IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2019-04-05T09:54:11-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Rumo incerto

Não vamos liquidar a Gafisa, diz Mu Hak You

Grupo vem passando por diversos problemas de gestão desde que a gestora GWI, de Mu Hak You, assumiu o comando

15 de dezembro de 2018
9:37 - atualizado às 9:54
Gafisa
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A nova gestão da Gafisa tem plano de gerar valor para a incorporadora no longo prazo, de acordo com a executiva Ana Recart, que assumiu o posto em outubro, por indicação da principal acionista, a gestora GWI, do investidor Mu Hak You.

“Não vamos fechar capital nem liquidar (a Gafisa). Nosso compromisso é no longo prazo”, afirmou.

Comprando brigas

A GWI, conhecida por comprar brigas ao investir em grandes empresas, como ocorreu na Saraiva, tem 48,7% na incorporadora. Na Gafisa, a estratégia não foi diferente: o grupo destituiu o conselho de administração e a direção executiva, ocupando esses postos com pessoas de confiança de Mu Hak. Recart era presidente da GWI Real Estate, braço destinado ao setor imobiliários.

Em seguida, a GWI deu início a um plano de reestruturação na Gafisa baseado em profundos cortes de custos, o que envolveu demissão de cerca de metade dos funcionários, fechamento do escritório no Rio, postergação de lançamentos, revisão de contratos e suspensão de pagamento a fornecedores. “Com a companhia mais enxuta, também estaremos prontos para crescer”, disse Recart.

Nos dois anos anteriores, a companhia já havia passado por uma reestruturação. Mas, ao contrário de outras incorporadoras que já voltaram a crescer, a Gafisa permaneceu com um estoque de imóveis e endividamento elevados. A sua relação entre dívida líquida e patrimônio chegou a 87,8% no fim do terceiro trimestre, um dos mais altos do setor.

Otimismo acima de tudo

Apesar disso, a nova presidente ressaltou que está otimista. Na sua avaliação, a empresa é viável e tem ativos suficientes para cobrir seus compromissos financeiros, sem necessidade de renegociar dívidas ou passar por nova injeção de recursos.

Recart diz que a empresa tem R$ 3,4 bilhões em ativos, para uma dívida de R$ 960 milhões. “Para fazer frente a essa dívida e para que a companhia volte a crescer, nossa primeira medida foi um ‘turnaround’ (reestruturação dos negócios).”

A companhia também levou a cabo, mesmo com o caixa baixo, um programa de recompra de ações. A presidente da Gafisa defendeu a medida: “Mostra que confiamos na empresa.” Para pagar a conta, ela disse que a companhia poderá vender cinco terrenos no Rio, cidade onde não pretende mais atuar.

Atrasaos

Recentemente, a incorporadora voltou a atrasar pagamentos a fornecedores, suspendendo lançamentos e demitindo centenas de funcionários.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Estreante

CTG Brasil deve puxar a fila dos IPOs em 2023. Veja detalhes da oferta

29 de novembro de 2022 - 20:20

Caso se concretize, o IPO da CTG será o primeiro depois de um hiato de sete meses sem ofertas públicas – a última foi a privatização da Eletrobras, em junho

SINAL VERDE DA CÂMARA

Histórico! Brasil aprova lei sobre criptomoedas; confira o que muda para você a partir de agora

29 de novembro de 2022 - 19:58

O estabelecimento de regras mais principiológicas é animador para o esse novo setor da economia brasileira, segundo especialistas

BOA NOTÍCIA PARA OS ACIONISTAS?

Nubank encerra acordo polêmico de remuneração ao fundador, David Vélez, e gera economia bilionária aos cofres da fintech

29 de novembro de 2022 - 19:20

Além da economia, o encerramento do programa também evitará uma potencial diluição de até 2% dos outros acionistas da companhia

FECHAMENTO DO DIA

Commodities metálicas disparam e Ibovespa sobe quase 2%; dólar cai a R$ 5,28

29 de novembro de 2022 - 19:07

O Ibovespa pegou impulso com a valorização das commodities no mercado internacional e subiu quase 2%

VAI UM DINHEIRO AÍ?

Corretora Mynt, do BTG Pactual, passa a permitir transferência de criptomoedas entre carteiras digitais e exchanges

29 de novembro de 2022 - 17:55

As transferências podem ser feitas acessando o próprio aplicativo da Mynt por meio de QR Code ou copiando o endereço da carteira desejada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies