Menu
2018-10-11T07:34:41-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Eleições 2018

No primeiro Datafolha, Bolsonaro tem 58% dos votos válidos e Haddad 42%

Candidato do PSL sai na frente do petista na disputa ao Palácio do Planalto

10 de outubro de 2018
19:11 - atualizado às 7:34
haddad-bolsonaro
No Datafolha, Bolsonaro aparece com 46,03% dos votos válidos e Haddad com 29,28% - Imagem: Shutterstock

O Datafolha divulgou na noite desta quarta-feira, 10, sua primeira pesquisa de intenção de voto para presidente no 2º turno das eleições. Segundo os resultados, Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 58% dos votos válidos e Fernando Haddad (PT) com 42%.

A pesquisa foi realizada nesta quarta-feira, 10 de outubro, e ouviu 3.235 eleitores, apenas três dias após a primeira etapa da disputa, cujo resultado mostrou Bolsonaro com 46,03% dos votos válidos e Haddad com 29,28%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Votos totais

No levantamento feito com os votos totais, aqueles que consideram brancos, nulos e indecisos, Bolsonaro aparece com 49% das intenções de voto e Haddad 36%.

Veja todos os números:

Jair Bolsonaro (PSL): 49%
Fernando Haddad (PT): 36%
Em branco/nulo/nenhum: 8%
Não sabe: 6%

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso significa que, se respeitada a margem de erro, há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

A 38 dias da eleição

Trump anuncia nomeação de Barrett para a Suprema Corte

Nomeação ainda precisa ser confirmada pelo Senado, que hoje tem maioria Republicana.

Últimos ajustes

Guedes se reúne com líder do governo na Câmara para discutir Reforma Tributária

Segundo o deputado Ricardo Barros, na segunda-feira a proposta já estará fechada para uma rodada de discussão com os líderes da base governista no Congresso.

Em 2020

Pandemia tira R$ 12 bilhões em investimentos

Investimentos públicos em infraestrutura deverão ser 10% menores em relação ao estimado antes da pandemia de covid-19.

Entrevista

“A crise econômica será severa e prolongada”, diz de Bolle

Em novo livro, economista defende que é preciso romper com padrões estabelecidos de estratégia econômica – como o teto de gastos – para responder aos desafios trazidos pelo novo coronavírus.

FALTA DE PATRIOTISMO?

O Brasil é mesmo o pior país emergente para se investir?

A Bolsa russa cai 15% no ano, a mexicana 29% e a brasileira cai impressionantes 39%, todos em dólares.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements