Menu
2019-04-20T16:55:57-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Para acalmar mercado

Se eleito, Bolsonaro quer mudança radical na previdência já em 2019

Equipe de presidenciável estaria cogitando descartar proposta de Temer mas quer apresentar proposta já no começo de 2019 para acalmar mercado, segundo Broadcast

26 de outubro de 2018
7:23 - atualizado às 16:55
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (PSL) - Imagem: Igo Estrela/Ag. Estado

O presidenciável pelo PSL, Jair Bolsonaro, disse que, se eleito, sua equipe econômica já tem um rascunho para tirar a reforma da previdência do papel no começo de 2019.

O líder nas pesquisas de intenção de voto deu uma entrevista à TV Aparecida nesta quinta-feira, 25.

Segundo "Broadcast", do Estadão, a equipe do capitão reformado já pensa em dez modelos de reforma, que divide-se em dois caminhos.

O primeiro seria apresentar, no início do ano, pacote com mudanças no sistema atual, como idade mínima e tempo de contribuição, para “acalmar o mercado”, ou encaminhar uma alteração mais profunda, com a adoção do sistema de capitalização.

A avaliação do grupo capitaneado pelo economista Paulo Guedes é de que o texto em tramitação no Congresso, enviado pelo presidente Michel Temer, não deve ser levado adiante.

A equipe ainda trabalha no formato de sua reforma ideal. O objetivo é que ela contemple três eixos: assistência social, capitalização e repartição sob novas bases, ou seja, com exigências mais duras para acesso ao benefício.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

14 notícias para começar o dia bem informado

Quando o coronavírus desembarcou aqui no Brasil, os economistas debatiam qual seria a letra da crise. Seria um ‘W’? Um ‘V’? Talvez um ‘U’… Ou, na pior hipótese, um ‘L’. Se você não está familiarizado com esses termos, pense em um gráfico do PIB. O ‘V’ é o melhor cenário, marcado por um mergulho da […]

EM SITUAÇÃO DELICADA

FMI vê País com a pior dívida entre emergentes

Situação fiscal ruim do Brasil só é superada por países menores, como Angola, Líbia e Omã

ESQUENTA DOS MERCADOS

Coronavírus assusta, mas balanços corporativos tentam injetar otimismo nos mercados

O aumento do número de casos do coronavírus e a novela do pacote de estímulos fiscais americanos continuam como os principais fatores de cautela no radar dos investidores

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Lá e de volta outra vez: o maior IPO da história e a pandemia em semana de decisão monetária

Hegel costumava afirmar que a história sempre se repete (como disse, se reordena e retrocede sobre si). Ora, não é que nos deparamos com essas duas ideias nessa última semana de outubro?

Balanços

Santander tem recuperação em “V” e lucro sobe para R$ 3,9 bilhões no trimestre

A unidade local do banco espanhol supera expectativas de longe com lucro líquido de R$ 3,902 bilhões, alta de 5,3% em relação ao terceiro trimestre de 2019

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies