Menu
2018-09-24T13:41:55-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Previsões econômicas

Queda no crescimento e aumento dos preços pioram ‘maré’ no Brasil

Banco Central prevê queda no PIB enquanto inflação aumenta até 2019

24 de setembro de 2018
9:35 - atualizado às 13:41
Maré
PIB do país deve encolher enquanto a inflação aumentará neste ano e em 2019Imagem: Shutterstock

A maré não está para peixe no Brasil, dificultando cada vez mais o caminho do investidor por aqui. O PIB do país deve crescer menos enquanto a inflação aumentará neste ano e em 2019, segundo relatório do "Focus", divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira, 24.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, deve ir de 4,09% para 4,28% ainda este ano, aponta os analistas. Essa foi a segunda alta seguida do indicador. Para o ano que vem, a previsão também subiu de 4,11% para 4,18%.

E o PIB?

O Produto Interno Bruto, que serve para medir a evolução da economia, deve recuar de 1,36% para 1,35%, a quinta queda consecutiva do indicador.

Alívio

Os analistas decidiram manter a expectativa do mercado pra expansão em 2,50%.  Para 2020 e 2021, a previsão de expansão continua em 2,5%. Já para 2019, a taxa permaneceu em 8,00% ao ano, igual ao verificado há quatro semanas.

Selic

A média das previsões para a Selic este ano seguiu em 6,50% ao ano.

O BC também alterou a expectativa da taxa de câmbio. A moeda norte-americana deve ir de R$ 3,83 para R$ 3,90 até o fim do ano, ante os R$ 3,75 verificados há um mês.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies