Menu
2018-10-08T10:48:00-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Eleições 2018

Paulo Guedes vai andar comigo no segundo turno, diz Bolsonaro

Em entrevista à radio presidenciável fala sobre seu assessor econômico e governabilidade

8 de outubro de 2018
10:36 - atualizado às 10:48
Paulo Guedes visita Jair Bolsonaro no hospital
Paulo Guedes visita Jair Bolsonaro no hospital - Imagem: Twitter

Em entrevista à radio “Jovem Pan” o presidenciável Jair Bolsonaro falou que Paulo Guedes tem liberdade sim para falar e que “a ideia é ele andar comigo” agora no segundo turno. Sobre governabilidade reforçou que faz anos que vem conversando com deputados e tem mais de 120 votos favoráveis.

Bolsonaro respondeu a um questionamento sobre a orientação dada por ele a Paulo Guedes e ao vice, general Mourão, de falarem menos e deixarem de participar de eventos públicos. Bolsonaro voltou a lembrar de conversa que teve com Guedes, de que ele entendia tanto de política quando ele entedia de economia.

“Quanto ele falou de CPMF foi ato falho”, disse Bolsonaro, acrescentando que a ideia de Guedes é reduzir o número de impostos. “CPMF de minha parte não volta. Geraldo Alckmin deu pancada em mim. Mas quem criou isso foi Fernando Henrique Cardoso.”

“Ele [Guedes] tem liberdade sim. Pedi para ele e o Mourão cuidado nas palavras. Porque pega uma falta de 10 segundos 15 segundos e tira do contexto. Mourão andou dando umas caneladas. Ele é indígena e tá ficando branco. Vai falar uma coisa dessas? Pelo amor de Deus. Não soma nada e dá munição para o inimigo”, disse.

Governabilidade

Sobre a conquista de 52 cadeiras de seu partido, o PSL, no Congresso, e outras quatro no Senado, e se isso seria suficiente para governar, Bolsonaro disse que não. Mas antes já tinha falado que vinha negociando individualmente com deputados nos últimos anos, chegando a mais de 120 deputados que compartilhariam de sua visão e projetos.

Disse ainda que na política atual não há líderes. O que se tem é “líder sindical com faca na boca que quer diretoria, ministério e a consequência é essa ineficiência e corrupção”.

Segundo Bolsonaro, tem sim deputado honesto e grande parte deles não quer estar na boca de delator. “É como pular a cerca. O cara acha que não tem ninguém vendo e quando estoura o problema...”

Paz e Amor?

Questionado se sua "pregação conservadora" seria suficiente para garantir o segundo turno da eleição, Bolsonaro foi taxativo. “Não posso virar Jairzinho paz e amor e me violentar. Tenho que ser a mesma pessoa”, disse.

Na sequência falou sobre a questão das mulheres, dizendo a preocupação de uma mãe é com a segurança dos filhos. E assumiu que deu uma canelada, quando fez uma brincadeira dizendo que fraquejou e seu último filho foi uma mulher. Lembrou que homens brincam entre si de “fornecedores” e “consumidores” e terminou dizendo que não faz brincadeiras como se fosse inimigo das mulheres.

Fez ainda uma defesa da família, disse que qualquer um que seja feliz como bem entender, mas que gay não tem de tem superpoderes. “E a maioria deles vota comigo.”

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Agenda BC#

BC estende regras para débito automático a contas de pagamento pré-pagas

A diretoria do Banco Central decidiu estender para as contas de pagamento pré-pagas (aquelas cujos recursos devem ser depositados previamente) as regras sobre autorização e cancelamento de débitos em conta que já estavam previstas para contas de depósitos e para contas-salário

Aprovação concedida

Tim e Vivo recebem aprovação da Anatel e do Cade para compartilhamento de rede

Serão compartilhadas infraestrutura de redes móveis para as tecnologias 2G, 3G e 4G

Empresa diz que não comenta

MPT-RS pede interdição de planta da JBS no Estado por surto de coronavírus

A JBS respondeu, sobre a ação civil pública movida nesta quarta, que não comenta processos judiciais em andamento

seu dinheiro na sua noite

Despiorou

Acabou a crise? Nesta quarta-feira, os mercados mantiveram o otimismo dos últimos dias. As bolsas subiram aqui e lá fora, ao mesmo tempo em que o dólar assistiu a mais um dia de alívio, chegando perto dos R$ 5 novamente. Está até difícil entender de onde sai tanto apetite por risco, dado que a pandemia […]

ANÁLISE

Quarentena de pijama? Não, no mundo cripto tem muita coisa rolando

Nas próximas linhas, Helena Margarido vai mostrar a você um mercado que caminha na contramão de todo establishment e permanece com alta demanda em meio à crise atual: a revolução está somente começando.

Ninguém segura

A corrida dos touros: Ibovespa sobe pelo quarto dia e volta aos 93 mil pontos; dólar cai a R$ 5,09

O Ibovespa teve mais um dia de ganhos e chegou ao maior nível desde 6 de março, sustentado pelo otimismo global. O dólar à vista caiu forte, chegando a R$ 5,01 na mínima da sessão

tombo histórico

Abinee reporta queda de 30,3% na produção do setor eletroeletrônico em abril

Essa foi a maior queda verificada na série histórica iniciada no início de 2002, segundo o presidente da entidade, Humberto Barbato

Empresários de comércio e serviços

76% de 400 micro e pequenos empresários esperam queda de faturamento

A pesquisa ouviu empresários dos setores de comércio e serviços. Parcela de 26% dos entrevistados espera recuo de 31% a 50%, enquanto 22% têm expectativa de queda até 30%

Compartilhamento de serviços

Cade nega recurso da Claro e mantém aprovação de operação entre Tim e Telefônica

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) negou recurso apresentado pela Claro contra o aval do órgão a operação de compartilhamento de redes entre a TIM e a Telefônica Brasil

Ajuda financeira

Maia diz ter informação que socorro a Estados e municípios será pago até dia 9

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia afirmou que a primeira parcela do socorro a Estados e municípios deve ser entregue aos entes até a próxima terça-feira, 9

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements