Menu
2019-04-05T09:54:11-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Rumo incerto

Não vamos liquidar a Gafisa, diz Mu Hak You

Grupo vem passando por diversos problemas de gestão desde que a gestora GWI, de Mu Hak You, assumiu o comando

15 de dezembro de 2018
9:37 - atualizado às 9:54
Gafisa
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A nova gestão da Gafisa tem plano de gerar valor para a incorporadora no longo prazo, de acordo com a executiva Ana Recart, que assumiu o posto em outubro, por indicação da principal acionista, a gestora GWI, do investidor Mu Hak You.

“Não vamos fechar capital nem liquidar (a Gafisa). Nosso compromisso é no longo prazo”, afirmou.

Comprando brigas

A GWI, conhecida por comprar brigas ao investir em grandes empresas, como ocorreu na Saraiva, tem 48,7% na incorporadora. Na Gafisa, a estratégia não foi diferente: o grupo destituiu o conselho de administração e a direção executiva, ocupando esses postos com pessoas de confiança de Mu Hak. Recart era presidente da GWI Real Estate, braço destinado ao setor imobiliários.

Em seguida, a GWI deu início a um plano de reestruturação na Gafisa baseado em profundos cortes de custos, o que envolveu demissão de cerca de metade dos funcionários, fechamento do escritório no Rio, postergação de lançamentos, revisão de contratos e suspensão de pagamento a fornecedores. “Com a companhia mais enxuta, também estaremos prontos para crescer”, disse Recart.

Nos dois anos anteriores, a companhia já havia passado por uma reestruturação. Mas, ao contrário de outras incorporadoras que já voltaram a crescer, a Gafisa permaneceu com um estoque de imóveis e endividamento elevados. A sua relação entre dívida líquida e patrimônio chegou a 87,8% no fim do terceiro trimestre, um dos mais altos do setor.

Otimismo acima de tudo

Apesar disso, a nova presidente ressaltou que está otimista. Na sua avaliação, a empresa é viável e tem ativos suficientes para cobrir seus compromissos financeiros, sem necessidade de renegociar dívidas ou passar por nova injeção de recursos.

Recart diz que a empresa tem R$ 3,4 bilhões em ativos, para uma dívida de R$ 960 milhões. “Para fazer frente a essa dívida e para que a companhia volte a crescer, nossa primeira medida foi um ‘turnaround’ (reestruturação dos negócios).”

A companhia também levou a cabo, mesmo com o caixa baixo, um programa de recompra de ações. A presidente da Gafisa defendeu a medida: “Mostra que confiamos na empresa.” Para pagar a conta, ela disse que a companhia poderá vender cinco terrenos no Rio, cidade onde não pretende mais atuar.

Atrasaos

Recentemente, a incorporadora voltou a atrasar pagamentos a fornecedores, suspendendo lançamentos e demitindo centenas de funcionários.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Em pleno calendário eleitoral

Senado aprova mudanças na Lei de Falências

O projeto amplia o financiamento a empresas em recuperação judicial, permite o parcelamento e o desconto para pagamento de dívidas tributárias e possibilita aos credores apresentar plano de recuperação da empresa

Olha o Gol

Boeing 737-8 Max é autorizado a retornar operações no Brasil pela Anac

A informação é vista com bons olhos pela Gol, que é a única credenciada a operar o modelo no Brasil.

bc americano

Dirigentes do Fed esperam manter juros até que meta de emprego e inflação seja atingida, mostra ata

Grupo avaliou que a atual crise sanitária continuará impactando a atividade econômica, a inflação e o emprego no curto prazo

Posto Ipiranga

Guedes elogia Caged e cobra Congresso por reformas

O Ministério da Economia irá divulgar todos os dados na quinta-feira (26)

balanço do mês

Dívida Pública Federal sobe 2,47% em outubro e chega a R$ 4,6 trilhões

Instituições financeiras foram as principais detentoras da Dívida Pública Federal interna, com 28,1% de participação no estoque

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies