Menu
2020-09-03T07:34:59-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
no rio

Gafisa anuncia compra de parte dos ativos da construtora Calçada S.A.

Empresa vai comprar “certos ativos” imobiliários, em diferentes estágios de desenvolvimento, na cidade do Rio de Janeiro, mas não revelou valores

3 de setembro de 2020
7:30 - atualizado às 7:34
Logo da incorporadora Gafisa em meio aos prédios da cidade de São Paulo
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

A Gafisa anunciou um acordo com a construtora Calçada S.A. para a compra da totalidade da participação detida pela empresa em "certos ativos" imobiliários, em diferentes estágios de desenvolvimento, na cidade do Rio de Janeiro.

A concretização da aquisição dependerá do cumprimento de condições precedentes, inclusive aprovação pelo Cade, diz a empresa - que não revelou valores da operação. "Com essa transação, a Gafisa reitera a sua confiança no Rio de Janeiro, segundo maior mercado imobiliário nacional."

Segundo a companhia, um novo modelo de gestão vem sendo aplicado na empresa, rumo a um novo ciclo de desenvolvimento e "crescimento sustentado".

Na bolsa brasileira, as ações da Gafisa acumulam queda de 37% desde janeiro - eram cotadas a R$ 4,86 nesta quarta-feira (2). Veja como foi do dia dos mercados.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Roubando a cena

Dólar dispara mais de 2% com aversão ao risco e tem 4ª sessão seguida de alta; bolsa cai

Dólar passou voando pela marca de R$ 5,50 e por pouco não bateu R$ 5,60; Ibovespa acompanhou sinal negativo vindo de Wall Street e perdeu piso de 96 mil pontos

eric rosengren

Presidente do Fed de Boston defende necessidade de novo pacote fiscal, mas se diz pessimista com acordo

O presidente da distrital de Boston do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Eric Rosengren, reiterou hoje, durante seminário virtual, a necessidade de novas medidas de estímulos fiscais para acelerar a recuperação da atividade econômica dos Estados Unidos

DURAS CRÍTICAS

Para Doria, saída de investidores do Brasil ocorre por questões ambientais e negacionismo

Governador de SP não citou nominalmente o presidente Jair Bolsonaro, criticado por discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas

INJEÇÃO DE RECURSOS

EUA precisarão de mais ajuda fiscal para recuperar economia, diz Powell

Presidente do BC americano afirma que ainda há 16 milhões de pessoas desempregadas no país, ou trabalham em período parcial

programa de R$ 2,4 bi

Mercedes-Benz vê cenário de incerteza, mas diz que mantém investimentos no país

O programa de investimentos da montadora no Brasil prevê R$ 2,4 bilhões entre 2018 e 2022, com recursos destinados, principalmente, à atualização de plataformas e produto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements