ele rápido”, disse também o deputado João Maria

CRÉDITO

Demanda por crédito do consumidor cai em dezembro e cresce em 2019, diz Boa Vista

Considerando os segmentos que compõem o indicador, o Financeiro apresentou elevação de 6,1% no ano, enquanto o segmento Não Financeiro registrou evolução de 2,5% na mesma base de comparação

primeira avaliação

Quão longe a XP pode ir? Para o BTG, ação da corretora já está bem precificada

BTG Pactual inicia cobertura das ações da corretora com recomendação neutra para os papéis.

DE OLHO NA REFORMA

Reforma administrativa quer acabar com promoções por tempo de serviço

O governo vai propor ainda a vedação das aposentadorias como forma de punição

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements