Menu
2018-10-02T16:53:18-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Eleições 2018

The Economist volta a criticar Bolsonaro em vídeo: “ameaça à democracia”

Revista inglesa alerta que o candidato do PSL não é a pessoa que vai trazer as mudanças que os eleitores brasileiros tanto buscam

2 de outubro de 2018
16:22 - atualizado às 16:53
Jair Bolsonaro
The Economist diz que Bolsonaro pode colocar a democracia do país em risco - Imagem: Shutterstock

Depois de colocar Jair Bolsonaro em uma de suas capas e afirmar que ele seria um "desastre" como presidente, a revista inglesa The Economist voltou a colocar o candidato do PSL como uma ameaça à democracia brasileira em vídeo divulgado nesta terça-feira, 2, pelo Facebook.

Why could Brazil's democracy be under threat?

If Jair Bolsonaro wins Brazil's election, the survival of democracy in Latin America's largest country could be put at risk

Posted by The Economist on Tuesday, October 2, 2018

Na publicação de pouco mais de três minutos, a revista busca explicar os motivos que levaram Bolsonaro à liderança da corrida presidencial - segundo pesquisa do Ibope divulgada ontem, ele lidera com 31% das intenções de voto no primeiro turno e empata com seu principal adversário, Fernando Haddad (PT) no segundo.

O "Trump do Brasil"

É assim que a The Economist abre o vídeo em que fala que Bolsonaro pode colocar a democracia do país em risco. Ela também cita as polêmicas envolvendo o candidato, como quando ele afirmou que preferiria ter um filho morto do que homossexual e quando ele disse à deputada Maria do Rosário (PT-RS) que não a estupraria por ela ser feia.

O vídeo também mostra o caso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso em Curitiba por corrupção e foi impedido de disputar as eleições.

Segundo a revista inglesa, a ascensão de Bolsonaro está na desilusão da população com os diversos casos de corrupção envolvendo a classe política e a profunda crise que a economia viveu nos últimos anos. Por fim, ela aponta que os brasileiros enxergam no candidato do PSL a possibilidade de mudanças e termina com outra crítica: de que ele não é a pessoa que vai trazê-las.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

olho nos números

Taxa do cheque especial cai para 302,5% em dezembro

Desde julho de 2018, os bancos estão oferecendo um parcelamento para dívidas no cheque especial. A opção vale para débitos superiores a R$ 200.

balanço

Crise do 737 Max faz Boeing ter o primeiro ano de prejuízo desde 1997

Empresa perdeu US$ 636 milhões em 2019, após apresentar prejuízo de US$ 1,01 bilhão no quarto trimestre – analistas esperavam por lucro de US$ 636 milhões no período

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Expectativa

Ibovespa cai e acompanha a cautela global antes da decisão de juros nos EUA; dólar sobe a R$ 4,20

Sem tirar o coronavírus do radar, o Ibovespa acompanha o exterior e opera em leve alta, aguardando o parecer do Federal Reserve em relação à taxa de juros nos EUA

no balanço

Santander Brasil tem lucro de R$ 14,5 bilhões em 2019, e aumenta a participação nos ganhos do grupo

Filial brasileira divulgou resultados do quarto trimestre; lucro chegou a R$ 3,7 bilhões, avançando 9,49%; retorno sobre patrimônio bate 21,3%

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

12 notícias para você começar o dia bem informado

A elite financeira do país se reúne em um evento do banco Credit Suisse para discutir a economia. Um dos sócios de uma das gestoras mais renomadas do país disse que a maioria das ações do Ibovespa está cara. Nos mercados, as atenções se dividem entre o avanço do coronavírus e a decisão de hoje do Federal […]

auditoria da auditoria?

Bolsonaro vê ‘coisa esquisita’ no BNDES e Montezano deve se explicar nesta quarta

Banco gastou R$ 48 milhões em auditoria; atual presidente autorizou aditivo do contrato inicial

Esquenta dos mercados

Em compasso de espera por decisão do Federal Reserve, bolsas ensaiam mais um dia de recuperação

Coronavírus continua trazendo cautela aos mercados, mas as bolsas tentam engatar mais um dia de recuperação

pode não acontecer

Auditoria em contrato com a Odebrecht pode ser abortada

Após a auditoria do BNDES nas operações da JBS apontar inexistência de indícios de irregularidade e gastar R$ 48 milhões, avaliação é que “não faz mais sentido” gastar recursos

conflito internacional

Trump revela ‘plano de paz’ para Oriente Médio; palestinos são contrários ao projeto

Israel teria controle sobre a totalidade de Jerusalém como sua capital. O plano também propõe a criação de uma capital da Palestina na periferia a leste de Jerusalém

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements