Menu
2018-10-07T18:43:40-03:00
ELEIÇÃO 2018

Número de urnas eletrônicas substituídas sobe para 1.695, informa TSE

As urnas foram trocadas por outras eletrônicas que fazem parte da reserva de contingência.

7 de outubro de 2018
18:43

O número de urnas eletrônicas que apresentaram problemas e foram substituídas em todo o País subiu para 1.695, informou o TSE há pouco. O último boletim foi atualizado às 17h02 pelo tribunal. As urnas foram trocadas por outras eletrônicas que fazem parte da reserva de contingência. Até as informações mais recentes, urnas com problema representam 0,33% do total. De acordo com o TSE, foi necessária a realização de votação manual em uma seção eleitoral em Três Coroas, no Rio Grande do Sul, única até o momento.

Entre o último boletim divulgado pelo tribunal, das 16h, e o atual, houve substituição de 410 urnas.

Minas Gerais continua liderando com o maior número de substituições, 438 urnas trocadas. O Estado é seguido por Pernambuco (192), São Paulo (163) e Rio de Janeiro (145).

Em termos porcentuais, as trocas foram feitas principalmente em Sergipe (1,36%), Roraima (1,08%), Pernambuco (0,89%) e Amapá (0,87%). (Amanda Pupo)

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

dinheiro no caixa

Petrobras conclui venda de dez campos nos polos Pampo e Enchova para Trident

Segundo a estatal, venda vai ajudar a reduzir dívida da empresa e representa mais um passo na estratégia de focar recursos em águas profundas e ultraprofundas, em especial o pré-sal

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Tensão nos mercados

Mau humor: Ibovespa cai em meio à cautela com dados da China e recuperação na Europa

O Ibovespa abriu no campo negativo, fazendo coro ao tom visto nos demais mercados globais. Incertezas ligadas à economia da China e da Europa, somadas às tensões domésticas, trazem cautela aos investidores

decisão em meio à crise

BCE mantém política monetária inalterada, mas fala em ‘ajustar seus instrumentos’

Principais taxas de juros do BCE, a de refinanciamento e a de depósitos, permaneceram em 0% e -0,50%, respectivamente

retomada

Exportações na zona do euro sobem 7,9% em maio; importações avançam 3,2%

Avanços vieram após tanto as exportações quanto as importações do bloco sofrerem quedas históricas em abril ante março, com o impacto da pandemia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements