Menu
2019-04-04T13:55:14-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Eleições 2018

Os 3 primeiros ministros confirmados para um governo Bolsonaro

Candidato do PSL anunciou oficialmente seus nomes para a Casa Civil, Economia (fusão entre Fazenda e Planejamento) e Defesa

11 de outubro de 2018
17:47 - atualizado às 13:55
jair-bolsonaro
Jair Bolsonaro - Imagem: Shutterstock

Bolsonaro aproveitou um evento no Rio de Janeiro nesta quinta-feira, 11, para sacramentar alguns nomes que serão ministros em um eventual governo. Devo dizer que não teve novidade nenhuma e todos os futuros ministros já eram dados como certos na equipe do capitão.

O deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) deverá ser o ministro-chefe da Casa Civil. Já Paulo Guedes ocupará a pasta da Economia, que vai ser uma fusão entre o Ministério da Fazenda e do Planejamento. Já o general Augusto Heleno vai comandar o Ministério da Defesa.

O candidato do PSL ao Palácio do Planalto não deu outros nomes e afirmou que eles ainda estão indefinidos. Ele afirmou que vai "esperar com prudência" até o dia 28 de outubro, data do segundo turno das eleições.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

O hambúrguer e o câmbio

Está na hora de comprar ou vender dólar? A resposta pode estar no preço do Big Mac

Se levarmos em consideração o preço do sanduíche mais popular do mundo, a moeda norte-americana deveria valer R$ 3,87, segundo o índice calculado pela The Economist

prévias

Eztec tem queda de 48% nas vendas no quarto trimestre

Lançamentos da empresa atingiram R$ 380,8 milhões, chegando a R$ 1,150 bilhão no ano – 85% a mais do que no terceiro trimestre

seu dinheiro na sua noite

2 milhões de mortos, 2 trilhões em estímulos e uma queda de mais de 2%

Se a primeira semana de 2021 nos mercados refletiu o otimismo geral com o novo ano que se iniciava, com perspectivas de vacinação contra o coronavírus e recuperação econômica, na segunda semana do ano, os investidores optaram pela cautela. Por ora, 2020, o ano do qual todos queríamos nos livrar, ainda não ficou para trás. […]

FECHAMENTO

Atritos políticos e covid-19 voltam para assombrar o mercado e Ibovespa recua mais de 2%; dólar sobe forte

Existe uma certa desconfiança de que o plano de US$ 1,9 trilhão apresentado por Biden encontre dificuldades de ser aprovado pelo Congresso, ainda que o democrata tenha conquistado a maioria das duas casas. No Brasil, situação do coronavírus reacende a pressão sobre o cenário fiscal

match com o mercado?

Concorrente do Tinder, Bumble pode levantar US$ 100 milhões em IPO

Ações da empresa estreiam em fevereiro na Nasdaq; companhia, que é dona do Badoo, não deu lucro no ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies